segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

[Resenha] Em algum lugar nas Estrelas, Clare Vanderpool

Título: Em algum lugar nas Estrelas
Autora: Clare Vanderpool
Editora: DarkSide Books
Páginas: 288
Onde comprar: Saraiva

A guerra não trouxe boas surpresas para Jackie Baker. Seu pai lutava na marinha, mas quando voltou não era mais o mesmo. Tratava o filho com a frieza de um soldado e, logo após a morte da mãe do menino, o mandou pra um colégio interno no Maine. O pequeno Jackie não tinha muito a levar para a nova escola além de suas revistas do National Geographic. Tentava se misturar às outras crianças mas ninguém parecia ver graça num novato vindo do Kansas. Até que ele conheceu Early Auden, um garotinho menor que ele, cheio de manias e incapaz de compreender brincadeiras. Early tem claros sintomas da Síndrome de Asperger, que ainda era desconhecida na época. Por isso era considerado apenas um garoto estranho e tratado como tal pelos outros. 
"Às vezes, é melhor não ver todo o caminho que se estende diante de você. Deixe a vida surpreendê-lo, Jackie. Há mais estrelas por aí do que as que já têm nome. (...) Essa é a questão de estar perdido. Ter liberdade para ir a qualquer lugar, mas não saber onde fica lugar nenhum."

Jackie também achava esquisito os tiques do amigo, como por exemplo ler uma história através dos números das casas decimais de Pi, mas aprendeu a gostar do menino sem nem mesmo se dar conta disso. Eles então embarcam numa aventura em busca do irmão mais velho de Early, Fisher, dado como soldado morto pela guerra. Jackie tentou argumentar contra as loucuras do amigo e nunca teve resultado. Para o garotinho, seu irmão estava apenas perdido, assim como Pi, o personagem de sua história contada por números. Entre piratas, incêndios, labirintos sem fim e um urso perdido, Jackie e Early encontram muito mais do que estavam esperando encontrar.

"Saber mais sobre Early era quase tão desafiador quanto navegar em águas misteriosas e inexploradas. (...) Ele era um viajante. Um navegador. Alguém que segue traçando um curso e procurando o caminho."

Em algum lugar nas estrelas é uma história tocante, com personagens tocantes e com uma mensagem tocante. Clare Vanderpool escreveu um livro com a mesma delicadeza usada para tratar crianças. Conhecendo o autismo como conhecemos hoje, Early Auden é daqueles personagens que passamos a amar como se existissem no mundo real - e eles realmente existem! O ato de misturar realidade e fantasia muitas vezes é visto como um grande problema... entretanto, esquecemos de ver a beleza de existe nisso. Isso é um dom, não esquisitice! Embora a própria autora alegue que criar um personagem como Early não tenha sido a principal intenção dela, é impossível não amar o resultado desse trabalho.

Acima de tudo, essa linda estória é sobre a maneira como escolhemos enxergar o mundo. É sobre não desistir dos nossos desejos e sonhos mais profundos. É sobre estar perdido e ter fé que uma hora tomaremos o rumo certo. É sobre a mais pura forma de amar e acreditar naqueles que amamos. 
"Não tinha certeza de Early sabia para onde íamos, mas eu estava ali e iria com ele até o fim."   

Classificação:

10 comentários:

  1. Olá! Eu compraria esse livro só em vê-lo numa livraria. A capa é tão linda. A leitura do mesmo deve ser maravilhosa, adorei sua resenha. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabi, tudo bem?

    Puxa, eu ainda não li, mas só leio resenhas positivas do livro, sem contar essa edição linda da darkside! Quero muito ter na minha estante!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?
    Acho esse livro sensacional, maa, ainda não tive a oportunidade de ler, espero mudar esse quadro em breve!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oie amore,
    Nossa t ômega curiosa pela leitura desse livro, e sua resenha me deixou ainda mais curiosa, uma pena se tratar de um livro um cadinho caro né!

    Adorei!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  5. Ai! Parece ser uma história encantadora, terna e comovente. Gostaria muito de ler.

    ResponderExcluir
  6. Olá! primeiro, que foto linda! nossa, amei!!A premissa desse livro me agrada bastante, tanto que ele está na minha lista de leituras de 2017. Tenho a impressão que deve ser um livro encantador, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Gab, tudo bem?

    Eu sempre vejo fotos sobre esse livro, mas nunca fui cativada para lê-lo. A capa é linda, mas não me estimula, não me desperta. No entanto, ao ler a sua resenha fui sugada e saber que a história é tocante e mexe com as emoções do leitor me deixa bem animada e com vontade de devorâ-lo. Com tod certeza, daria uma chance para esse livro. Sua resenha ficou linda!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Li esse livro recentemente e, apesar da mensagem, a história não foi tão tocante pra mim, por ser fantasia, não me prendeu como gostaria. A Darkside tá de parabéns, sempre fazendo um trabalho incrível de capa e revisão!

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabrielle, tudo bem?

    Primeiro de tudo; que foto maravilhosa é essa? Sinceramente estou apaixonada e pelo que senti da resenha, a foto casou perfeitamente com o livro!

    Embora sempre tenha achado a capa desse livro linda, foi só agora terminando de ler a sua resenha que eu realmente senti vontade de me apaixonar por ele também! Amei o modo como você descreveu que ele mistura magia com a realidade além da delicadeza com que a autora parece tratar o transtorno do autismo. Recentemente tive contato com um livro de um pai de uma garotinha linda portadora de autismo e passei a entender muito melhor sobre o assunto.

    Beijos! ;*

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Eu tenho uma paixão especial peloa livros da Darkside <3 apesar do que eles fizeram com oa blogueiros né? rs
    Mas esse livro, apesar de se tratar de uma história interessante, não consegui u despertar minha vontade para ler. Vou passar a dica dessa vez :)

    Adorei sua resenha!

    Bjs:*

    ResponderExcluir