sexta-feira, 8 de julho de 2016

Para Refletir #04


Olá leitores!

Há muito tempo não trago essa postagem. Em partes, porque tenho lido pouco e, em partes, porque tenho gostado de guardar esses trechos mágicos que mudam completamente meu pensamento. Recentemente, li um livro que mexeu muito comigo: Simon vs. a Agenda Homo Sapiens. Esse livro foi repleto de marcações e mais marcações, pois ele tem passagens, realmente, incríveis. Mas, uma em especifico me fez pensar demais e gostaria de compartilhar isso com vocês.

“Ele falou sobre o oceano entre as pessoas. E que o objetivo de tudo é encontrar uma margem até a qual valha a pena nadar.”

Explicando o contexto, esse trecho é a reflexão do personagem principal, Simon, sobre algo que Blue, seu amigo virtual, falou por e-mail e acho que não poderia ser mais pertinente. Pois, se pararmos para refletir, é como se cada um de nós vivêssemos em uma ilha e tivéssemos todo um oceano ao nosso redor. Estamos estagnados em nossos mundos e precisamos continuar a viver porque, por algumas pessoas, teremos a coragem de enfrentar o mar e nadar até chegar a ela.

Essa analogia, nada mais é, do que mostrar que é possível você querer se esforçar e fazer algo por alguém. Você dar seu melhor para ficar com a pessoa.

Espero que vocês tenham gostado da minha escolha e gostaria que me dissessem se esse trecho, de alguma forma, fez vocês refletirem.


Beijos,

20 comentários:

  1. Morro de amores por essas frases que nos fazem refletir, tenho até um bloquinho cheia delas hahah e essa frase é linda mesmo, concordo com a sua reflexão sobre ela!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna, esse trecho realmente nos faz pensar. Adorei sua escolha.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  3. Olá Bruna, tudo bem? :)
    Este trecho para além de fazer refletir, inspira, adorei! Continua com os posts maravilhosos.
    Já tinha saudades de passar aqui no teu blog, se puderes passa lá no meu também ficarei muito grata! Beijo ♥
    Blog Alexandra's World

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bru!
    Esse trecho e seu texto me lembrou uma frase ae de algum autor que não lembro agora que diz "Nenhum homem é uma ilha".
    Sim, podemos até ser rodeados pelo "oceano", mas não conseguimos viver sozinhos na nossa ilha particular. Sempre queremos criar um "arquipélago" com outras pessoas que valham a pena
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  5. Adorei seu blog, gostei muito da frase e ela realmente me fez pensar no sentido dela. Principalmente o de enfrentar algo para encontrar alguém muito esperado.
    Parabéns pela matéria.
    Abraços!
    umlivroabertoig.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Bru.
    Eu falei que ia ler este livro e estou lendo. Esse trecho só me fez ficar mais curiosa ainda, não vejo a hora de chegar até ele e pensar mais amplamente sobre isso. Já li quase 50% e estou apreciando demais a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Eu estou bem curiosa para ler esse livro, e espero poder ter a oportunidade de ler logo. Só venho lendo comentários positivos e gsotei muito de ler sua reflexão. E sobre o trecho que você citou acima, achei maravilhoso e realmente há muito o que se pensar. Adorei sua escolha!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Bruna, adorei o trecho escolhido. Realmente nos faz para e pensar também que qualquer margem tem a sua beleza e importância, umas serão mais coloridas que outras, mas sempre terá algo para acrescentar, ou seja, há fatos que não nos motivam a ponto de sair do lugar naquele momento, mas isso não que dizer que não valerão à pena. E muitas vezes, são nessas nuances que conseguimos grandes momentos de felicidades.
    Bjim!
    Livreando | Facebook

    ResponderExcluir
  9. Puxa vida, esse trecho nos faz refletir profundamente, assim como o oceano mencionado. Estamos todos nadando em busca de uma margem na qual encontraremos segurança para nossas vidas!
    Foi bom você ter falado desse livro pois agora vou procurar a resenha dele!
    Parabéns pela publicação.
    Sucesso!
    Filipe Penasso - Pena Pensante

    ResponderExcluir
  10. Oi Bruna!
    De fato, algumas frases tem o poder de nos levar para o mundo das reflexões e as vezes permanecemos lá por horas e horas, sem se importar com mais nada, apenas com nossos pensamentos. Adorei a escolha da frase!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ah, que lindo esse quote que você retirou do livro.
    Realmente é bastante reflexivo e concordo com o que você mencionou no post, pois quando esse alguém vale a pena você sempre irá buscar dar o seu melhor.
    Estou agora ainda mais curioso em fazer a leitura de Simon Vs A Agenda Homo Sapiens, amei o post Bruna (parabéns!).

    Beijos,
    Luan - Carpe Diem Literário.

    ResponderExcluir
  12. Oiii!!

    Eu não li esse livro ainda, mas tenho muita curiosidade. O pessoal da Intrinseca morreu de amores sobre o livro.
    Gostei muuuuito da frase escolhida e da sua análise sobre. Eu concordo HAHAHA.
    Espero que tenha a mesma experiência que você.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Bru

    Muito bonito esse trecho. No meu caso eu vivo isso metafórica e literalmente. Meu namorado é alemão, ou seja, há de fato um oceano inteiro entre nós, mas há quatro anos vivemos atravessando esse oceano na nossa busca incessante por um abraço, um carinho, um beijo...

    Filosofei, né? hahahahahah

    Esse livro é muito bem falado. Nunca li nada com temática LGBT, mas esse chama muito minha atenção.

    ResponderExcluir
  14. A vida fica bem mais bonita quando encontramos alguém por quem vale a pena nadar e melhorar a forma de ser. Muito bonito e reflexivo o quote que escolheu.
    BJ

    ResponderExcluir
  15. Oi Bruna!
    Gostei muito do trecho e da sua reflexão sobre ele. Foi exatamente o que eu pensei ao lê-lo. Sim, somos ilhas "à espera" de alguém que atravesse o oceano para chegar até nós. Esse oceano seriam as coisas ruins, as paredes que vamos criando ao longo dos anos, etc. E a ilha seria o que realmente somos, as coisas boas, tudo que há de melhor em nós.
    Deve ser uma delícia encontrar alguém disposto a nadar, nadar e nadar.
    Espero não ter ficado confuso, rs.

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Gostei imenso deste post! :) A expressao tem algumas interpretações (e variadas), mas gostei muito da tua! :)

    Bem, eu adoro esses momentos de reflexao para alem das resenhas habituais... :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Oiee Bruna ^^
    Eu estou mega curiosa para ler este livro ♥ Que trecho mais lindo! Imagino que não seja o único quote bonito do livro, né? Já estou preparando meu caderninho de frases aqui...haha' Achei lindo mesmo, acho que todo mundo deve ter uma margem para a qual nadar pelo menos uma vez na vida, né? Alguém por quem valha a pena atravessar o oceano, por mais assustador que seja ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Esse livro não me atrai muito, mas adorei o trecho que você escolheu para dividir com a gente! É uma analogia super pertinente essa de termos um oceano em volta e escolhermos por quem vale a pena enfrentá-lo para chegar na margem. Tem pessoas que com sua simples existência nos tornam melhores, e com certeza vale a pena enfrentar qualquer mar para tê-las por perto!

    beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  19. Olá Bruna!
    Gostei muito da postagem e achei ela bem diferente por trazer um trecho marcante de um livro que você leu. Muitos trechos marcam um livro, mas são poucos que realmente guardamos no coração. Concordo que quando gostamos de alguém, vale a pena sim enfrentar os obstáculos para ficar ao lado da pessoa. Gostei muito da reflexão.
    Beijos.

    Um Rascunho a Mais

    ResponderExcluir
  20. Oi Bruna,
    Eu tenho visto sempre falarem dessa obra mas ainda não tive a oportunidade de ler.
    Gostei do trecho que você escolheu, foi profundo, mas infelizmente não conseguiu me fazer refletir sobre nada, pois eu tenho o hábito de não me aprofundar em trechos de livros que não li, pois acho que sempre precisamos do contexto.
    Beijos

    ResponderExcluir