terça-feira, 12 de abril de 2016

[Resenha] A Lista Negra, Jennifer Brown

Título: A Lista Negra
Autora: Jennifer Brown
Editora: Gutenberg
Páginas: 272
Onde Comprar: Americanas | Saraiva | Submarino

Opinar sobre A Lista Negra é complicado. É um livro bem estranho porque a escrita e o desenvolvimento são fracos, mas a moral não. (Eu meio que entrei em contradição e não consigo responder se é um livro bom ou ruim.) O assunto abordado é algo bem atual e que, por isso, nos atinge de modo certeiro. Então, se você procura um livro para relaxar, não leia este, pois a trama trabalha bastante o psicológico e a leitura se torna bastante pesada. Jennifer Brown tenta mostrar até onde o bullying supera os limites de quem sofre e de quem pratica, nos fazendo questionar também quem é o verdadeiro vilão da história: aquele que não mede as consequências da falta de respeito, ou aquele que perde a razão ao tirar a vida desse tipo de pessoa.

Valerie Leftman é a típica garota sem estrutura familiar, que nunca teve nenhum tipo atenção dos pais. A aparência e o dinheiro sempre foram mais importantes para eles que o carinho e o afeto, e a garota acabou crescendo em um ambiente completamente desconstruído.

A situação de Nick Levil não é diferente. Embora o livro não enfoque muito na vida deste personagem, se percebe claramente que a vida do garoto também era caracterizada por falta de estrutura familiar.

Em se tratando de adolescentes, acho que não é nem um pouco surpreendente para ninguém as características típicas desenvolvidas: eles fazem de tudo para chamar atenção e por isso acabam virando alvo de bullying.

As semelhanças acabaram por aproximar Valerie e Nick, mas um deles acabou perdendo a sanidade ao sair atirando em todas as pessoas que odiava. Os nomes das "vítimas" estavam todos em uma lista escrita por eles.

Bem, quanto a uma das coisas que mais me incomodaram foi justamente ao fato de a narrativa não focar em Nick Levil. Senti necessidade de saber mais coisas uma vez que toda a história decorre a partir de uma atitude extrema por parte dele. Inúmeras perguntas rondavam minha mente e como não foram respondidas vários buracos se formaram na história.

A narrativa em si foi outro problema para mim. Ela não é linear e oscila entre o presente de Valerie e as lembranças dela. Não que eu tenha algo contra isso, mas a maneira como foi construída incomoda bastante e pode causar confusão na cabeça do leitor.

Finalmente sobre a personagem principal: tive pena, dei razão muitas vezes para ela mesmo quando errada e chorei junto. As atitudes de Valerie despertam, na maior parte do tempo, raiva e incompreensão, porém bastava se colocar no lugar dela. Acho que só quem sofre bullying consegue entender de verdade o quão difícil é - e não só bullying na escola, ela também sofria dos próprios pais.

Pode parecer bem horrível o que estou prestes a dizer mas... Será mesmo que Nick Levil estava errado em sair atirando? Porque, olhem ao redor, olhem para o passado da humanidade e me respondam: o ser humano aprende com os acertos ou com as tragédias? Sim, aprendemos com tragédias e é aí que que está a maior lição de A Lista Negra. Não espere chegar a esse ponto, não pratique bullying, não seja intolerante, não seja o típico imbecil.

No entanto, como um todo, eu esperava um pouco mais. A moral é sim um tapa doido na cara mas a história é fraca. O final para mim, além disso, soou completamente desconexo, sem ligação nenhuma com o desenvolvimento da história. Tive a impressão de que Jennifer queimou muitos neurônios para tentar escrever um final coerente mas não conseguiu. Por isso acabou colocando no papel qualquer um.

O saldo é positivo e recomendo a leitura. Mesmo o desenvolvimento não sendo lá grande coisa é bom levar alguns choques de realidade às vezes. Leiam.

"Um é meu número favorito. Em inglês, a palavra 'um' tem o mesmo som do passado de 'vencer' e podemos todos dizer no final do dia que vencemos de novo, não podemos? Em alguns dias, chegar ao fim do dia é uma grande vitória."



Classificação:


31 comentários:

  1. Sempre quis ler esse livro e até comecei numa versão para o kindle, mas acabei largando. Achei ele muito pesado e isso não teria problema nenhum, mas não gostei muito da forma que o assunto estava sendo tratado. Não sei, talvez eu tenha tentando ler em um momento errado da minha vida. Avancei poucas páginas e não consegui me sentir "tocada" pela história ou pela personagem principal, por mais horrível que seja o que ela estava passando. Vou tentar lê-lo em outro momento!

    Beijos
    Jana Teixeira - Aquela Borralheira

    ResponderExcluir
  2. Li um livro bem parecido com o que você relatou na resenha e eu criei tanta expectativa para ele por nada, as vezes os livros acabam nos decepcionando um pouco, mas fazer o que ne?!
    Beijoos. ❤
    http://www.amordeluaazul.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Gabrielle! Li esse livro há algum tempo e fiquei bem impactada e pensando a respeito. Minha conclusão tem a ver com o seu questionamento a respeito do Nick estar errado ou não: em situações assim, cada uma das pessoas é um pouco culpada e um pouco vítima.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  4. Esse é um daqueles livros que estão lá na minha lista de desejados, mas que não estou correndo pra ler.
    Quando tiver uma oportunidade, um preço bom ou algo assim eu leio.

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu já li vários comentários positivos e negativos sobre esse livro, mas de qualquer maneira quero muito ler esse livro. Conheci a narrativa da autora em Amor amargo, outro título seu, e gostei bastante, por isso ainda quero ler esse. Sua resenha foi muito bem desenvolvida e me fez perceber novos pontos de vista sobre a obra, especialmente sobre questões mais realistas e de como o enredo deve mexer com nosso psicológico.
    Beijos, Fer ♥

    ResponderExcluir
  6. Eu comprei ele recentemente e, após sua resenha, pretendo que ele seja minha próxima leitura, para ver a minha opinião. Nesse momento, preciso de uma leitura que se distancie das minhas anteriores e acredito que esse livro cumpre essa função.
    Otimo post!
    http://blogleitorit.blogspot.com/


    ResponderExcluir
  7. Oie, eu gostei muito desse livro quando o li mas juro que não consigo lembrar bem do final, até porque ele se confunde na minha mente com o livro Dezenove minutos, Da jodi picout que traz essa mesma temática, mas gostei dessa narração entre presente e as lembranças dela, e assim como você acho que poderia ter sido focado um pouco mais na visão do menino. É um livro bem pesado e psicológico e adoro esse estilo, então lembro que gostei bastante, e estou com vontade de reler para poder lembrar da trama toda com todos os detalhes.

    ResponderExcluir
  8. Gracielle sua linda, venha aqui para conversarmos: eu também esperava bem mais em função de tantos elogios. Como você, sei o quanto o tema é sério e o quanto o enredo do livro foi forte, mas o final, também não me convenceu.
    Independente disto, gostei muito da escrita da autora e da coragem que ela teve em criar a história. Já leu Amor Amargo? É um milhão de vezes melhor.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Ai Bruna, história fraquinha é? Então não é comigo... embora vc tenha dito que a moral da história é um tapa na cara, não tenho certeza se daria uma chance a esse livro, acho que até pela temática mais adolescente... já passei dessa fase desse tipo de leitura. Acho que a própria capa dele já entrega que é meio adolescente... então, depois da sua resenha, só confirmei que não quero ler esse livro. Beijos, Bruna! :)

    ResponderExcluir
  10. Já vi muita gente falando maravilhas desse livro, mas em nenhum momento eu tive o interesse de fazer a leitura dele, até porque eu acho que não ia gostar muito desse gênero de leitura. Mas mesmo assim me parece aquele livro que nos faz pensar, porque se trata de algo bem sério a trama. Eu não sei se leria, mas quem sabe um dia. Adorei a maneira como você abordou sua resenha e explicou tudo. Mas até então nao tive muito interesse na leitura não.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/04/memorias-literarias-8-amigos-e-loucuras.html

    ResponderExcluir
  11. Eu vejo só criticas boas desse livro e quero lê-lo há tempos, mas nunca dá :/
    Quero lê-lo o mais rápido possível :3

    ❥Blog:Gordices Literárias

    ResponderExcluir
  12. Oi, Gabrielle!
    Recebi esse livro de uma troca na segunda porque adoro livros que tratam de aspectos psicológicos, bullying e tal. Fiquei triste em ler que a escrita e desenvolvimento são fracos, mas é bom que minha expectativa caia um pouco pra evitar decepções haha

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras|Vem participar da resenha premiada e top comentarista de abril ♥

    ResponderExcluir
  13. Oie Gabrielle,
    Já quis muito ler esse livro, a mais ou menos um ano atrás estava tentando comprá-lo e tals, mas acabei perdendo o interesse, e na minha fase atual não tenho vontade nem disposição pra ler algo mais denso, estou me alimentando de leituras leves e descontraídas que fluam naturalmente. Apesar disso reconheço a importância de se abordar essa temática, que como você disse é bem atual e recorrente entre a juventude.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  14. Oi *---*

    Todo mundo que lê esse livro fica impressionado com a obra e eu me incluo nisso. Também achei o desenvolvimento do enredo não muito impressionante mas ai que esta o negocio dos livros da autora, ela coloca os fatos em coisas reais e que realmente podem ou já aconteceram trazendo realidade e vivacidade pras estórias, se tivesse coloca uma menina que superou e seguiu em frente não mostraria o que o bullying causa nas vidas das pessoas e de certa forma a protagonista se culpa pelo que aconteceu então é complicado viver dessa forma. Achei o final muito bacana e mostra o quanto é importante as pessoas se unirem pra superarem fatos tão difíceis. Enfim creio que mesmo assim a leitura foi positiva pra ti e fico feliz por isso.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Gabrielle, que pena que você não curtiu o livro, eu sempre ouço pessoas elogiando um monte ele e sempre tive uma vontade de conhecer a trama, eu gosto desses livros que nos dão um choque de realidade e que tem temas pesados, acredito que apesar dele não ter te agradado, talvez me agrade, e ainda quero ler para ver o que eu acho.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. Eu estou enrolando há ERAS pra ler esse livro, e sua resenha me deixou ainda mais curiosa!!

    www.literaturaliteral.wix.com/litblog

    ResponderExcluir
  17. Oi,Gabrielle
    Eu gosto muito de livros que falam do bullying, e que mexem com nosso psicológico, então acho que essa seria uma ótima leitra para mim. Além disso, ouço tantos elogios.
    Uma pena que esperava um pouco. Espero ler em breve.

    ResponderExcluir
  18. Já tinha ouvido falar do livro, mas sua resenha foi a mais bem detalhada. Parabéns!

    http://www.leiturasecomidinhas.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi!
    Sempre vejo resenhas falando bem, elogiando horrores esse livro, mas a sua me pareceu bem mais real e sincera.
    Imagino que eu ficaria igual a você, pensando se a ação do protagonsita foi tão errada, já que as pessoas os tratavam tão mal, e essa moral de o ser humano aprender com as tragédias explica muito o livro, pois deixa aquela mensagem para não fazermos isso nunca, regrarmos nossas palavras e ações contra o próximo.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  20. Olá :D
    Esse livro estava na minha lista de desejados mas depois dessa mega resenha super detalhada acabei de retirá-lo pois tinha muita expectativa acerca mas pelo jeito ele não irá supri-las.
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Tinha muitas expectativas com esse livro, parece que a capa é melhor que o conteúdo então :T

