sábado, 10 de setembro de 2016

[Resenha] Essa luz tão brilhante, Estelle Laure

Título: Essa luz tão brilhante
Autora: Estelle Laure
Editora: Arqueiro
Páginas: 208
Onde comprar: Saraiva | Submarino

"Sabe quando as pessoas falam sobre um choro que às vezes parece um monte de ondas quebrando em cima delas? Eu nunca tinha entendido isso até agora, mas, quando a primeira onda me atinge, parece que estou me segurando. Estou me segurando e lutando contra ela. Meus olhos se enchem d'água e não vou deixar as lágrimas me vencerem. Mas aí elas vencem e eu me entrego."

Lucille nunca quis tanto ter 18 anos logo, e não pelos motivos bobos de -falsa - liberdade que todos esperam sentir. Não. Ela PRECISA completar anos. Ela precisa impedir que alguém descubra a verdade, a de que foi abandonada pela própria mãe depois que o pai enlouqueceu e resolveu se esconder em alguma clínica desconhecida. Ela precisa cuidar da irmã mais nova, Wren. E também precisa desesperadamente de Digby Jones, o irmão de sua melhor amiga, Eden. Que por acaso já tem namorada.

Lucille tem apenas 17 anos, mas é encantadoramente corajosa e forte.

"Tenho pensado que talvez existam coisas que simplesmente não podem ser explicadas. Que talvez, quando várias coisas ruins acontecem, coisas boas vêm logo em seguida"

Nunca fui muito fã de histórias YA, mas, ultimamente, algumas delas têm me surpreendido. Essa luz tão brilhante é um desses casos. Apesar da premissa ser atrativa eu não esperava sentir aquela vontade de abraçar o livro quando terminasse. (Sim, eu abracei, transitei pelas páginas novamente e reli todas minhas marcações.)

Mas o que este livro pode ter de tão diferente?

Então... Quase tudo e quase nada. No fundo, o que tem de mais conquistador nesta história dramática é a simplicidade. Tudo nela é simples e nem por isso menos tocante.

Ainda assim, nem tudo é flores. Gostei do livro? Amei. No entanto, houve um defeito que me incomodou diversas vezes: a narrativa dinâmica e superficial. Quando você vira a última página a sensação é de "poxa, é lindo mas não consegui sentir nada com intensidade". O leitor até sofre por Lucille, sente raiva da irresponsabilidade dos pais e torce para que tudo dê certo... Mas faz tudo isso de longe. Senti que havia um abismo entre mim e os personagens, os acontecimentos. Só que volto a repetir: isso não faz da história menos tocante, menos linda.

O mais importante é que, apesar deste grande pesar, apesar da narrativa quebrar um pouco a conexão leitor - personagem, é impossível largar Essa Luz tão brilhante antes de chegar ao desfecho. É impossível não sentir aquele gostinho de "quero mais". E é impossível não sentir vontade de abraçar este livro.

"A maior parte das pessoas vacila a vida toda. Nunca se deixam cair, nunca dão a cara a bater. Só seguem com a maré, tentando fazer o que acham que deve ser feito. Nunca tentam encontrar o que é verdadeiro para elas, por que isso significaria ser corajoso de um jeito que as pessoas não são."



Classificação:


24 comentários:

  1. Eu adorei a premissa do livro e estou bem curiosa para lê-lo. Deve ser muito difícil passar por tudo isso e ainda se manter forte. Apesar da crítica, ainda quero muito ler e espero fazê-lo em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura || Participe do top comentarista e concorra por um livro a sua escolha.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo! Dá pra notar essa simplicidade que você citou logo na capa, né? Lindo mesmo ♥

    www.adolecentro.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei conhecer o livro, que capa incrível <3

    Tem promoção ativa no meu cantinho, será sorteado 14 livros + 1 kit de mimos para 6 vencedores. Vem participar!

    http://cantiinhodamarii.blogspot.com.br/2016/09/promocao-independencia-e-livros.html

    ResponderExcluir
  4. Olá Gabrielle,
    Achei a premissa do livro muito interessante. Li algumas sobre ele hoje, e parece que todos tiveram a mesma opinião sobre a conexão com os personagens e o desfecho da história. Coloquei na minha lista de leitura, vamos ver né?
    O trabalho de capa ficou muito lindo!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!

    http://www.booksimpressions.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa não é a primeira resenha que vejo desse livro, confesso. Mas as opiniões são sempre muito parecidas: um livro ótimo com pouco aprofundamento. É tão chato quando isso acontece, não é? Ainda assim, com essa capa lindíssima, com esse enredo instigante e ao mesmo tempo simples como você mesma disse, ainda tenho vontade de ler. Espero ter essa oportunidade muito em breve.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Gabrielle. Gostei muito da sua resenha e, como sempre, muito sincera. Eu estou bem curiosa com esse livro e você me deixou encafifada com essa resenha, porque motivo ela precisa impedir que alguém descubra que foi abandonada pela mãe e o pai enlouqueceu?
    Acho a capa bem bonita e espero que eu goste da leitura. MAs essa superficialidade me incomoda também, mas dependendo da obra eu deixo passar.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gabi!
    Eu tinha uma ideia completamente diferente da história, mas depois que li algumas resenhas, fiquei com muita vontade de conferir.
    Essa capa é muito linda!
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do Balaio de Babados e Postando Trechos
    Participe da promoção 1 Ano de Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  8. Olá.
    Eu amo YA e esse livro já entrou na minha lista de desejados. Gostei da sua resenha e da sua sinceridade. Só de olhar para essa capa, já sinto vontade de abraçar o livro rs (que por sinal, está linda!).

