terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Eixos Temáticos #10

Olá galera!

Hoje estamos dando continuidade à coluna de Eixos Temáticos. Neste post, vamos tratar do eixo Campeões da estante em números. É, sabe aquele livro enooorme que dá até preguiça só de ver ele na estante? É sobre eles que vamos falar hoje, ‘bora lá?



Sob a Redoma, Stephen King (Resenha)

Na trama, em um dia como outro qualquer em Chester’s Mill, no Maine, a pequena cidade é subitamente isolada do resto do mundo por um campo de força invisível. Aviões explodem quando tentam atravessá-lo e pessoas trabalhando em cidades vizinhas são separadas de suas famílias. Ninguém consegue entender o que é esta barreira, de onde ela veio e quando — ou se — ela irá desaparecer.
Os moradores de Chester’s Mill percebem que terão de lutar por sua sobrevivência. Pessoas morrem, aparelhos eletrônicos entram em pane ao se aproximar da redoma e a situação fica ainda mais grave quando a cidade se vê exposta às graves consequências ecológicas da barreira. Para piorar a situação, James “Big Jim” Rennie, político dissimulado e um dos três membros do conselho executivo da cidade, usa a redoma como um meio de dominar a cidade.
Enquanto isso, o veterano da guerra do Iraque, Dale Barbara, é reincorporado ao serviço militar e promovido à posição de coronel. Big Jim, insatisfeito com a perda de autoridade que tal manobra poderia significar, encoraja um sentimento local de pânico para aumentar seu poder de influência. O veterano se une a um grupo de moradores para manter a situação sob controle e impedir que o caos se instaure. Junto a ele estão a proprietária do jornal local, uma enfermeira, uma vereadora e três crianças destemidas.
No entanto, Big Jim está disposto até a matar para continuar no poder, apoiado por seu filho, que guarda a sete chaves um segredo. Mas os efeitos da redoma e das manobras políticas de Jim Rennie não são as únicas preocupações dos habitantes. O isolamento expõe os medos e as ambições de cada um, até os sentimentos mais reprimidos. Assim, enquanto correm contra o pouco tempo que têm para descobrir a origem da redoma e uma forma de desfazê-la, ainda terão de combater a crueldade humana em sua forma mais primitiva.

Os Miseráveis, Victor Hugo

Esta obra é uma poderosa denúncia a todos os tipos de injustiça humana. Narra a emocionante história de Jean Valjean — o homem que, por ter roubado um pão, é condenado a dezenove anos de prisão. Os miseráveis é um livro inquietantemente religioso e político.

Eternidade por um fio, Ken Follett (Resenha)

Durante toda a trilogia O Século, Ken Follett narrou a saga de cinco famílias americana, alemã, russa, inglesa e galesa. Agora seus personagens vivem uma das épocas mais tumultuadas da história, a enorme turbulência social, política e econômica entre as décadas de 1960 e 1980, com a luta pelos direitos civis, assassinatos, movimentos políticos de massa, a guerra do Vietnã, o Muro de Berlim, a Crise dos Mísseis de Cuba, impeachment presidencial, revolução... e rock and roll!
Na Alemanha Oriental, a professora Rebecca Hoffman descobre que durante anos foi espionada pela polícia secreta e comete um ato impulsivo que afetará sua família para o resto de suas vidas.
George Jakes, filho de um casal mestiço, abre de mão de uma brilhante carreira de advogado para trabalhar no Departamento de Justiça de Robert F. Kennedy e acaba se vendo não só no meio do turbilhão da luta pelos direitos civis, como também numa batalha pessoal.
Cameron Dewar, neto de um senador, aproveita a chance de fazer espionagem oficial e extraoficial para uma causa em que acredita, mas logo descobre que o mundo é um lugar muito mais perigoso do que havia imaginado.
Dimka Dvorkin, jovem assessor de Nikita Khruschev, torna-se um agente primordial no Kremlim, tanto para o bem quanto para o mal, à medida que os Estados Unidos e a União Soviética fazem sua corrida armamentista que deixará o mundo à beira de uma guerra nuclear.
Enquanto isso, as ações de sua irmã gêmea, Tanya, a farão partir de Moscou para Cuba, Praga Varsóvia e para a história.
Como sempre acontece nos livros de Ken Follett, o contexto histórico é brilhantemente pesquisado, a ação é rápida, os personagens são ricos em nuances e emoção. Com a mão de um mestre, ele nos leva a um mundo que pensávamos conhecer, mas que nunca mais vai nos parecer o mesmo.

Esses são os maiores livros que temos na estante, quais são os maiores livros que vocês tem?


Beijos,

25 comentários:

  1. Bruna, eu tenho It e Sob a Redoma (já lidos), Mundo Sem Fim e Dança da Morte (ainda não lidos). Obras de King e Ken Follet, meus autores prediletos, junto com Harlan Coben.

    bjs

    Amor por Livros

    ResponderExcluir

  2. Oi, Bruna! Nossa que livros grossos, é assustador não é. Olhá-los na estante, bate aquela preguiça. Eu assisti a série desse livro do senhor King, já o livro não li e, talvez não lerei. Tenho certeza de que o livro é maravilhoso, assim como a série que eu gostei bastante, no entanto o livro eu não arriscaria na leitura, por motivos óbvios, é muito grosso. Os miseráveis eu leria, com toda a certeza, deve ser uma leitura muito prazerosa e ao mesmo tempo edificante. Adorei o seu post, até mais.

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Adorei a temática desse post, tenho Sob a Redoma na minha estante e realmente é enorme. Confesso que foi uma leitura fiz relativamente rápido sabe? Acabei me divertindo um bocado com o enredo. A maioria dos livros do Ken Follet são bem gigantes né, eu tenho os livros de Outlander aqui também e são uns calhamaços.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  4. Ola
    Desses só li Sob a redoma e adorei.. confesso que no começo deu uma preguiçinha, mas passou rapido porque a leitura é ótima. Sobre os outros títulos tenho muita curiosidade em ler Os miseráveis.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Se tem uma cosia que é tenho pavor nessa vida literária que eu vivo, esse medo é de livros grandes kkj. Teve uma época que eu me recusava a ler livros maiores do que 290 - 300 páginas rsrs, mas com o tempo eu tive que me acostumar e nem ligo tanto para as páginas, apesar de o livro mais gordo que li só teve umas 490 páginas por aí kkk. E o mais groco na minha estante é o último livro da série de Dragões de Éter, que inclusive só li o primeiro e não pro segui por conta do tamanho de suas sequências kkk. Da sua lista eu já li Os Miseráveis, mas aquela edição do Valci Carrasco, bem resumida. Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  6. Oiiieee

    Os meus são os do Patrick Rothfuss e os da Diana Gabaldon, eita preguiça que dá....rsrs
    Os Miseraveis além de ser largo é uma história dificil... tenho até vontade de um dia conferir, afinal é um clássico, mas no momento ainda nem me sinto preparada

    Beijos

    Resenha Atual

    ResponderExcluir
  7. Oi, Bru!
    Morro de vontade de ler "Os miseráveis" e "Sob a redoma", morro mesmo! Ainda vou lê-los.
    Entre os maiores que eu tenho na estante estão "Christine" e "Grande Sertão Veredas". O primeiro eu já li, o segundo estou ansiosa para ler.
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  8. Oi Bru, não tenho vontade de ler nenhum dessas obras, mas adoro o King e confesso que a grande parte dos livros deles são meio gordinhos, haha.
    Adorei a ideia do post. Beijos
    dicasdaisacereser.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá, pelas fotos que já vi nas redes sociais, esses são livros grandes mesmo! Quantas páginas tem cada um?
    Os maiores que tenho na minha estante são os da minha série favorita: Uma geração. Todas as decisões., escrita pela Eleonor Hertzog

    ResponderExcluir
  10. Oi!

    Eu ainda não li nenhum desses, apesar de amar o King, esse é um dos livros que menos tenho vontade de ler, porque vi a série e odiei. Os outros tenho interesse até, mas não no momento haha. Adoro esse coluna!

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Gente, que post legal, adorei! Tenho alguns livros "gordinhos" na minha estante que ainda não foram lidos por conta da preguiça e Os Miseráveis é um deles. Comprei essa edição em uma promoção mas desdes então nunca o abri sequer pra folhear mas tenho certeza de que é uma leitura obrigatória e de que a farei um dia, só não sei quando haha.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  12. Oi Brunna conheço os três livros, mas não li nenhum ainda kkkk
    O tamanho não me assusta. Quando o enredo é bom, esqueço na hora quantas páginas tenho que ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi, flor! Só não conhecia esse último livro apresentado e gostei muito dele. Os Miseráveis, um dia, espero ter a coragem de ler. Confesso que já vi muitas pessoas destacando o primor da obra, mas também a narrativa meio chata e de difícil compreensão. Aiai, será que vou ser aquelas que chegará ao fim ou largará na metade? Hahaha.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Eu já vi esse livro Sob a Redoma, mas ainda não cheguei a conferir.
    Eu sei que tem até o seriado, mas vi o primeiro episódio e não gostei muito. Por isso que não consegui conferir ainda esse livro. Gostei dessas indicações.


    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  15. Oi, Bru! Nenhum dos livros que você colocou aqui já fizeram parte das minhas leituras, apesar de por um tempo eu ter tido Os Miseráveis na minha estante por causa do colégio. Mas acabei que não tive que ler porque trocaram o professor. Sob a Redoma, eu já vi a série e como ela não me conquistou eu nem tive vontade de ler. O último foi o que mais me chamou atenção e vou dar uma conferida nele!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Adorei mais esse post! Morro de vontade de ler Os Miseráveis mas cada vez que vejo o tamanho bate aquela preguiça, mas tenho certeza que um dia conseguirei ler! hahaha Sob a Redoma eu assisti ao seriado mas fiquei tão desapontada que até perdi a vontade de ler o livro, infelizmente.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oie amore,
    Que blog mais fofo.. parabéns!
    Ai esses calhamaços ás vezes nos surpreendem... tenho uns assim na estante.
    Desses mencionados, nenhum me chama a atenção, pra ser sincera.
    Beijokas
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oii, tudo bem?
    Eu devo falar que amei essa coluna rsrs, mas acredito que não teria criatividade para ficar escolhendo diferentes temas, pois isso parabéns. Eu acredito que o meu livro mais "gordinho" são todos os das cronicas do gelo e fogo, eles com certeza são enormes.

    ResponderExcluir
  19. Amo os miseráveis desde a primeira vez que peguei ele, ainda na minha adolescência. A forma como o autor traz temas tão fortes, que não deixam de ser atuais deixa sua leitura super bem desenvolvida, e com momentos tensos e cheios de emoção. Cresci com as ideias dos personagens, e vendo o sofrimento me emocionei junto com cada vitória e com cada sonho realizado.

    ResponderExcluir
  20. Sob a Redoma, li ate metade do livro, a leitura acabou ficando cansativa e repetitiva e por isso abandonei, não sei se desejo voltar a reler e desenvolver os acontecimentos, porém o livro miseráveis apesar da escrita não ser muito fluida, não me prejudicou na leitura já que fiquei fascinada com a forma que retratava as injustiças do próprio ser humano.

    ResponderExcluir
  21. OPie
    os miseraveis é bem grosso mesmo, por agora eu pretendo ver o filme e quem sabe um dia eu leia hahaha esse do king não tenho muita curiosidade apesar de adoprar o autor

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi querida, como está?
    Tu realmente tens uns livros grandes na tua estante! Eu tenho pelo menos dois: Dartana e Volume Ouro L&PM: Jane Austen (três romances). O primeiro li para o Rillismo e fiz resenha e o outro eu ainda preciso tomar coragem para começar, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oii, tudo bom?

    Os miseráveis também é um dos maiores livros que tenho na estante, mas, sem sombra de dúvidas, é um dos melhores também. Aliás, é um dos melhores que já li na minha vida. Não sei se já leu, mas, se não tiver lido, leia! Vale muito a pena ^^


    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  24. Ooi,
    Os maiores livros da minha estante são Mary Poppins e uma edição especial com todos os livros e contos de Sherlock Holmes! Realmente são livros enormes, mas o que mais me desanima neles é o peso, é bem mais difícil levar consigo um livro desses no dia a dia.
    Corujas de Biblioteca

    ResponderExcluir
  25. Olá,
    Não tenho nenhum desses na minha estante, mas conto com uma saga de peso quando se refere a livros extensos! Estou falando dos volumes da série Irmandade da Adaga Negra. Menina os livros são enormes e ainda não iniciei a leitura de nenhum.
    Outro que tenho é Crônicas de Nárnia volume único!

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir