sexta-feira, 17 de junho de 2016

[Resenha] A Coroa, Kiera Cass - A Seleção #5

Título: A Coroa
Autora: Kiera Cass
Série: A Seleção #5
Editora: Seguinte
Páginas: 310
Onde Comprar: Saraiva

A resenha poderá conter spoilers dos livros A Seleção, A Elite, A Escolha e A Herdeira.

As coisas não andam bem. A mãe de Eadlyn não está bem, ela sofreu um ataque do coração e está mal. Por consequência, seu pai se afasta do cargo e a deixa tomando conta de tudo, mas a população não está preparada para tê-la como governante ou, como notei, não querem que ela seja.

Eadlyn está sozinha e, mais do que nunca, precisa ser forte e mostrar para o povo que ela se importa. É nesse meio tempo, que aparece uma pessoa, filho de ex-amigos do seu pai, que promete abalar muito as estruturas.

Não vou relevar mais nada sobre a história, pois acho legal, nesse volume, contarmos com o fator surpresa.

Se me disserem que preciso definir esse livro em uma palavra diria que é surpreendente, tanto no lado positivo quanto para o lado negativo.

Eadlyn não é uma personagem cativante, como America foi, e acho que esse é um dos motivos para muitos leitores terem se decepcionado. Entretanto, como disse na minha resenha de A Herdeira, gostei de a Kiera ter abordado mais a questão política e, meu Deus!, como essa questão está acentuada nesse volume. Essa evidência do tema, deve-se ao fato de Eadlyn precisas governar, mesmo que não se sinta preparada para tanto. Apesar de Kiera tem acentuado essa questão, ela trabalhou mais a questão do sentimento e tratou de amolecer um pouco o coração de pedra de Eadlyn.

Mas (quase sempre tem um mas) esse livro tem muitas reviravoltas que não podemos imaginar, sério. Em algumas partes você tem absoluta certeza de quem Eadlyn vai escolher, em outro ela já mudou de opinião. É como se o sentimento estivesse ali, mas fosse extremamente superficial e isso não me agradou de forma alguma. Mas – até esse mas tem um mas – a autora trabalhou o sentimento bem nas últimas páginas do livro o que deixou o final extremamente corrido. Se o livro tivesse mais umas 50 páginas, ela conseguiria dar algumas outras respostas que ficaram pendentes.

A leitura, no geral, foi bem agradável e recomendo ela. Apenas gostaria de saber se terminará por aí a série ou teremos mais, pois o final desse livro conta com uma previsão de mudança enorme para o país. Será que teremos uma Seleção com o (a) filho (a) da Eadlyn? Acho que os fãs não gostariam, mas não podemos descartar essa possibilidade.

Classificação:


3 comentários:

  1. Oi, Bru!
    Olha, eu não gostava muito da America e piorou com a filha, mas continuei a história por conta dos personagens secundários.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu li o livro recentemente e adorei o final, mas também concordo que achei os sentimentos de Eadlyn e o rapaz que ela escolheu muito corrido, como se eles mal se conhecessem e já se amassem. De todo gostei de tudo!
    Beijo.
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  3. Olaa! Adoro a trilogia A Seleção, entendo que os fãs adoram quando os autores pretendem lançar livros novos derivados da série principal, mas prefiro fingir que A Herdeira e A Coroa não existem. Gostei dos dois livros, sim, contudo teria sido melhor se tudo tivesse realmente acabado em A Escolha! Sua resenha ficou ótima anjo! Parabéns!
    Seguindo!

    Beijão da Lari!
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir