segunda-feira, 1 de maio de 2017

Você conhece poesia marginal?

Oi, pessoal! Como vocês estão?

Quem acompanha o UOH e já me viu por aqui outras vezes, já deve ter percebido pelas resenhas que faço, que eu adoro poesia. E pensando sobre isso, para o post de hoje, eu decidi falar um pouquinho de poesia marginal. Já ouviram falar? Estou trabalhando este tema no estágio que estou fazendo e está sendo muito bacana!
Uma breve contextualização: a poesia marginal surgiu lá pelos anos 70, época do governo militar no Brasil. Os poetas marginais, que ficaram conhecidos como “geração mimeógrafo”, pois eles mesmos imprimiam seus livros, escreviam sobre os mais variados temas, faziam críticas e falavam de sentimento. Uma das principais características da poesia marginal é o imediatismo. Certamente você já ouviu falar de Paulo Leminski, Cacaso ou Chacal. Estes três nomes marcaram a história da poesia marginal. 

Agora, eu trouxe alguns poemas para vocês conhecerem. Espero que gostem tanto quanto eu gosto:
a chuva vem de cima
correm
como se viesse atrás
(Paulo Leminski)
abrindo um antigo caderno
foi que eu descobri
antigamente eu era eterno
(Paulo Leminski)
"Happy end"
O meu amor e eu
nascemos um para o outro
agora só falta quem nos apresente
(Cacaso)
"Papagaio"
estranho o poder do poeta
escolhe entre quase e cais
quais palavras lhe convêm
depois as empilha papagaio
e as solta no céu do papel
(Chacal)
"É proibido pisar na grama"
O jeito é deitar e rolar
(Chacal)

Eu também quero indicar para vocês o livro Poesia Marginal, publicado pela editora Ática em 2006. Neste livro, temos uma reunião de poesias dos autores:  Ana Cristina Cesar, Cacaso, Chacal, Francisco Alvim e Paulo Leminski. 

E então, o que acharam dos poemas? Eu sou muito suspeita para falar deles, pois amo cada um. Vivo relendo e me encantando mais a cada leitura. Um super beijo e até a próxima. 💚

Thamiris Dondóssola | Blog Historiar.

15 comentários:

  1. Oi, Thamiris! Nossa, as poesias são excelentes. Eu curto todo tipo de poesias, não somente as marginais, quanto outras existentes. As poesias do Paulo Leminski são tudo de bom. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luciano.
      Que bom que gostou das poesias. E sim, eu também gosto de muitos tipos de poesias, mas tenho um amorzinho especial pela poesia marginal.
      Leminski ♥
      Um abraço!

      Excluir
  2. Oi, Thami!
    Eu já tinha ouvida falar nessa vertente, sim, mas confesso que nãos ou apreciadora de poemas, não.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. OOi!
    Não sou muito amante de poesia, mas gosto bastante. Gostei dessas, principalmente da última, também gostei de conhecer essa "poesia marginal", não conhecia o termo até então. :)
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  4. Oie Amore,
    As poesias são muito boas pro coração mesmo.
    Gostei dos trechos que trouxe aqui!
    Anotei a dica por aqui!

    Beijoka!

    ResponderExcluir
  5. Respondendo a pergunta do título: não, eu não conhecia. Na verdade leio pouco de poesia, achei o Leminski muito interessante. Dica anotada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Espero que você pesquise um pouco mais, acredito que irá gostar. :D

      Excluir
  6. Ótimo post, é preciso que as Universidades e escolas de Ensino Médio deixem de ser torres de mármore e ensinem mais de cultura popular, marginal e dialética.

    Parabéns pelo texto, abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Alessando. Muito obrigada.
      É o que venho tentando fazer em meu estágio e espero conseguir fazer durante toda a minha carreira como professora.
      Um abraço!

      Excluir
  7. Oiii
    Que bacana conhecer mais sobre a poesia marginal. É o tipo de texto que eu gosto, mas não fazia a mínima ideia onde se encaixava.
    Amei rsrs
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thamires!
      Aí está, então, hahaha. ♥
      Beijos

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Tenho problemas sérios com poesia, não consigo sentir os textos como normalmente as pessoas conseguem. Achei legais os poemas que você colocou, mas não tive aquele impulso de querer ler mais, sabe? Mesmo assim, curti a postagem.

    ResponderExcluir
  10. Eu adoro poesia marginal principalmente as do Paulo Leminski, já até postei algumas no meu blog.
    Adorei conhecer outros autores de poesia também.
    Beijuh

    ResponderExcluir