segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

[Resenha] O exilado político vegetariano, Alexandre Kostolias

Título: O exilado político vegetariano
Autor: Alexandre Kostolias
Editora: Jaguatirica (cortesia)
Páginas: 211
Onde comprar:  Loja da Editora

Publicado pela editora Jaguatirica, O exilado político vegetariano é um romance de Alexandre Kostolias inspirado em fatos reais.

Quando a Bru me falou sobre esse livro, eu me interessei de cara só pelo título. Eu posso dizer que sigo alguns princípios vegetarianos e tudo que envolve o tema acaba chamando a minha atenção.

Hernán é um jovem argentino com uma vida comum, até que numa manhã qualquer, é capturado pela polícia e levado à delegacia sem explicações. Na delegacia, Hernán formula hipóteses para entender porquê de ter sido preso, mas ele é um bom rapaz e não chega a nenhuma conclusão. Quando finalmente descobre o motivo, fica perplexo. Hernán foi preso por ser vegetariano. E ser vegetariano num lugar onde a pecuária é um grande orgulho para todos não é algo muito positivo.
“Que custa você comer uns bifes de vez em quando e fazer cara alegre, só para agrada aos demais e evitar suspeitas? A sua recusa em comer carne pode, potencialmente, conduzir à perturbação da ordem social. Daí para a perturbação da ordem política é um pequeno passo.”
Com isso torna-se visível a forte crítica que o autor, Alexandre Kostolias, inicia fazendo em sua obra. Hernán não conseguiria ser ele mesmo naquele lugar, então depois de um acordo feito na delegacia, ele é liberado e decide se exilar na Califórnia. Lá, ele está livre para viver seus princípios. A partir disso, acompanhamos a trajetória de Hernán nos vários lugares pelos quais ele passa, procurando aprender cada vez mais ensinamentos budistas, hinduístas, entre outros.
"O pavor de levar choque com bastão atingia Hernán visceralmente: um dos motivos de suas convicções vegetarianas era o horror que lhe causava só de pensar na forma como os animais são abatidos nos matadouros."
A narrativa em terceira pessoa é extremamente bem humorada, tive a impressão de que a história de Hernán é bastante séria, mas a forma como o autor narrou fez com que ela se tornasse descontraída e irônica. Dei muitas risadas, concordei com muito do que li a respeito do vegetarianismo, mas também discordei de alguns pontos. Um exemplo é o fato de eu não simpatizar com a forma com que o autor utiliza o termo “radical” em algumas ocasiões.
"Ótimo, às vezes é melhor não saber das coisas. Aliás, o desconhecimento é uma grande virtude, uma benção dos céus, talvez a maior de todas. Aqueles que ignoram são mais felizes e tem mais esperança."
O exilado político vegetariano pode ser classificado como uma aventura real. Hernán é um personagem amável buscando sempre a salvação no surrealismo. Ele conhece uma série de pessoas, costumes e hábitos diferentes. O leitor é convidado a acompanhar alguns detalhes de pessoas que passaram pela sua vida, uma primeira paixão e um amor de verdade, por exemplo, bem como os lugares em que ele viveu – extremamente novos para mim – e uma das coisas que mais chamou a minha atenção é a forma como o autor se preocupou em explicar cada preocupação que Hernán tinha, como o Budismo. Posso dizer que aprendi muito. 

O livro é fisicamente muito bonito. A capa é colorida e chamativa. As folhas são amareladas e a fonte tem um bom tamanho e formato. Foi feito, portanto, um belo trabalho visual.


De modo geral, foi uma leitura muito agradável. O exilado político vegetariano é um livro para todos aqueles que querem acompanhar uma aventura real cheia de ensinamentos, uma boa dose de humor e uma bela crítica social.

