sexta-feira, 10 de março de 2017

[Filme] Clinical

Título: Clinical
Lançamento: 13 de janeiro de 2017
Duração: 1h44min
Direção: Alistair Legrand
Gênero: Suspense
Sinopse: Dra. Jane Mathis (Vinessa Shaw), uma psiquiatra que passa seus dias tentando de todas as maneiras esquecer o seu passado, está prestes a relembrar um ataque violento que mudou sua vida para sempre. Isso porque, ao receber o pedido de ajuda de um paciente desfigurado, acaba aceitando a proposta de tratá-lo, sem imaginar que isso resultaria em grandes problemas.

Há muito tempo não assistia um filme que me deixava ansiosa e ávida por saber mais ao mesmo tempo que temia descobrir o que estava acontecendo e Clinical, finalmente, fez isso.

Clinical nos apresenta à história da Dra. Jane Mathis, uma psiquiatra que precisa esquecer o passado e precisa ser tratada. O que aconteceu? Uma de suas pacientes a machucou, pois ela não conseguiu ajuda-la e ela se sente culpada até hoje.

Jane vive atormentada pela figura dessa cliente e ela não atende mais nenhum caso complicado, pois seu psiquiatra recomendou que assim fosse. Seu tratamento, apesar de ir lentamente, está funcionando, mas ela começa a piorar ao atender um cliente pós-traumático, Alex, que precisou fazer um implante no rosto. E, após isso, coisas estranhas começam a acontecer.


Logo no começo, já sabemos o que aconteceu com aquela cliente que machucou Jane, mas não sabemos o que aconteceu depois, pois temos apenas uma mulher tentando recuperar sua vida. O aparecimento de Alex parece trazer tudo de volta, mas ela sente que precisa ajudar esse homem, o que, digamos, a levará à ruína.

Mesmo com um final um tanto quanto aberto, Clinical foi um filme que me deixou extremamente ansiosa e ávida para saber o que aconteceria e teria tudo para ser um suspense psicológico completo.


Jane é uma mulher que está perturbada e, eu no lugar dela, teria desaparecido e não pensaria em voltar para essa profissão nunca mais, mas ela sente que precisa ajudar os outros e, de certa forma, é totalmente compreensível isso. Alex foi um personagem que me intrigou desde o começo e quando tudo se encaixou fiquei com o rosto assim: 😱. É, não consigo colocar isso em palavras.

No geral, é um filme com falhas, mas o que não tem falhas nessa vida? Clinical é um filme que pode agradar muitas pessoas e decepcionar outras tantas, então, é uma trama que precisa ser assistida para formar opiniões.

Nota para o filme: 3,5/5


8 comentários:

  1. Olá, Bruna!Como vai? Eu assisti esse filme no NETFIX e, gostei dele. Como você mesma disse o filme possui falhas, mas o filme me agradou. Se eu fosse dar uma nota pro filme, essa nota seria 4. Sua resenha do filme ficou espetacular. Parabéns! Abração!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Bruna.
    Estava precisando de uma dica de filme, já tinha Clinical baixado em meu notebook.
    Fiquei meio apreensiva por causa desses erros que você citou, mas mesmo assim irei dar uma chance ao filme e assisti-lo. Fiquei curiosa para saber mais a respeito!

    ResponderExcluir
  3. Olha, eu sei que você disse que o filme tem que ser assistido pra formar uma opinião, mas já consegui concluir que não gostaria de ver. Primeiro, pelo final um tanto quanto aberto, que é algo que não gosto de jeito nenhum; segundo, porque não gosto dessa ansiedade pra saber o que aconteceu misturada com o medo de descobrir.

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Dias atrás li um conto que tinha mais ou menos a premissa desse filme e já fiquei super instigada, tenho certeza que esse filme irá me conquistar também.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Que show!! Ainda bem que o filme era o que você estava buscando! Ainda não conhecia, mas fiquei bastante curioso para conhecer. Já anotei! É difícil encontrar algo sem falhas nessa vida (tem alguma coisa ? ) rsrs . Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  6. Apesar das falhas o filme parece ser bem legal, gosto de personagens perturbados e cheios de dúvidas como essa Jane, eles são mais humanos e próximos de mim que esses heróis que sempre sabem o que fazer e são super fortes, confiantes.

    Bela resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Oi Bru, tudo bem???
    Bom eu sinceramente não sabia deste filme no netflix, e confesso que a curiosidade me bateu. Penso em assistir, para compreender com o que quis dizer na resenha. Esse lance de personagens perturbados, chama muito a minha atenção, então eu quero conferir. Xero!

    ResponderExcluir
  8. Gosto muito de suspense, esses psicológicos, então são os melhores. Quando você fala de transplante de rosto lembrei na hora de "A pele que habito". Acho que vi o anúncio dele no Netflix mas não liguei capa a sinopse, maratonando seriado fico distraída. Depois de hoje, com certeza verei no fds e darei meu aval tb! ;)

    ResponderExcluir