quarta-feira, 29 de março de 2017

[Entrevista] Isabelle Bissoli

Olá leitores!

Fazia bastante tempo que não trazia nenhuma entrevista para vocês e decidi mudar isso entrevistando a fofa da Isabelle Bissoli, autora de Seven Days, lançado pela Editora Coerência, bora lá?


UOH – Primeiramente, obrigada por concordar em conceder essa entrevista para te conhecermos melhor. Conte-nos um pouco mais sobre quem é a pessoa e a autora Isabelle Bissoli.

IB – Eu que agradeço
Bem, eu tenho 17 anos mas conto histórias antes mesmo de aprender a escrever. Essa sempre foi a minha motivação de vida. Sempre adorei criar os meus próprios personagens e mundos  para depois conta-los para os meus irmãos que adoravam.
Atualmente tenho participação de 8 antologias (a 9º está por vim) e estou lançando o meu primeiro livro solo.
Além disso, escrevo para o site da Capricho e participo do Clube do livro, enquanto divido o meu tempo com três cursos técnicos: Administração, Comércio e Secretariado.

UOHVocê, além de escritora é leitora? Se sim, quais seus livros e autores preferidos – sei que essa pergunta é difícil!

IB – E bota difícil nisso mas vamos lá: Crepúsculo, Jogos Vorazes, Harry Potter, Tudo por um feriado e Radiante são alguns dos meus livros favoritos.
Enquanto aos autores eu gosto muito da Thalita Rebouças. Suzanne Collins, J.K Rowling, Paula Pimenta, Bruna Vieira, Meg Cabot e Stephenie Meyer.

UOH – Como foi o processo de escrita de Seven Days? De onde surgiu a ideia, você teve ajuda de alguém na produção e/ou revisão?

IB – Foi bem diferente para falar a verdade.
Comecei a escrevê-lo com 11 anos mas ele tinha uma história totalmente diferente: era mais voltada para a magia e bem imatura. Porém com 13 anos sonhei com uma menina caindo de uma casa que ficava dentro de uma bolha e foi aí que vi que tinha que mudar a minha história. Mudei tanto que virou outro livro.
Hahahahaha
Enfim, terminei ele com 15 anos e foi quando o Edson Berbel fez o favor de revisa-lo gramaticalmente para mim.

UOH – Muitos autores criam seus personagens com base em pessoas que convivem o mesmo aconteceu com você?

IB – Não, em Seven Days não me baseei em ninguém que conhecia, eles nasceram para mim já com personalidade e características prontas.

UOH – O que podemos esperar da Trilogia Arrebatadora? Já tem os outros livros escritos ou ainda está trabalhando neles? Pode nos contar um pouquinho sobre isso?

IB - Com certeza muitas reviravoltas! Estou tentando sair dos clichês das trilogias e acho que estou conseguindo.
Estou na metade do segundo livro mas já tenho o roteiro do terceiro. Na minha cabeça sempre já esteve bem claro o que iria acontecer com Seven Days.
Okay, vou dar um Spoiler: Rose aparecerá bem mais nos próximos livros e descobriremos mais sobre Miden e a história de como nasceu Seven Days.

UOH – Como você vê o mercado editorial brasileiro? Você acha que nossos autores estão tendo chance de se mostrar para o mundo ou você ainda vê certo preconceito com o que é nacional?

IB - Estou bem feliz com ele no momento embora ainda tenha que melhorar bastante.
Quando comecei a escrever parecia muito distante transformar o livro nacional em um filme, mas hoje já vemos várias adaptações por aí e isso é um grande passo para nós, além de que hoje existem várias formas de publicar um livro além da editora (que estão abrindo ainda mais as suas portas para nós) e isso faz com que vários talentos sejam descobertos.

UOH – Por fim, deixo aberta essa questão para você dizer alguma coisa para nossos leitores e agradeço, novamente, a oportunidade que essa entrevista nos deu.

IB - Ai, eu que agradeço! Adorei responder suas perguntas e espero que os leitores tenham gostado de ler as respostas.
Quero falar que nunca é tarde para correr atrás de um sonho e se você quer é só lutar para conseguir.
“Se for para viver então que seja a vida dos seus sonhos!’
Beijos,
Isa

Agora, deixo para vocês a sinopse do livro – que já comecei a ler e, em breve, conto o que estou achando. 
Onde estou? O que tenho que fazer? E o mais importante: Quem eu sou?
Gostaria de me apresentar, mas não vai ser possível, já que não tenho memória alguma...
Tudo o que sei é que em uma bela péssima noite eu acordei em um local chamado Seven Days, com mais seis jovens, onde recebemos a notícia de que estávamos mortos. Disseram-nos que isso não seria o fim: um de nós sete teria a chance idiota de continuar a vida como espírito, mas para isso teria que ser o primeiro a resgatar sete almas penadas em sete dias.
A melhor parte disso tudo, no entanto, é que a cada alma capturada, um pedaço da nossa memória irá voltar. E para piorar eu ando tendo sonhos com uma garota chamada Rose, que já esteve aqui antes.
Agora apresento a vocês a informação que mais faz sentindo: Eu estou enlouquecendo.
Alguém ainda consegue me ouvir?


Deixem nos comentários o que acharam da autora e se leriam o livro.

Beijos,

17 comentários:

  1. Oi Bruna
    Adorei poder conferir a entrevista, especialmente porque não conhecia a autora e nem sua obra. Ela é bem nova ne?! Eu fiquei bem curiosa com o livro, achei a capa bem marcante. Eu realmente adorei conhecê-la um pouco. Sucesso!!
    Beijos, F
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, que autora novinha rs Mas com gosto de leitura excelente HP é vida. Não conhecia a autora, mas com certeza simpatizei com ela, vou anotar o livro para pesquisar mais depois. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Eu conheço a Editora Coerência e sei como eles estão ganhando o mercado editorial com muita facilidade, isso demonstra como a editora publica ótimas obras. Fico feliz em saber que a autora está grata por tudo, eu estou com muita vontade de conhecer a trilogia que ela vem escrevendo, gostei muito de ter conhecido mais sobre ela e desejo muito sucesso! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruna, ainda não conhecia a autora e adorei conhecê-la aqui, através deste bate papo. O fato dela falar que quer sair do clichê e das trilogias mais manjadas, representa que a escrita dela deve ser desafiadora. Espero poder conferir.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Gostei de saber mais da autora e que menina ocupada, por Deus. Três cursos. Não conhecia Seven Days, achei interessante, mas a capa me incomodou, tenho visto muitos livros com este mesmo estilo de capa, esse já o quinto e como sou a louca das capas isso realmente me incomoda rsrs.
    Beijos
    Resenha de Peça-Me o Que Quiser

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem?
    Adorei as perguntas e as respostas que a autora deu. É sempre bom poder conhecer um pouco mais sobre os autores e eu adoro saber as coisas por trás dos bastidores. Não conhecia o livro ainda mas amei a premissa. Espero ler em breve.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Que capa maravilhosa deste livro é entrevistas sempre são ótimas para conhecermos mais os autores .As perguntas foram ótima e amei as respostas ela não economizou em palavras rsrs curto assim

    ResponderExcluir
  8. Olá!! :)

    Eu não conhecia a autora mas e um grande feito conseguir publicar o livro tendo agora 17 anos, não achas? :)

    Bem, gostei de a conhecer melhor e de saber que já gostava de contar historias antes mesmo de escrever! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Eu não conhecia a obra da Isabelle, mas fiquei bem curiosa, ainda mais porque é uma historia que estava na cabecinha dela desde os 11 anos. Adorei a entrevista, deu pra ver melhor quem ela é e sobre a obra também. Anotei a dica e parabéns pela entrevista. :D

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Oi, Bruna!
    Não conhecia a autora e nem a obra, mas fique bem interessada em conhecer mais. Ela começou a escrever tão novinha e já está com seu livro publicado é uma inspiração para quem está começando. :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  11. Oi Bruna, tudo bem?
    Caramba, fiquei bem curiosa com a premissa do livro da autora, ainda mais agora que conferi a entrevista dela. Tão nova assim e já está conquistando tantas coisas, que demais! Eu adoro histórias que envolvem a morte e 'jogos' de alguma forma e esse me parece ser muito bom. Não vejo a hora de conferir a sua resenha para saber se vale mesmo a pena comprá-lo!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Oie! Tudo bem?

    Não conhecia a autora, mas amei a premissa do livro dela e virei fã dela por ela gostar de Crepúsculo, poucos gostam e isso já foi um ponto a favor para ela kkk Espero pela sua resenha sobre o livro, caso já tenha feito me fala para eu ler porque fiquei curiosa!

    BJss

    ResponderExcluir
  13. Oi, Bru

    Caramba, ela começou a escrever o livro com onze anos? Que precoce! Hahaha
    Eu não gosto muito de fantasia, mas claro que desejo muito sucesso para a autora e seu livro! Como não amar HP, né? Hahahaah Acho que é a única fantasia que eu li com prazer.

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Oii, tudo bom?
    Não conhecia a autora mas só de saber que ela curte Crepúsculo, Jogos Vorazes e Harry Potter eu já gostei dela! rs
    Achei legal ela não ter se baseado em conhecidos para criar os personagens do livro dela, isso é geralmente bem incomum! Enfim! Sucesso para ela e parabéns para você por ter aberto esse espaço aqui no seu blog!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Que legal ver uma autora tão jovem já bem encaminhada, espero de verdade que suas histórias possam ser mais conhecidos. Adiantando seu questionamento, é claro que leria o livro, parece ser bem legal. Ahhh gostei muito de conhecer mais sobre ela e seus gostos, são parecidos com o meu. Enfim, curti muito a postagem.

    Beijos
    Vento Literário / Facebook / Twitter

    ResponderExcluir
  16. A autora é bem simpática. Não conhecia o livro, mas achei a história bem interessante. E a capa é uma maravilha .
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  17. Oie
    que legal a entrevista, é sempre bom conhecer um pouquinho mais dos autores, ainda não conhecia essa e fiquei curiosa pelo livro apesar de não ser um gênero que eu tenho mt costume

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir