quarta-feira, 30 de novembro de 2016

[Resenha] Por lugares incríveis, Jennifer Niven

Título: Por lugares incríveis
Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Páginas: 336
Onde comprar: Saraiva | Submarino 
"E se a vida pudesse ser assim? Só as partes felizes, nada das horríveis, nem mesmo das minimamente desagradáveis. E se a gente pudesse simplesmente cortar o ruim e ficar só com o bom?"

Violet Markey não era mais a mesma depois de perder a irmã mais velha num acidente de carro. Após meses tentando se ajustar à perda, ela sobe na torre de sino da escola pensando que o suicídio poderia ser a melhor solução para dar um fim ao seu sofrimento. Mas, ela não foi a única a ter essa ideia.

Theodore Finch, também estava lá com as mesmas intenções. Sendo o garoto problemático que era -sem estrutura familiar, amizades ou compreensão - o os pensamentos suicidas pareciam ser uma constante em sua vida. No entanto, algo se despertou dentro dele. Finch queria salvar a garota, não só daquele parapeito perigoso, mas de toda aquela tristeza pela qual ela estava passando.

E ele conseguiu. Finch salvou Ultravioleta Markante. Porém, não foi capaz de salvar a si mesmo. 
"Você merece coisa melhor. Não posso prometer que vou estar por perto, não porque não queira. É difícil explicar. Sou problemático. Estou despedaçado, e ninguém pode me consertar. Eu tentei. Ainda estou tentando. Não posso amar ninguém porque não é justo com quem me amar me amar de volta. Você tem que saber no que está se metendo antes de se envolver."

Por Lugares Incríveis é aquele tipo de livro que afunda o dedo na ferida. A capa é colorida, mas a história não tem nada de feliz. Finch personifica a depressão e todos os tipos de transtornos. Finch acabou se perdendo dentro de seu próprio eu e não sabia mais quem era. Finch precisava de ajuda assim como milhões de pessoas no mundo precisam todos os dias. 
"As pessoas raramente levam flores para um suicida."

Se eu pudesse escolher uma autora para abraçar, ela seria Jennifer Niven. Essa mulher conseguiu associar um assunto denso, repleto de estigmas e preconceitos a uma escrita leve. Construiu personagens sólidos e uma história de partir o coração. Uma história para conscientizar, para por em cheque nossas atitudes, nossa maneira de pensar.

Levando em consideração o estado em que me encontro, eu diria que esse livro pode ser classificado como qualquer coisa, menos como infanto-juvenil. Todo drama adolescente só serviu para mascarar a brutalidade do tema. Levei um tapa na cara, um soco no estômago e uma facada no rim. Mergulhei a fundo. Abri meus os olhos. E chorei com o que vi. 
"O que percebo agora é que o que importa não é o que a gente leva, mas o que a gente deixa."


Classificação:

31 comentários:

  1. Oi, Gabi! Simplesmente maravilhoso esse livro, ainda não li mas vi tantas resenhas tão positivas que eu ainda não entendi porque não comecei a lê-lo logo.
    Beijo! http://leitoraencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Gabi!!
    É sempre bom ter um livro que mexa nas feridas, que nós faça abrir os olhos.
    Esse livro sem duvidas deve ser maravilhoso.
    Beijos,
    https://teattimee.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ola
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro. Eu também ja fiz essa leitura e fiquei completamente apaixonada pela narrativa. Concordo plenamente que a ambientação é muito densa, mas é incrivel como a autora deixou um enredo mais leve.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu já conheço a autora e já sei o quanto ela é amado proctodos, kkkk. Adorei ver mais uma resenha fantástica sobre esse livro dela, que eu tenho muita vontade de ler. Eu acho que essa trama prende qualquer um que começar a ler rsrs. Enfim, espero poder ler a obra em breve e também o seu novo lançamento que parece ser bem legal também é já está recebendo ótimas criticas até mais ver
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi Bruna, esse não é um livro infanto juvenil, como você mesmo disse, ele pode ser classificado como qualquer coisa, menos como infanto juvenil kkk Esse é um dos livros que eu mais gosto e acho que a sensibilidade da autora de escrever isso foi fantástica. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Gabi, este livro ocupa um espaço especial dentro do meu coração porque até hoje não superei o final do Finch... eu o adorava e jamais imaginaria aquele final. A conclusão da sua resenha descreve muito bem o que senti, principalmente e a facada no rim... ainda dói lembrar.
    Linda resenha, me emocionou.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gabi!
    Menina, eu ainda não li esse livro, mas do ano que vem não passa. Estou me preparando psicologicamente para ele.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
  8. Só tem uma coisa pra dizer: uau!
    Não fazia ideia de que esse livro era tão "completo" assim, que abordava assuntos delicados e consegue fazer isso com leveza.
    Se antes ele já estava na minha wishlist, agora ele tá no topo dela!
    E QUE FOTO MARAVILHOSAAAAAAAA <3

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  9. Olá! Me interessei só pelo discorrer da história e juntando ao fato que vc mais que amou a ponto de querer abraçar quem escreveu! Preciso conferir.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Simplesmente adorei esse livro, nunca li nada parecido com ele... me deu vontade de reler...

    ResponderExcluir
  11. Provavelmente este livro conseguiria abalar o meu emocional. Curti a resenha, parabéns...
    http://valorizandoosescritoresbrasileiros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Sou apaixonada por essa história, mesmo não sendo a mais feliz de todas é uma história que poderia acontecer com qualquer um e mesmo com todo o drama é uma trama quase poética. Além dos personagens serem incríveis e em cada problema e angústia deles a vontade é de dizer que vai tudo ficar bem, amei a resenha pois é exatamente isso que é a história, e ao ler é um soco no estômago. Fiquei louca para rele-lo .
    Beijos, Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oiee Gabrielle ^^
    Esse livro acabou comigo de forma esplêndida e jamais vista antes. Brincadeiras à parte... Eu chorei tanto kkkkkk' amei tanto, sorri tanto, mergulhei tanto nessa história que também quis abraçar a autora quando o terminei, e, talvez, gritar que ela tinha quebrado o meu coração e jogado para o leão comer. Foi um dos melhores livros que já li na vida ♥
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  14. A capa não condiz em nada com o enredo denso que você ressaltou. EU não o li ainda, apesar de já conhecê-lo e dos inúmeros elogios que já li sobre ele. Histórias que poderiam ser de qualquer normalmente me fazem chorar e gostar do enredo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  15. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste do livro! :) E da autora ahah abraça ela va!! hehe

    Bem, e ótimo quando nos consegue por a pensar tanto no tema e na forma de pensar sobre ele, com personagens sólidos e uma escrita leve! Vou adorar conhecer! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bom? Li esse livro ano passado e assim como você eu gostei bastante. É realmente um tapa na cara mascarado de jovem adulto, hehe. Eu só não gostei muito do final e alguns momentos durante a narrativa, mas fora isso foi uma leitura super cativante. Gostei da resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Não é de hoje que estou querendo ler esses livros.Ele está sendo bem comentado.Amo livros que nos faz refletir, a dar valor a outras coisas que não damos o devido valor.Prevejo muitas lágrimas com esse livro.Pretendo gostar tanto igual você. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  18. Nossa, a carga de emoção envolvida neste enredo, me deixou arrepiado apenas com sua resenha. A autora transforma um tema tão forte, em uma leitura leve, realmente e de se abraçar. Pois, muitos tentam, mas não conseguem condensar tanta emoção e drama.

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Me imagino chorando horrores lendo essa obra. Só tenho visto resenhas bem positivas e tenho certeza que quando ler terei uma opinião próxima a sua.
    A premissa é muito interessante e quero muito saber como o garoto consegue salvar Violet, mas infelizmente não a si mesmo.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi!

