sábado, 24 de junho de 2017

[Resenha] A Revolução dos Bichos, George Orwell

Título: A revolução dos Bichos
Autor: George Orwell
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 152
Onde comprar: Amazon 
"... aqueles que renunciam à liberdade em troca de promessas de segurança acabarão sem uma nem outra."

E se um dia todos os animais se voltassem contra os seres humanos? E se todos eles se cansassem de tanta exploração, tanta humilhação? Os animais da Granja do Solar foram os pioneiros ao tomarem a fazenda do dono opressor. Tudo lá produzido deveria ser, dali em diante, revertido para beneficiar os próprios animais. A hierarquia foi derrubada, o trabalho dividido, a alimentação distribuída igualmente e os privilégios abolidos. As relações com os humanos foram cortadas e a máxima dos bichos era: "Quatro pernas bom, duas pernas ruim!"

Entretanto... até onde vai o poder de manipulação? Seria possível desconstruir uma ideia e depois construir outra completamente invertida sem que ninguém percebesse? Seria possível chegar a "Quatro pernas bom, duas melhor!"?

Sim, seria. E assim, foi.

Assim foi a ditadura de Stalin. Assim foi Lenin perseguido como mentiroso. Assim todo o socialismo de Marx foi destruído e passado adiante como algo pejorativo. Assim toda uma população foi submetida à fome, a um novo tipo de exploração.

George Orwell, a partir de uma fábula simples, escreveu uma sátira esplêndida sobre o regime autoritário e personalista que foi o de Stalin. Cada bicho representa algum importante personagem da História ou alguma classe social; cada episódio possui um paralelo com a realidade. Gostando ou não de História, entendendo ou não o que foi a Revolução Russa, o leitor consegue compreender como foi feito o processo de inversão de valores dentro da ditadura e o quanto, às vezes, o capitalismo pode também ser ditatorial. Seriam os inimigos da Guerra Fria tão diferentes assim? Seriam as coisas tão maniqueístas? Ou será que vale lembrar que quem conta a história são os vencedores?

A Revolução dos Bichos é uma equação simples de ser entendida que atua no modo como podemos enxergar o mundo. Afinal, como e quanto ainda somos tão facilmente manipuláveis?

É importante perceber que toda verdade tem diversas versões. Cabe, principalmente, à imprensa (que é controlada pelos mais altos escalões do poder político e econômico) qual versão escolher contar. E cabe a nós, portanto, questionar. Sempre questionar. Nunca calar. Nunca renunciarmos a liberdade que nasce conosco. 
"A liberdade, se é que significa alguma coisa, significa o nosso direito de dizer às pessoas o que não querem ouvir."

Classificação:

23 comentários:

  1. Sou completamente louca para ler esse livro, fiquei com mais vontade agora.
    Com certeza irei aproveitar minhas férias para ler muito, e vou ler A Revolução os Bichos. Parabéns pelo blog, estou amando!

    http://birdsalsocry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Confesso que nunca tive curiosidade em ler esse livro, mas também nao lembro de ter lido muito a respeito. Adorei poder acompanhar suas impressões e agora admito que meu interessante pode ter surgido diante desse desenvolvimento. Pelo que pude compreender, mensagens é o que nao faltam nesse cenário ne..
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabriele já tinha visto essa capa, mas não sabia que se tratava de uma sátira do governo do Stalin, com certeza despertou meu interesse. Gosto de historia e acabo de colocar esse livro na minha lista graças a sua resenha, obrigada pela dica. Bjs
    Tell me a Book

    ResponderExcluir
  4. Olá! Bom que é uma equação simples de ser entendida. É interessante a mensagem do livro, sobre com é importante perceber que toda verdade tem diversas versões. Realmente cabe a cada um sempre questionar e lutar pela liberdade. Beijos'

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Adorei sua resenha!
    Confesso que já fui muito atraída por esse livro, porém, o tempo passou, não li e acabei me esquecendo dele... Agora, lendo sua resenha me animei bastante e quero ler!
    Acho importante o autor levantar essa questão da manipulação, pois, o que mais temos em nossa sociedade é a mídia fabricando opiniões...

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente: que foto lindaaaaa!
    Esse livro é meu clássico favorito, porque ele pega uma fábula simples e faz uma crítica a regimes tão sérios e terríveis. Todo mundo deveria ler esse livro, ele é simplesmente maravilhoso.
    Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  7. Gabi, li este livro na faculdade e isso tem tempo pra caramba, mas lembro que esse livro mexeu com a minha cabeça e com a cabeça dos meus colegas de curso. Fizemos até um grupo para discutir a obra que durou mais de um mês, com encontros presenciais e tudo. Lendo a sua resenha, tão bem feita, percebo o quanto a história é realmente relevante para analisarmos a sociedade em que vivemos.
    Adorei relembrar este livro aqui, me deu vontade de reler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu li este livro há certo tempo, mas lembro de ter gostado bastante da escrita do Orwell e das críticas à sociedade. Foi fascinante, pelo menos para mim, ler este livro e abrir os olhos para diversas coisas que as vezes nem noto.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bom?