Classificação:

27 comentários:

  1. Oi, Thami!
    Tava esperando por essa resenha, desde que vi que vc estava lendo esse livro. Confesso que preciso ler mais sobre o vegetarianismo, pois parece que quanto mais lemos sobre isso, mais próximos nos mantemos dessa filosofia de vida, não é? Até hoje só li um conto sobre isso, de um autor britânico chamado Saki, esqueci o nome do conto, mas lembro que tinha uma crítica bem legal também.
    Dica anotada, bjs.
    Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Hel!
      Concordo com você, e é por isso que sempre que possível, leio algum livro sobre o vegetarianismo. Vou procurar este conto. E indico a leitura de "Comer animais", do Jonathan Safran Foer, e de "Jantar Secreto", do Raphael Montes.
      Beijos

      Excluir
  2. Oie, tudo bem?
    Eu sou "meio" vegetariana. Só como frango, porque não consigo sentir pena de galinhas e afins, então, me jogo numa coxinha sem dó! Hahaha
    Não me interessei muito pela premissa do livro, acredito que a narrativa não me prenderia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jéssica.
      Desculpe, mas você não é meio vegetariana. Isso não existe, sabe? Ou é ou não é. Semelhante a mim, você exclui certas coisas da sua refeição. Eu excluo as carnes, todas, e você exclui todas exceto um tipo de animal, o frango. Mas seu comentário me fez pensar numa coisa. Eu pensava assim mesmo como você, eu não "sentia pena" do frango, quando comecei a largar a carne, a galinha não me fazia refletir tanto. Tanto, que meu prato favorito era "frango xadrez". Mas, com o tempo, fui aprendendo cada vez mais e senti que o que eu fazia não era certo (segundo o meu ponto de vista, não quero dizer aqui que você está errada, são apenas as minhas visões a respeito do assunto). Enfim, seu comentário me fez lembrar desse episódio.
      Um beijo!

      Excluir
  3. Oi, Thamiris!
    Adorei a premissa do livro e acho que eu iria gostar de ler, por se tratar de uma leitura leve e bem humorada.
    Muito legal quem consegue ser vegetariano, e acredito que se não gostasse tanto de carne de frango e bacon também iria adotar essa modo de viver (hehe)
    Vou anotar a dica!
    Beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Paula!
      É um livro muito bacana e bem humorado mesmo.
      Obrigada por compartilhar conosco sua opinião sobre o assunto.
      Espero que leia o livro e goste!
      Beijos

      Excluir
  4. Eu não conhecia a editora, o autor e nem o livro, mas gostei muito dessa primeira impressão que tive deles. Como sou o louco das críticas sociais irei incluir esse livro na minha lista de desejados o mais rápido possível. Gostei muito da trama que você nos apresentou pela resenha, nunca imaginei que trataria de uma história com o humor, mas isso parece ser bem colaborador com a história. Adorei a foto que você tirou do livro, ficou maravilhosa e muito obrigado pela indicação ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem eu, hahaha. Não conhecia nada também antes de ler.
      Que bom saber que gostou dessas características da resenha, seu comentário é muito importante.
      Beijos

      Excluir
  5. Meu sonho é ser vegetariana..... acho que é uma questão de princípios.. ..principios esses que ainda não tive coragem de aderir, maaaas , voltando a trama, coitado do cara que foi preso por ser veggie, Gente! Já vi injustiças muito piores... risos.... gostei de a leitura ser irônica apesar de ser seria.... gosto qdo os autores brincam assim com as letras.... achei a capa linda, e estou curiosa para me encontrar com Herman.... lerei com toda certeza!!!! Bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Fabi. Você sabe que sentir o que você sente já é um grande passo, não sabe? ♥
      Fico feliz em saber que gostou das características do livro.
      Beijocas

      Excluir
  6. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro e fico contente que tenahs gostado. Contudo, acho que não lerei, por não fazer o meu tipo de leitura neste momento!!

    Mas, de qualquer das formas, acho bom que a parte física esteja tao boa, e que seja uma aventura real com tanta diversão e critica social!!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Ah, tudo bem. ♥
      Obrigada pelo comentário!
      Beijocas

      Excluir
  7. Eu adoro leituras com críticas sociais, apesar de ler poucas obras.
    Eu não conhecia ainda esse livro, e o título é realmente curioso, principalmente por saber que é inspirado em fatos reais, me deixa ainda mais animada para conferir. Adorei sua resenha!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmm, esse negócio de ser inspirado em fatos reais me animou bastante também.
      Que bom que gostou da resenha, obrigada! ♥

      Excluir
  8. Olá!
    O que mais gosto de tramas críticas em que o autor saber dar um toque divertido a assuntos sérios deixando a trama (e a leitura) mais leve. Achei, bom, um absurdo ele ser preso por ser vegetariano hahaha mas a história é bem interessante e também gosto muito de capas chamativas ;)
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  9. Ô loko! Surreal e engraçado toda a situação. Deve ser divertido embora seja real. rsrs Não conhecia a obra e achei bem interessante.
    Valeu pela dica, anotado!
    Ni
    Cia do leitor

    ResponderExcluir
  10. AF, só faltava essa, ser preso por ser vegetariano! Acredito que o bom humor usado para construir o enredo e fazer suas críticas, seja bem interessante, mas não é um livro que tenha me interessado.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. gente que livro fantisco, engraçado admito! eu amei essa resenha e ja vi que eu vou querer ler esse livro <3
    AMEI O POST <3
    XOXO <3
    http://dosedestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi.

    Não conhecia o livro, mas adorei esse título. Adorei a premissa dele e tenho certeza que adoraria a narrativa dele também. Vou anotar a dica e esperar ter um tempinho sobrando para as novas leituras.

    ResponderExcluir
  13. Oie
    muito legal sua resenha, parece ser uma ótima dica de leitura principalmente para aqueles que se identificam ou até mesmo para aqueles que querem seguir a vida a risca, boa dica de leitura

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi! Olha tenho que dizer que o tema dessa obra é um que eu nunca imaginaria ler na vida, preso por ser vegetariano? Ter que se exilar por não comer carne? Eu acho que é porque aqui estamos acostumados a sempre respeitar - ou pelo menos deveriam - as diferenças e o que a pessoa gosta ou não, então só esse tema já me faz ficar querendo rir. No entanto, eu não curto muito histórias em terceira pessoa e apesar de ser diferente e me deixar curiosa para saber como será uma obra tão diferente assim ela não me atraí a ponto de querer lê-la. Então não sei se eu leria nesse momento, mas realmente é bom ver que o autor conseguiu lidar com um tema série de uma forma não tão pesada!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    Eu amo animais, e quando mais eu leio sobre o mercado e o consumo de carne, mais eu tenho vontade de ser vegetariana. Já parei de comer carne algumas vezes, mas confesso que não é algo fácil e não consegui seguir adiante. No momento eu evito, em algumas épocas tenho aflição só de chegar perto e pretendo parar completamente ainda.
    Gostei dessa temática para uma crítica social e com certeza pretendo ler o livro.

    ResponderExcluir
  16. Preso por ser vegetariano? Hahahahaha... Só o que me falta, imagina se vira moda essa viagem? Rs... Afinal, eu sou vegetariana! Hehe...
    Adorei a premissa da obra, nunca imaginei que se tratasse de algo assim e agora fiquei realmente muito interessada em realizar a leitura, adoro histórias descontraídas e irônicas. Sem sua resenha isso não passaria pela minha cabeça.

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Nossa, não conhecia ainda essa obra, mas fiquei bem curiosa só por esse título e pelo fato de o político ter sido preso apenas pro ser vegetariano hahahaha Mas, no geral, a história não me chamou a atenção no momento, apesar de ser repleta de críticas que vale muito a pena ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  18. oie, adoro livros com críticas sociais, e esse trazendo tema como vegetarianos e até mesmo o budismo me atraiu bastante. Confesso que nunca tinha ouvido falar nesse livro, e por esse título, nem leria, mas sua resenha me conquistou.

    ResponderExcluir
  19. Apesar de também seguir alguns principios vegetarianos, sem a sinopse do livro não consegui me identificar com a história... Mas gosto de livros recheados de ensinamentos, o que esse parece alcançar com sucesso. Ser vegetariano num mundo de carnivoros ao seu redor é realmente dificil e imaginar que tal coisa pode ser contra lei... Mas ser diferente vai contra a lei social, então...

    Boa indicação!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Achei tão fofa a capa do livro. Clara, simples e linda. Adoro livros que trazem temas mais polêmicos (ser vegetariano ainda é um pouco tabu sim). Se eu lesse a sinopse do livro, provavelmente não iria ler ele, mas fiquei curiosa sobre ele por tratar de outros assuntos e relatar a experiência do personagem.
    Bjs.

    www.salaliteraria.com.br

    ResponderExcluir