    Okay, estou aqui segurando as lágrimas para tentar escrever algum comentário sobre esse livro. Essa leitura me marcou de uma tal maneira que nem consegui escrever resenha nenhuma sobre ele. Eu amei tanto o Finch e durante toda a leitura eu tive vontade de entrar na história e arrancá-lo daquele buraco de depressão que ele se enfiou. A cena do lago doeu tanto em mim,que fico com um nó na garganta só de lembrar.
    Livro maravilhoso que entrou para os melhores do ano. 💙💙 Finch, eu te amo!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Gente que resenha profunda. Adorei. Ainda não tive oportunidade de ler este livro, mas está na minha lista desde o seu lançamento e sempre passo outros na frente (não sei porque).
    Enfim, é uma leitura que sei que vai acabar comigo, mas quer msm assim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Ooi,
    Eu AMO esse livro! Desde que li se tornou um dos meus favoritos que quero reler toda hora! A autora consegue transmitir com delicadeza doenças como a depressão e também fazer com que o leitor se sinta como o Finch e também como quem olha de fora sem entender. Parabéns pela resenha, ficou linda!
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem?
    Eu já tinha visto este título, mas não bateu aquele interesse.
    Achei a sua resenha fantástica. Dissertação maravilhosa, mas não sei minha lista de leitura já está enorme. haha
    Fico feliz que você curtiu a leitura.

    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  24. Oiii! Adorei a resenha, foi bem fiel ao livro! Li faz tempo, mas realmente é um livro muito bom!! Parabéns pelo blog, é lindão!! https://mycutebubble.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  25. Oii, Gabi. Tudo bem?
    Menina, adorei a sua resenha :) parabéns!
    Eu já tinha muito interesse em ler esse livro, mas com certeza com a sua resenha fiquei com mais vontade.
    Eu tenho depressão e uma outra penca de problemas do tipo, então acabo sempre me interessando em ler livros do tipo. Fico na curiosidade para saber como o autor desenvolveu a mesma. Porque infelizmente, muitos livros mostram essas situações como algo bonitinho e até romantizado. Quando não é nada disso na vida real :( Então fico feliz em saber que apesar da escrita leve, a autora conseguiu colocar a profundidade necessária para falar sobre esses temas. Que sirva de alerta para muitas pessoas.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oie!
    Primeiro: adorei sua resenha.
    Segundo: MAS QUE CAPA LINDA É ESSA? Achei super fofa e sou do tipo que julga muito um livro pela capa (sorry).
    Gosto desse livros que mecham com o emocional e com a sua dica, vou providenciá-lo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  27. Oi, Gabrielle!
    Tanta gente fala bem desse livro, mas sei que essa não é uma leitura para mim. As histórias trágicas e tristes não me fazem bem, sempre fico um pouco depressiva quando me arrisco nessas leituras. Por isso, não vou aproveitar a dica, mas é uma ótima opção para quem gosta do gênero.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  28. Oi Gabi, tudo bem?
    A capa dese livro e o título nos arremate mesmo a pensar em uma história alegre mas o tema suicídio e depressão é bem pesado e acho que o autor usou isso para amenizar um pouco. Ainda não li esse livro mas está na minha lista de desejados.
    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Já tinha lido milhares de resenhas desse livro, muitas mesmo
    mas nenhuma me dispertou essa vontade de ler o livro como a sua, e eu não sei se foi coisa da cabeça mas você deu uma dica do final o que me deixou ansiosa para saber se realmente acontecesse isso mesmo que eu estou pensando

    ResponderExcluir
  30. Oi, gabriele, que bacana ver que esse livro foi forte para você e que você gostou dele. Gostto do fato de a autora abordar temas tão fortes com uma escrita leve, e gosto desses livros com temáticas fortes, por isso espero ler.

    ResponderExcluir
  31. Oii, tudo bem?
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas muita gente falando muito bem desse livro que um dia terei que me render. Eu gostei bastante da premissa dele na resenha e quero muito ler para ver se vou gostar tanto quanto todos gostaram.
    Amei o post, parabéns pelo blog maravilhoso.
    Abraços Mary do blog Leituras da Mary

    ResponderExcluir