    Faz um tempinho que quero ler esse livro mas ainda não tive oportunidade. Gostei muito de saber que mesmo não conhecendo a revolução Russa conseguimos entender as coisas. Fiquei ainda com mais vontade ler depois da sua resenha.
    Ps: Amei a foto *-*

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabi,
    confesso que nunca tinha lido uma resenha que me fizesse querer ler esse livro, a capa e a premissa nunca me atraíram, até agora. Ler suas conjecturas me fez ver essa obra com outros olhos e consequentemente desejar lê-la em algum momento no futuro já que atualmente ando sem condições de me lançar em novas leituras. Parabéns pela resenha, gostei muito da forma que você usou para dissertar a trama.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Eu já vi essa capa,mas nunca procurei a fundo saber do que o enredo do livro se tratava. Achei bacana a premissa de contar uma estória realista com outro ponto de vista.
    Fiquei bem interessada na leitura...
    Parece ser aquele livro que você lê de uma vez só...
    Espero em breve poder fazer a leitura desse livro...
    Como sempre a foto está linda...
    Amei a resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Comprei esse livro para o meu marido (que ainda não leu) e ele ainda está aqui na estante, como não é meu não tinha parado para considerar como uma leitura futura, para falar a verdade nem sabia qual a real mensagem do livro, só comprei porque ele gostou da capa e pronto. Você pode está querendo comer meu figado agora, mas prometo me redimir e ler o mais breve possível, pois acabo de descobrir que esse livro faz parte do estilo de leitura que tenho buscado ultimamente, então obrigada pela dica.

    Beijos e Sucesso!!!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gabi

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, mas sempre acabo me esquecendo dele. Apesar de ainda não ter lido pude perceber, através de todas aa resenhas que já li, o poder das analogias que esta história possui.
    Acredito que eu consigo fazer essa leitura ainda esse ano, estou apenas esperando o momento certo.
    Adorei a resenha e a sua meia! Hahahah

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Oi, preciso dizer que nunca tive vontade de ler nada escrito por George Owell e esse livro não foi diferente... Acho bem diferente o enredo que o autor desenvolveu, que lida com os animais se voltando e conseguindo com tamanha inteligência mudar toda uma questão de abusos sofridos... Mas não me interessou sinceramente ver o desenrolar, até porque tenho dificuldades para imaginar algo assim na vida real e portanto não consigo me envolver. Mas que bom que foi uma leitura proveitosa para você e realmente devemos sempre questionar o que chega até nós, mas esse livro, infelizmente, não é para mim :/ Ótima resenha e lindas fotos <3
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Já tinha visto esse livro por aí mas nunca tinha me interessado muito.
    Mas lendo sua resenha achei a proposta fantástica, afinal que modo mais simples para explicar esse período da história com uma fábula que te passa a mensagem bem diretamente.
    Muito bom saber que além da proposta do livro ser boa ele foi muito bem desenvolvido e principalmente que foi uma leitura boa pra você.
    Dica anotada

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Já tinha visto o livro por ai, mas nunca tinha parado para ler do que se tratava e tudo mais.
    Gostei bastante da resenha, e com certeza irei me arriscar a ler. Vejo muitos elogios a escrita do autor, e espero virar fã ♥
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Eu sou completamente louca para ler esse livro e fico me perguntando por que, em nome de Deus, ainda não fiz isso. Mas nunca é tarde fazer uma boa leitura, não é?
    Tudo nessa trama me enche de curiosidade, principalmente por ser uma alegoria de alta qualidade e altamente crítica. Adorei os seus sábios comentários sobre a trama. Parabéns pela resenha!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Do autor, li apenas 1984, mas fiquei encantada com a maneira que ele faz as críticas à sociedade em suas obras. Eu estou morrendo de curiosidade em ler esse também e me pergunto até agora porque ainda não fiz a leitura, já que tenho certeza que irei amar. Acredito que se trata de um livro quase obrigatório para todos os leitores.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Olá! Sempre tive excelentes recomendações do autor. E por incrível que pareça nunca li nenhuma obra, mas em todas as críticas que eu li percebi o quanto ele transforma seus livros em uma crítica social. Agora após sua resenha que por sinal está perfeita estou me coçando para fazer essa leitura. Obrigado pela indicação.

    ResponderExcluir
  20. Oii
    Nossa eu tenho muita vontade e curiosidade de ler esse livro, mas sempre me faltou oportunidade e pra falar a verdade, não sei se ele faz o meu estilo. Mas eu queria ler justamente pelo fato histórico e por ele ser um belo de um clássico né?

    Beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  21. Olá, como vai?
    Sempre ouço muto bem falar deste livro e com sua resenha finalmente entendi o porque. A forma como o autor veio falar sobre vários temas através de uma fabula diferente de muitas, é bastante interessante. Acredito que se o objetivo do autor era fazer o leitor pensar sobre as várias formas de totalitarismo que nos é imposta na sociedade, ele conseguiu atingi-lo. Preciso urgentemente conferir esta leitura.

    ResponderExcluir
  22. Esse é um livro que sempre quis ler, mas nunca me dei a chance. Gostei muito de sua resenha, fazendo os comparativos com o que aconteceu de real, como algo bom pode se tornar algo péssimo se for utilizado de modo errôneo.

    Ótima resenha!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  23. ESSE
    É
    O
    MELHOR
    LIVRO
    DA
    VIDA
    Eu gosto muito dessa obra, acho que deu para notar, haha. É uma excelente aula de política. Você aprender horrores sobre o mundo só ouvindo falar de porquinhos e ovelhinhas, literalmente. Os personagens e as sequências são bem simples, quase bobas, mas a ideia por trás disso te deixa louco. Uma página desse livro vale mais do que qualquer outra coisa que eu já tenha lido.
    Amo demais, que bom que você também gostou. É daquelas obras que todo mundo deveria ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir