domingo, 11 de junho de 2017

[Resenha] A Deusa da Guitarra, Sasha Marshall - Guitar Face #1

Título: A Deusa da Guitarra
Autora: Sasha Marshall
Série: Guitar Face #1
Editora: Coerência (cortesia)
Páginas: 342
Onde comprar: Loja da Editora

A Deusa da Guitarra nos apresenta à história de Henley Dendrix, uma jovem que ganhou o posto de A Deusa da Guitarra. Seu avô era um guitarrista e, desde muito nova, ela o imitava e isso a tornou um fenômeno. Com a carreira em ascensão, Henley se vê muito satisfeita com sua vida, até perder seu melhor amigo e se refugiar longe todos.

Entretanto, o rock-n-roll é sua vida e, como esperado, a sugou de volta para seus braços, agora, nossa querida protagonista precisará sobreviver a Jagger Carlyle, melhor amigo do irmão de Henley e um gato e tanto. Como ela irá lidar com sua volta ao mundo musical e seu amor, desde muito jovem, pelo Jag? Você vai ter que ler para saber.

A princípio, não teria pego esse livro para ler e, o mero pensamento, faz com que suba uma sensação de arrependimento.

Existem duas coisas que vocês precisam saber sobre esse livro: 1. Ele é regado a sexo e 2. Ele é regado a palavrões. Se você não curte esse tipo de leitura, esse livro pode não ser indicado para você, mas ele também pode te surpreender, como aconteceu comigo.

Henley sofreu muito com a perda do melhor amigo e sofre mais um bocado ao voltar para o universo da música, pois está insegura e sente que será rejeitada, o que ela não contava era com todo o amor que seus fãs sentem por ela. Essa tristeza faz com que ela passe uma impressão de ser uma pessoa depressiva e isso entra em choque com o Kip Paxton, um personagem extremamente engraçado e com ótimas tiradas. A personalidade de Henley começa a mudar conforme sua vida vai entrando nos eixos e ela demonstra sua verdadeira personalidade: engraçada, forte e determinada. Bem, nem preciso dizer o quanto gostei dela nenón?

Jag é um personagem a-p-a-i-x-o-n-a-n-t-e, sim, é impossível não morrer de amores por ele, pois ele é incrível em todos os sentidos. E Kip, bem, ele é um personagem a parte que queria ter como amigo. Existem outros personagens que são igualmente ótimos, mas o foco – pelo menos para mim – ficou nesses três e isso tornou a leitura ótima.

Com relação a trama em si, ela é cheia de altos e baixos, de plot twist’s e isso dá aquele aperto no coração. Agora o maior aperto no coração é o final, um cliffhanger, que senti vontade de matar a autora, mas não o farei pois tenho altas expectativas para o próximo volume e preciso dela viva para concluir a história (risada malvada).

Enfim, como vocês devem ter percebido, gostei muito da leitura e a recomendo. Lembrando que eu e a Suh (Estante da Suh) estamos organizando a leitura coletiva desse livro que começará em 10 de julho. Todos que se interessarem estão convidados para participar conosco.

Classificação:

23 comentários:

  1. Oie, tudo bem?
    Realmente, não é o meu tipo de leitura.
    Adorei a capa, mas não curto livros com sexo E palavrões a solta assim. Passo a dica dessa vez, mas adorei a resenha ^^

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna,
    eu nem me importo quando o livro é muito sexual, mas tenho um bloqueio enorme quando existem muitos palavrões, eu odeio palavrões. Não consigo apreciar a história como se deve quando são recorrentes, sério mesmo, tenho esse probleminha desde sempre, na vida eu sou a pessoa que nunca fala e que nunca fica perto de pessoas que o fazem com frequência. Apesar disso a premissa desse livro é bem o que eu gosto de ler e estou seriamente tentada a dar pelo menos uma chance.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Bru, eu já vi a capa do livro por aí, e assim como você, não pensaria em ler, mas depois da sua resenha fiquei bem curiosa!
    Os itens que você citou, se não forem MUITO exagerados, não devem me incomodar, por isso já vou colocar na wishlist pra poder conferir em breve!
    Morta que você não vai matar a autora apenas porque ela precisa escrever a continuação, muito malvada você, hahaha.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruna!
    Tudo bem? Não conhecia o livro, mas não me despertou muito o interesse, apesar de não ligar pra livros que contenham sexo e palavrões, mas o restante das história não me chamou a atenção. Porém, percebo que a Henley é uma ótima personagem, mas fiquei curiosa pra conhecer o Kip. Adoro personagens engraçados e com ótimas tiradas... dão uma leveza na história, né?! Amo.
    Bela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Não conhecia esse livro, mas fiquei na dúvida se é uma leitura que realmente me interessa. De qualquer maaneira, adorei poder conferir suas impressões, sem contar que achei a capa bem bonita e com certeza isso conta bastante na hora de escolher um novo título. Em relação aos seus comentários sobre os personagens e desfecho, fiquei bem curiosa. Quem sabe venha a conferir mais pra frente sim..
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu já vi esse livro diversas vezes pela minha time line do Facebook, mas acho que essa é a primeira resenha que eki od a obra. Confesso que achei bem interessante o que acabei de ver e sem dúvidas iria gostar de ler. Fico feliz em saber que tenha alguns plot Twist's, gosto disso. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Acho a capa do livro uma graça e a forma como você falou dos personagens, me deixou com vontade de me apaixonar pelo Jag também.
    Só torço o nariz para o Cliffhanger, mas fazer o que, não é?
    Adorei a dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?

