quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Extraordinário

Simplesmente, Extraordinário

"Sei que não sou um garoto de dez anos comum. Quer dizer, é claro que faço coisas comuns. Tomo sorvete. Ando de bicicleta. Jogo bola. Tenho um Xbox. Essas coisas me fazem ser comum. Por dentro. Mas sei que crianças comuns não fazem outras crianças comuns saírem correndo e gritando do parquinho..."


Auggie, nasceu com uma síndrome genética, que lhe gerou deformação facial. Ele nunca foi ao colégio, até agora, pois teve que passar por 27 cirurgias para 'melhorar' sua aparência. Entretanto, agora como as cirurgias tornaram-se mais esporádicas, sua mãe acha que esta na hora de ele começar a estudar em colégio - o que é assustador para Auggie.

A primeira parte do livro, contada da perspectiva de Auggie, nos mostra o quanto foi difícil para ele acostumar-se com a ideia de frequentar um colégio e ter pessoas que ficam encarando-o e 'tirando sarro' dele por conta de sua aparência. Nada disso, entretanto, impediu Auggie de tirar algumas coisas 'de letra'.

"- O que houve com seu rosto? Quer dizer, você estive em um incêndio ou algo assim?"

A segunda parte é contada da perspectiva de Olívia - Via - que, agora no Ensino Médio, vê muitas coisas diferentes de antigamente. Ela ama o irmão - não resta dúvidas sobre isso -, mas, será que está disposta a todos os seus novos amigos pensarem: Ela é a irmão do garoto do rosto deformado?

Via sente vergonha desses pensamentos, torna-se um tanto quanto fechada depois que algumas coisas lhe acontecem, mas consegue perceber que não é só a aparência que conta, Auggie é um lindo menino por dentro, mesmo que ninguém veja isso.

A terceira parte é contada da perspectiva de Summer - a única menina no colégio que sentou com Auggie no seu primeiro almoço e que conversou com ele. Ela foi simpática e Auggie a adorou desde o começo, ela é 'infantil' não vê a 5ª série como algo que precisará mudar sua vida e que não poderá mais usar as fantasias de Halloween que tanto gosta. É claro, que decepções viriam para a frente - para ambos -, mas, nas que não pudessem superar.

"Você é lindo, não importa o que digam
Palavras não podem derrubá-lo
Você é lindo de todas as formas
Sim, palavras não podem derrubá-lo."
- Christina Aguilera, "Beautiful"

A quarta parte, contada da perspectiva de Jack Will - um dos garotos que foram apresentados ao Auggie no dia em que ele foi visitar o colégio. Jack é um garoto bom que, ao contrário do que todos pensam, não é rico. A princípio, ele ficou amigo de Auggie porque o diretor - Sr. Buzanfa (sim, é isso mesmo, e você morrerá de rir nas primeiras partes do livro) - lhe pediu, mas, com o tempo, ele realmente gostou de Auggie, de suas brincadeiras e forma leve como ele leva a vida, mas Auggie não estava falando com ele por conta de alguns problemas.

"Agora, esse é o meu segredo. É muito simples.
Só se pode enxergar direito o coração.
O essencial é invisível aos olhos."
- Antoine de Saint-Exupéry, O Pequeno Príncipe

A quinta parte é contada da perspectiva de Justin - um possível futuro namorado de Via. Ele é legal, simpático e, apesar de se assustar um pouco com a deformidade facial de Auggie, gostará dele.

"Às vezes acho que minha cabeça é tão grande 
porque é muito cheia de sonhos."
- John Merrick, em O homem elefante, de Bernard Pomerance

A sétima parte é contada da perspectiva de Miranda - melhor amiga de Via -, que sente inveja da vida de Via, do irmão - mesmo 'deformado' - e, principalmente, dos pais. Miranda deu um capacete espacial ao Auggie, quando ele era mais novo, e ele não o tirava por 2 anos consecutivos, até que o capacete 'sumiu'.

Apesar de toda a dor e inveja que há dentro de Miranda, ela ama Auggie, Via e a família dela e os tem como se fossem dela - mesmo tendo se afastado de todos.

"Eu esqueci que podia ver
Tantas coisas lindas
Eu esqueci que podia precisar
Descobrir o que a vida poderia trazer."
- Andain, "Beautiful Things"

A sexta e oitava parte são contadas da perspectiva de Auggie. 

Auggie não teve uma infância fácil - repleta de pessoas julgando-o por sua aparência -, mas, nem por isso, deixou de ser uma criança que é feliz independente do que aconteça. Ele é capaz de sorrir, quando ninguém acha que ele faria isso - seu sorriso não é muito notável visto que ele passou por algumas cirurgias que fizeram seu sorriso ser apenas uma linha. 

R.J Palacio, escreveu uma história tão linda e envolvente em que você é capaz de rir e chorar e tornar a rir e se apaixonar por Auggie e sentir pena de Auggie, mas não querer que os outros sintam. Lendo esse livro, senti necessidade de rever minha vida, parar de reclamar por coisas banais ou achar que tudo esta perdido por uma simples dor de cabeça ou um corte no joelho. Existem tantas outras pessoas que passam por coisas piores que nós e, quando lemos algo assim, sentimos necessidade de nos mudar, de nos melhorar. 

Auggie, estou apaixonada por você, não só pelas suas qualidades, mas por todos os seus defeitos!