    Beijos. | * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  9. eu ainda não li esse livro mas fiquei morrendo de vontade ler.

    adorei sua resenha.

    ❤ Blog O diário de uma mãe solteira ❤

    ResponderExcluir
  10. Wow, gostei muito da sua resenha, flor! Como você, não sou exatamente fã de YA, mas vários deles parecem surpreender. Esse, por exemplo, ainda desconhecia. Sua opinião foi bastante convidativa para mim. Que pena, no entanto, que a narrativa tenha soado superficial em alguns momentos.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Gabi! Tudo bem?
    Não conhecia o livro! Mas adorei, amei sua resenha e estou curiosa para saber mais sobre esse livro. Mesmo que seja um pouco superficial, não me importo, pois as vezes gosto de ler livros assim, que não exigem muito do leitor! Dica anotada!
    Bj

    ResponderExcluir
  12. Olá, a capa desse livor foi a primeira coisa que me chamou a atenção assim que ele foi lançado, depois o título curioso, e quando fui ler a sinopse no skoob, adicionei ele na hora a minha lista de desejados, pois achei a premissa muito interessante. Eu gosto bastante de YA, e talvez eu leia e consiga me conectar com a história de uma forma diferente da que você sentiu.

    ResponderExcluir
  13. Adorei essa capa! O degradê de cores é incrível, já anotei a dica, pois amo YA e esse parece maravilhoso!
    Beijos, Lari.
    segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem ?
    Não conhecia este livro, mas devo dizer que me encantei pela capa, hahaha <2
    Achei o tema do livro muito interessante e já quero ler pra saber se a história é tão incrivel quanto a capa, rs! De qualquer forma, a sua resenha está ótima e despertou meu interesse :D

    Beijos,
    Késsia Oliveira
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu ando cada dia mais maluca pra ler esse livro. Juro que ontem passei correndo na frente de uma livraria, porque ele estava na vitrine e eu não posso gastar!
    Amei a resenha!


    Beijos,
    Sara | Lendo com Amor
    www.lendocomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá, Gabrielle! Nunca li o livro, mas já havia lido algumas resenhas e parece uma leitura interessante! Adorei a sua e o destaque para a personalidade de Lucille! E essa capa? <3 Acho linda!
    Parabéns pela resenha!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia este livro mas ate gostei da premissa! :) E fiquei curioso com o livro... :)

    Mas e uma pena realmente que a narrativa seja assim tao superficial... Enfim, não aprecio nada mesmo! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  18. Oii,
    Eu sou tipo o louco do YA, leio quase todos! Esse já estava na minha lista por conta da capa que é muito linda! A historia eu tinha lido só uns trechos de uma outra resenha e já tinha me interessado, mas depois que eu li a sua resenha e a sua opinião já sei que eu quero muito esse livro hehe.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    A história me pareceu ser super bonita e fiquei com muita vontade de conhecer os personagens, suas lutas e ver o que acontecerá com eles. A sua resenha foi envolvente e sincera, sei o que esperar de positivo e negativo e isso torna a leitura melhor ainda. Obrigada pela dica.

    umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi Gabrielle!
    Já tinha visto essa capa por aí, mas nunca tinha me animado por saber mais. Fiquei bem encantada com a história, de que mesmo simples, chega a ser tocante. Mas já me incomodei por esse "abismo" que a autora deixou a desejar, amo dramas e amo mais ainda quando são arrebatadores que mexe com a gente. Então, fiquei um pouco receosa. =( O bom é que se eu tiver oportunidade de ler não irei com tanta cede ao pote e deixar me levar com o tipo de narrativa - distante rs - que ele tem.
    Bela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Vi diversas pessoas comentando o livro com perfeição, e gostei bastante da sua sinceridade de falar que, mesmo o livro possuindo uma história muito bonita, não conseguiu se envolver tanto assim. Eu também não curto muito YA mas comecei me aventurar em algumas obras do gênero, quem sabe eu não tenha a oportunidade de ler este algum dia :)

    ResponderExcluir
  22. Já vi alguns textos falando sobre o livro e sinceramente gostei bastante da sua resenha sobre ele, me deu muito vontade de ler, Bjs.

    ResponderExcluir
  23. Achei a premissa do livro um tanto interessante e ao mesmo tempo que poderia cair no quesito apenas mais um do mesmo...
    Pelo que li na sua resenha, isso não acontece e é bom ver que a autora soube levar a trama com simplicidade e que isso ganha o leitor. Ao mesmo tempo, fiquei com pena de que não há uma grande conexão entre leitor e personagem. Acho que isso faria um bom livro se tornar em um livro perfeito. Não vejo a hora do meu chegar e eu embarcar nessa leitura...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  24. Oi Gabrielle,
    Esses livros tem umas premissas interessantes, por mais que alguns podem ser mais superficiais, né. Sempre ficam algumas liçoes para a gente pensar. :)
    Gostei da dica!
    beijos

    ResponderExcluir