    Não conhecia o livro mas só pela capa já me chamou atenção. Não ligo do livro ter muito sexo e palavrões quando a história é interessante e essa parece ser muito, já quero ler. Sua resenha ficou ótima.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  9. Oi, Bru

    Não conhecia o livro e infelizmente não me interessei pela história. Não sou nada ligada em música, estou sempre escutando as mesmas, então esse lado mais músical da narrativa não me chamou a atenção.
    Desejo sucesso na leitura coletiva! ;)

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Tenho que admitir que pelo nome do livro e pela capa, eu não leria.
    Conforme eu fui lendo sua resenha, meu interesse pela leitura do livro foi surgindo. Só fiquei com medo desse desejo homicida em relação a autora por conta do final.
    Fiquei curiosa e adicionei a lista.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Bruna,
    Gosto bastante desse universo de literatura rock, mas o fato do enredo está cheio de palavrões e cenas de sexo, me deixaram com um pé atrás. Já li alguns livros com essas características e eles não me convenceram e por esse motivo, vou deixar a dica passar. Mas gostei de saber suas considerações.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  12. oi, bru, realmente, por ter muito sexo e palavrões não faz meu estilo, mas também o fato de ser uma história cheia de altos e baixos me deixou curiosa, porque acho isso muito bacana. Confesso que nesse momento eu não leria, mas quem sabe no futuro.

    ResponderExcluir
  13. Oi Bruna!

    Eu não conhecia o livro nem a autora dele, mas eu confesso que a capa e o título me despertaram certo grau de curiosidade que estou a fim de sanar. Fiquei bem curiosa para conhecer mais sobre o desenvolvimento dos personagens, principalmente da protagonista mediante a esse retorno ao mundo do rock e para a presença do Jag. Isso me parece muito instigante. Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro, mas gostei bastante do enredo e da sua resenha. Talvez, o excesso de palavrões iria me incomodar um pouco. Mas tudo que você falou sobre o livro me fez ficar curiosa para ler, principalmente saber que a trama é cheia de reviravoltas e que o final tem um cliffhanger que deixa o leitor desesperado pela continuação.
    Adorei sua resenha e a dica já está anotada. Espero ler em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi! Adorei a premissa do livro, mulheres e rock n roll! Gosto! Quanto ao sexo e palavrões, nada menos esperado do universo que o livro está inserido, não é? Puritanismo é o que não encontramos nos bastidores do rock haha. Os personagens também me pareceram bem atraentes e fiquei muito curiosa com esse final aí que tu (não) disse. Já quero ler e saber o que é! Vou anotar sua dica, querida, beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá!!

    Pela capa pensei que se tratava de uma história diferente, eu compraria pois achei bem bonita, mas teria me surpreendida. Gosto muito dessa mescla de personalidade entre os personagens, acho que a dinâmica fica bem legal e interessante. Gostei da sua resenha e fique bem curiosa para conferir esse livro.

    Beijos e Sucesso!!

    ResponderExcluir
  17. Ola! Eu amei esse livro, louca pela continuação e amei sua resenha.
    Parabéns

    BEIJOS
    LEITORA DRAMÁTICA
    HTTP://BLOGLEITORADRAMATICA.BLOGSPOT.COM.BR/?M=1

    ResponderExcluir
  18. Oi, Bruna!
    Não conhecia o livro e mesmo não gostando de livros onde temos cenas excessivas de sexo e muitos palavrões fiquei curiosa devido a forma como você falou da trama e dos personagens. Por isso eu acredito que possa ser uma leitura que eu consiga dar uma chance. Vou procurar o livro e ler para saber o que acho da história.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Normalmente, eu estaria pirando por ver uma personagem feminina como central numa história onde existe bandas. No entanto, essa premissa não conseguiu me fisgar de verdade, achei a capa muito bonita, gostei de seus comentários, mas não me senti empolgada para fazer a leitura por agora. Por isso, deixarei a dica para um outro momento, em que eu possa aproveitar melhor a leitura.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá Bruna.
    A capa do livro é até Bonita, mas o enredo não conseguiu prender minha atenção. A cenas sensuais, essa mistura de deuses e música acabaram por deixar desanimado para fazer a leitura do mesmo. Espero que voce goste do restante da série.

    ResponderExcluir
  21. Oi.

    Este livro me lembrou Deus do Rock, até a capa se parece. Ainda não conhecia. Apesar de parecer ser bem legal, eu não me senti muito atraída pela premissa; vou deixar passar a dica dessa vez.

    ResponderExcluir
  22. Eu não conhecia o livro, achei a capa linda. Eu gosto muito de livros cuja história gira em torno do rock, mas por alguma razão, esse não conseguiu me seduzir. Dessa vez eu vou passar a dica, mas fico muito feliz que a leitura tenha sido do seu agrado.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  23. Oie!!
    Cara que livro diferente não? Geralmente os astros do rock são homens né?
    Curti muito a ideia e a premissa da obra. Não conhecia o livro e já gostei.
    Dica mais do que anotada...
    Vou tentar participar da leitura coletiva com vocês,

    beijos

    ResponderExcluir