domingo, 4 de junho de 2017

[Resenha] Mil Beijos de Garoto, Tillie Cole

Título: Mil Beijos de Garoto
Autora: Tillie Cole
Editora: Outro Planeta (cortesia)
Páginas: 400
Onde comprar: Amazon | Saraiva 
“(...) e meu coração quase explodiu.”

Há quase um ano li A Thousand Boy Kisses e fui destruída por essa história arrebatadora. Hoje, após ter me encontrado com esses personagens pela segunda vez, vi que foi a melhor escolha que fiz; reler esse fantástico livro.

Mil Beijos de Garoto – ou A Thousand Boy Kisses, como sempre me remeterei a essa história – nos apresenta à história de vida de Rune Kristiansen e Poppy Litchfield. Eles se conheceram no dia que Rune se muda para a casa ao lado de Poppy. Alegre como essa menina era, decide que eles virarão melhores amigos para sempre e assim aconteceu. 
“Não sei bem por quê, mas capturar momentos me fascinava. Talvez porque às vezes tudo que temos são momentos. Porque não há repetições; o que acontece em um momento define a vida – talvez seja a vida. Capturar um momento em filme o mantém vivo para sempre.”

Passam-se três anos e a vovó de Poppy está muito doente. Eles são extremamente próximas e vivem participando de aventuras juntas. É por conta dessas aventuras e, para Poppy sentir-se melhor após a perda, que a vovó dela lhe dá uma nova aventura para durar a vida toda coletar mil beijos de garoto, mas não simples beijos, só aqueles que fizerem seu coração quase explodir. Rune começa a ajudar Poppy a preencher seu pote com os beijos e eles tornam-se, como era de se esperar, um casal.

Poppy e Rune. Rune e Poppy. Estão juntos desde sempre e é impossível imaginá-los separados. Mas, aos 15 anos as coisas mudam. Rune precisa voltar para sua terra natal, pois seu pai precisa trabalhar por lá. Ele deixa Poppy. Isso os destrói. 
“Senti um aperto no coração. Eu via Poppy todos os dias desde os meus cinco anos. Eu dormia ao seu lado quase todas as noites desde os doze anos. Eu a beijava todos os dias desde os outro e a amava com todas as forças por tantos dias que parei de contar.
Eu não tinha ideia de como viver um dia sem ela perto de mim. De como respirar sem tê-la ao meu lado.”

Dois anos após a mudança, Rune volta para a Geórgia, mas está diferente, raivoso, grosso e não entende porque sua Poppy o abandonou e o ignorou por todo esse tempo. Em busca de respostas, Rune vai descobrir muitas coisas que mostrarão que um coração pode ser destruído de diversas formas.

Não existem palavras para descrever essa obra. Poppy é uma pessoa cheia de luz, amor e com uma mentalidade que vai além da sua idade real, ela é sábia e tem muito a ensinar para Rune, sua família e nós, leitores. 
“- Eu sou a garota que acorda cedo para ver o nascer do sol. Eu sou a garota que quer ver o que há de bom em todos, a que é arrebatada por uma música, inspirada por arte. (...) – Eu sou essa garota, Rune. A que espera a tempestade passar simplesmente para vislumbrar um arco-íris. Por que ser infeliz quando você pode ser feliz? É uma escolha óbvia para mim.”

O que a fez se afastar de Rune destruiria qualquer pessoa e, mais uma vez, Poppy se mostra mais forte do que poderíamos imaginar e nos dá socos no estômago de forma constante. A raiva que Rune sente da vida é palpável e, nos capítulos narrador por ele, sentimos ela nos tocar, segurar nosso pescoço e espreme-lo.

O desenrolar de toda história é composto de momentos de choradeira extrema e sensações quentes no coração, com uma esperança de que nosso ponto de vista faz toda a diferença. Esse, também, é um livro que te faz refletir sobre o que é lar. Para mim, são pessoas – minha família – pois, só ao lado deles, me sinto em casa, mas isso pode ser porque ainda não conheci uma pessoa que ame com todas as forças.

Esse livro precisa ser lido, sentido, compreendido e amado. Não tenho mais palavras para descrever essa obra, então, deixo apenas um apelo: façam essa leitura, por favor. 
“- Vovó também disse que as melhores coisas da vida morrem rápido, como a flor de cerejeira. Porque algo tão belo não pode durar para sempre, não deveria durar para sempre. Ela permanece por um breve momento no tempo para nos lembrar de como a vida é preciosa, antes de desaparecer tão rápido quanto chegou. Vovó disse que ela nos ensina mais em sua vida curta do que qualquer coisa que fique sempre ao nosso lado.”

Classificação:

24 comentários:

  1. Oi, Bru!
    Mulher, você gosta de sofrer hein? hahahhahahaha Eu vou comprar o exemplar mas vai demorar para eu reler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson
    Sorteio Três Anos do blog A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Favorito com certeza!!! Eu adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que para mim é MARAVILHOSO e ao mesmo tempo DESTRUIDOR e eu amei todas as características apresentadas, assim como os personagens são inesquecíveis.. Recomendo bastante a leitura, é muito envolvente e carismático né?!. Suas impressões refletem bem as minhas próprias e que bom que curtiu a leitura!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Esse livro tem sido muito bem falado, o que tem aumentado a minha curiosidade em lê-lo. Achei o enredo muito bonito, e com um misto enorme de sentimentos e sensações, gostei muito da Poppy e tenho certeza que ela com toda essa luz e força tem muito para nós ensinar. Espero ler em breve! Beijos do Wes ^^

    PS: Arrasou no inglês, hein??

    ResponderExcluir
  4. Olá.este livro tbm se tornou meu favorito sem dúvida nenhuma
    Foi uma leitura que mais me fez chorar e mais ainda ficar presa em uma roda de sentimentos fortes.
    Parabéns pela resenha 😘

    ResponderExcluir
  5. Bruna!
    Que resenha apaixonada!
    Preciso ler esse livro para ontem. Não canso de ver como as personagens são maravilhosas e a história incrível. Sem falar que morro de amores por essa capa.
    Adoro livro que causam mil sentimentos em mim.
    Espero ler logo!
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oiee Bru ^^
    Eu tô doida para ser destruída por esse livro...haha'
    Quero muuito lê-lo, ainda lembro da primeira vez que li uma resenha dele, quando ainda nem tinha sido lançado por aqui, e a blogueira (cujo nome eu não lembro mais) disse que tinha chorado como nunca. Fiquei curiosa na mesma hora. Ver que você gostou só aumentou ainda mais minha curiosidade, que já está me matando *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Hey Bruna,
    Pense num livro que estou desejando desesperadamente. Ele está no topo da minha lista de desejos na Amazon, estou esperando que um milagre aconteça e alguém me dê ele ou uma promoção bafônicos para que eu possa comprá-lo com meus últimos 22 reais que sobrou no limite do meu cartão (é, eu sei que não vai acontecer), desde que eu soube do que se tratava o livro não parei de pensar o que pode estar acontecendo nessa história, infelizmente vou ter que ficar com essa curiosidade por mais um tempinho.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Tô vendo muita gente falar nesse livro, e apesar de sua resenha ter sido bem positiva e parecer um livro incrível, não fiquei muito curiosa pra ler. Acho que leria sim, se tivesse a oportunidade, mas não entrou pra minha wishlist ainda.
    Mas fico feliz que você tenha gostado o suficiente pra ler novamente!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bom?
    Esse livro se tornou uma febre no nosso mundo literário, não é mesmo?
    Estou amando ver todas as impressões sobre ele e não vejo a hora de ler para ver a história por mim mesma! Bela resenha :3

    ResponderExcluir
  10. Esse livro está na minha lista de futuras aquisições. Me apaixonei por ele de cara pela capa e pelo título, coisa incomum para mim que sempre me baseio pela sinopse. A cada resenha que leio dele me convenço ainda mais de que será uma ótima leitura a ser feita. Gosto de enredos reflexivos. Bexitus!

    ResponderExcluir
  11. Ah Bruna, que resenha apaixonante e que capa encantadora.

    Essa é a primeira resenha que eu leio sobre esse livro e simplesmente me encantei. Parece ser aquele tipo de história que eu realmente gosto, sabe... deu a sensação de que você sorri involuntariamente e chora enlouquecidamente...

    Já quero! haha

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  12. Oi, Bru

    Meu exemplar finalmente chegou e vou poder reler assim que eu estiver emocionante preparada, afinal, li o livro recentemente! Hahahah
    Você tem razão, esse é um livro que precisa ser sentido!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, estou com uma vontade enorme de ler esse livro, não só pela linda capa, mas também pela premissa e pelas resenhas super positivas que tenho visto sobre ele. Gosto de romances adolescentes, ainda mais quando os casais se conhecem há tempo, como parece ser o caso do casal do livro. Curiosa para saber como se reaproximarão após esse tempo longe.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Nem preciso dizer que estou morrendo de vontade de ler esse livro e ter para mim, né? Sempre vi o pessoal falar super bem dele, e adorei você focar nesse tema de o que consideramos lar, porque de verdade pode ser coisas diferentes para pessoas diferentes. Dica super anotada!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Não entendi a relação do título do livro pela premissa, mas gostei bastante dele e da sinopse, parece ser uma história emocionante. os personagens parecem que vão aprender muito um com o outro, gosto de histórias assim. A capa também é linda né, adorei sua foto. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  16. Bruna, infelizmente eu abandonei este livro nas primeiras páginas. Tive um bloqueio emocional com esta história e decidi que ainda não era o momento de conhece-la. Somado a isso, comi um quilo de spoilers, porque realmente foi um livro em que todo mundo estava comentando e acabei lendo sobre o final. Entendo o seu envolvimento com a trama e acho maravilhoso quando deixamos uma história assim, domar nosso coração. Talvez um dia eu volte a ler e espero poder me emocionar como você se emocionou.
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Oii td bem? Então eu gostei hein, adoro esses romances assim, embora nos cause um certo sofrimento muitas vezes rs. Gosto bastante e geralmente são bem envolventes, parabéns pela resenha! Bjs http://fonte-da-leitura.blogspot.com.br/search?updated-max=2017-05-20T12:09:00-07:00&max-results=5&m=1

    ResponderExcluir
  18. Olá! Tenho escutado falar maravilhas sobre esse livro, por isso já solicitei de presente de dia dos namorados, que entender o que tanto falam, o que é esse chororo todo, quero sentir também, quero sofrer e aprender junto com quem já leu e principalmente quero me apaixonar por esse livro assim como você. Adorei sua resenha #chegalogodia12.

    Beijos e Sucesso

    ResponderExcluir
  19. Olá!!

    Ai, Bruna, como você quer que eu tenha paz na vida após ler essa resenha incrível? Eu conheço esse livro desde que ele era só chamado de A Thousand Boy Kisses, mas infelizmente não tive a oportunidade de lê-lo. Mas agora que ele foi publicado no Brasil, estou completamente louca para lê-lo. Os comentários me deixaram ainda mais ansiosa. Não sei o que farei com a vida enquanto não conseguir ler.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?
    Acredita que eu estou com esse livro no kindle desde antes de ser lançado no Brasil? Eu fiquei muito interessada no enredo e aproveitei uma promoção de ebooks em inglês, mas depois vi muitas pessoas falando que choraram muito lendo, aí deixei de lado.
    Eu estou numa fase mais sensível, aí estou fugindo um pouco de livros assim. Mas adorei conferir seus comentários e fiquei mais ansiosa ainda para ler. Assim que estiver em uma fase melhor, vou ler e me apaixonar por essa história.
    Adorei sua resenha, você conseguiu transmitir toda a emoção que a obra te proporcionou. Parabéns!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Acho que tem um olho na minha lágrima, mas tudo bem. Que quotes foram esses? Acabei de assistir um série policial e adivinha? O episódio foi super triste, aí eu li a sua resenha e chorei, porque sim.
    Eu amei a história do livro, parece ser muito linda e a Poppy parece ser mesmo muito sábia, mas eu não leria, porque se eu chorei lendo quotes, eu iria me afogar em lágrimas com o livro.
    Mesmo que não eu não vá ler, saiba que eu amei muito.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Olá,tudo bom?
    Tenho ouvido maravilhas desse livro por aí! A história de Poppy realmente parece ser uma daquelas histórias que marcam a vida da gente como leitores e eu já quero muito saber o porque ela não entrou mais em contato com o rapaz e ver como é questionado esse sentido de lar no livro. Espero gostar tanto quanto você.
    Mal posso esperar para lê-lo. Sua resenha ficou muito sensível e incrível, parabéns!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  23. Esse livro é lindo e completamente triste ao mesmo tempo.
    Faz mais de um ano que li ele, bem no lançamento lá fora e nunca chorei tanto em uma história como nessa, perdi completamente a dignidade me acabando em lágrimas, e até hoje não superei essa história rssrs
    Espero ler ela novamente em breve, meu exemplar dele atrasou a entrega, mas não vejo a hora de ter esse exemplar lindo em mãos

    ResponderExcluir