    www.entrecartaseamores.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Adorei Seu Blog
    Eu Adorei Seu post

    eu to seguindo seu blog
    Segue O Meu Blog de Volta
    Meu BLog http://minhacorpreferidaerosa.blogspot.com.br/

    beijos

    ResponderExcluir
  23. Nossa! eu já tinha visto alguns comentários sobre esse livro mas a sua resenha é a mais sincera que eu já vi. Eu tenho muita curiosidade de fazer essa leitura, mas sempre tive o pé atrás. No geral, eu acho que o livro me agradaria sim, mas esse final, ai gente, não sei o que pensar sobre ele mas estou quase certa de que me decepcionaria.

    ResponderExcluir
  24. Oi Gabrielle, tudo bem?
    Sou doida para ter esse livro em mãos! Li muitas críticas boas a respeito dele e, mesmo você não gostando do desenvolvimento dele, acredito que ele fará me refletir e amo livros assim. Adoro o fato da autora escolher um tema polêmico e abordá-lo em seus livros (como ela fez com Amor Amargo), pois pode parecer bobo, mas as pessoas invisibilizam o bullying e acho importante debatê-los para que as tragédias sejam cada vez mais evitadas.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  25. Ola Gabi eu estou doida para ler esse livro e tentar entender um pouco os protagonistas, para quem sofre o bulling deve ser muito complicado lidar com isso e cada pessoa reage de uma maneira, infelizmente ainda temos casos de desrespeito com o ser humano através de atitudes como essas. Tema bem polêmico que pretendo ler em breve. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Não é o meu tipo de livro mas curti a premissa. É o tipo de assunto que sempre tem que haver novos e novos livros.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - MEGA SORTEIO DE ANIVERSÁRIO! LANÇAMENTO STEPHEN KING + TIMOTHY ZAHN E RENATA VENTURA AUTOGRAFADOS!

    ResponderExcluir
  27. Oiee Gabi ^^
    Já faz um tempão desde que eu li esse livro, então não me lembro se a narrativa dele me agradou ou não *-* lembro de ter gostado da história em si, e de como a autora abordou o assunto e criou os personagens. É um livro um tanto forte, né? Eu também não me lembro do final...kkkk' fiquei curiosa agora para saber o que aconteceu nele, acho que vou acabar relendo o livro *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Oie!
    Nossa, que pena que não gostou tanto da história. Já li tantos comentários positivos, que sempre esperei mais desse livro. Mas mesmo assim, vou dar uma chance e vou ler essa trama para ver o que acho da história.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  29. Oi!!!
    Faz muito tempo que estou querendo ler esse livro mas até agora não tive oportunidade,já vi algumas resenhas positivos e minha curiosidade com relação a essa estória só aumenta a cada dia..Quero muito saber qual foi o gatilho final que fez com que Nick tomasse uma decisão tão desastrosa dessa e também sobre a Valerie.

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Olá!

    O livro parece ser interessante w por se tratar de algo que realmente acontece no dia a dia, principalmente nos EUA, aqui aconteceu apenas uma vez. Mas sabemos que é comum alguem sofrer Bullying e depois quando chegar ao extremo entrar em uma escola e sair matando todos e qualquer um. Já tinha ouvido falar do livro antes, mas não imaginava que faltassem detalhes na estoria e que contivesse muitos buracos. Acho que mesmo com essas falhas eu vou querer ler o livro e ver o que eu acho. Adorei q sua dica e sua resenha!


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  31. OI! Estou com este livro aqui na estante. Mas esperando o momento certo para lê-lo. Confesso que tinha uma outra perspectiva do livro, mas foi bom ler sua opinião. Assim já vou com opiniões diferentes, menos riscos de me decepcionar. Adorei sua resenha, ficou muito coerente e concisa!

    Um abraço!

    ResponderExcluir