"- 'Cintilava para ele em sua gentileza' - repetiu, sorrindo. - Uma coisa tão simples, a gentileza. Tão simples. Uma palavra de incentivo quando precisamos. Um gesto de amizade. Um sorriso breve."

"- 'A grandeza', escreveu Beecher, 'não está em ser forte, mas no uso correto da força... Grande é aquele cuja força conquista mais corações...' 
[...]
- 'Grande é aquele cuja força conqusta mais corações pela atração do próprio coração'..."

Informações adicionais:
Autora: R.J. Palacio
Título: Extraordinário
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Nota da Leitora: 5 estrelas/Favoritvo

22 comentários:

  1. Adorei a resenha Bruna. Esse livro parece ser realmente muito lindo, tenho ele aqui na estante mas ainda não li, não sei o motivo de adiar tanto rs.
    Beijos,
    umviciadoemlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felipe,
      Obrigada!
      Sim, esse livro é lindo, é uma lição de vida, de verdade.
      Leia, você vai gostar.
      Beijos

      Excluir
  2. Olá Bruna, tudo bem com você?
    A sua resenha é muito boa. Gostei!
    Já vi muitos blogs literários falarem muito bem deste livro, mas, tenho um certo receio de lê-ló por causa de tantas expectativas que já tenho sobre ele, então tenho um pouco de medo de ler e não me apaixonar por ele por causa das certas expectativas.
    De certa forma, a sinopse é de fato interessante!
    http://gatos-livros-chocolate.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lara, tudo bem sim e contigo?
      Ah, muito obrigada.
      Eu também já vi diversos blogs falando muito bem desse livro e, confesso, fiquei com medo de ler e não ter a mesma impressão. Mas, acho que de acordo com a história, é muito difícil não ter a mesma impressão e não se apaixonar pelos personagens.
      Obrigada e beijos!

      Excluir
  3. Oi Bruna :)

    Sua resenha ficou simplesmente incrível. Eu li Extraordinário ano passado e além de me emocionar muito, também refleti sobre diversas coisas que me ajudaram a seguir em frente. Beijos!

    https://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriel,

      Muito obrigada pelo elogio e pelo carinho.
      Eu acho que não tem como não se emocionar ou se apaixonar com a história de um menino que passou pelo que o Auggie passou.
      Fico muito feliz que o livro tenha te ajudado.

      Beijos

      Excluir
  4. Oi! já li este livro e adorei! Todos deveriam lê-lo. Abraço!
    http://caixinhadadea.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andrea,
      Acho que esse livro deveria ser leitura obrigatória nos colégios.
      Beijos

      Excluir
  5. Oi Bruna!
    Amei sua resenha, eu AMO esse livro e, como você disse, ele me ajudou a refletir muito sobre a minha vida e que os meus problemas se tornão pequenos, minúsculos, e até imperceptíveis comparados com os problemas vividos por outras pessoas.

    Mais uma vez: amei sua resenha!
    Beijos e até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Laura,
      Fico muito feliz que tenha gostado e que o livro tenha te ajudado.
      De fato, é um livro reflexivo, você percebe que seus problemas são minúsculos comparados à outros e, se conseguir, pode até deixar de se importar muito com eles.
      Muito obrigada pelo carinho.
      Beijos :)

      Excluir
  6. Estou louca para ler esse livro, tenho ele em casa mas fico adiando e adiando. Tenho visto tantas resenhas positivas quanto a ele, que me dá gosto. Tenho certeza que eu irei amar.

    Parabéns pela resenha, ficou incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tamiris, leia esse livro o quanto antes.
      Você irá AMAR! Vale muito à pena.
      Eu me arrependo de ter esperado 4 meses para ler o meu rs.
      Muito obrigada pelo carinho!
      Beijos

      Excluir
  7. Parece ser mesmo um bom livro.
    Gostei da resenha,
    Beijos, Letícia
    http://refugiodarealidade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Letícia,
      Esse livro é bom, quando puder leia!
      Muito obrigada
      Beijos

      Excluir
  8. Oi, tudo bem?
    Te marquei em uma TAG, espero que não se importe.
    http://santuario-dos-livros.blogspot.com.br/2014/01/tag-selo-versatile-blogger-award.html
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luuh, tudo bem sim e contigo?
      Não nos importamos. Ficamos gratas.
      Mas, já respondemos essa tag.
      Muito obrigada mais uma vez.
      Beijos

      Excluir
  9. Te indique para uma tag lá no meu blog:http://belaaleitora.blogspot.com.br/2014/01/tag-selo-versatile-blogger-award.html
    Se fazer me asive ok?Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Izabela, tudo bem?
      Mas, já respondemos essa tag.
      Muito obrigada.
      Beijos

      Excluir
  10. O livro é simplesmente espetacular em sua simplicidade, eu não consegui ler ele sem mergulhar profundamente na história, extraordinariamente lindo. Até agora é a melhor leitura que eu tive no ano! :D

    http://leituraadentro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Hendrio, concordo com o que você disse.
      Esse livro equipara-se apenas com A Menina que Roubava Livros, que tive a oportunidade de conhecer esse ano!
      Obrigada e beijos!

      Excluir
  11. É um livro digno de nome haha
    Estou seguindo. Blog lindo! Amei as andorinhas *-*
    http://pequeninabiblioteca.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helen!
      Sim, um livro digno do nome!
      Obrigada :)
      Beijos

      Excluir