sexta-feira, 25 de novembro de 2016

[Resenha] Três vezes nós, Laura Barnett

Título: Três vezes nós
Autora: Laura Barnett
Editora: Novo Conceito (cortesia)
Páginas: 384
Onde comprar: Saraiva | Submarino

Todos os dias fazemos escolhas e vivemos as consequências delas. Podemos dizer o que temos em mente, ou podemos simplesmente guardar os sentimentos para nós mesmos; podemos brigar com alguém, ou podemos simplesmente engolir a ira; podemos perdoar; podemos amar; podemos decidir entre nos jogar de cabeça na vida ou ter medo de vivê-la.

Mas, qual será o verdadeiro poder da escolha? Como seria sua vida agora se ontem você tivesse tomado uma decisão diferente?

Como seria a vida se Eva decidisse ficar com Jim? Como seria se ela escolhesse deixá-lo? Como seria se ela nem mesmo o tivesse conhecido?

Uma garota. Uma bicicleta. Um cachorro. Um garoto gentil.

A garota pode desviar a tempo do cachorro e depois despencar da bicicleta. O garoto gentil vai ao encontro dela.

A garota pode desviar a tempo do cachorro e seguir seu caminho. O garoto gentil vai passar por ela sem nem mesmo nota-la. 
"Nada é permanente, exceto a mudança."

Três Vezes Nós brinca com as possibilidades para nos mostrar o quanto um único segundo, às vezes, pode fazer toda a diferença. As três versões começam e terminam do mesmo modo, mas o corpo da história varia de acordo com as escolhas das personagens. Nelas, o amor é colocado como sinônimo de insegurança, sofrimento e felicidade. Nelas, o amor termina em perdão, libertação e gratidão.

Essa história ensina que o amor pode ser visto por diversos ângulos e interpretado de diversas maneiras, sem que nunca ninguém esteja errado. O amor é o que você acredita, é o que faz e recebe em troca. 
"Toda vez que você encontra um pouco de humor em uma situação difícil, é sinal de que teve sucesso. Não deixe as decepções de ontem dominarem os sonhos de amanhã."

A ideia de Laura Barnett é desafiadora e faz um convite à reflexão. Só por isso ela já seria merecedora de nada além da nota máxima, mas existem alguns contratempos, sendo eles a narrativa e a divisão do livro. A primeira é completamente desfocada: transita entre o presente e o passado sem cuidado nenhum, além de acrescentar à história uma quantidade de personagens absurda. Já sobre a divisão, só posso dizer que foi infeliz: os capítulos das versões 1, 2 e 3 vêm intercalados e isso causa confusão. É preferível ler todos de uma única versão, mesmo que seja desagradável ter que ficar pulando páginas e depois voltando.

De um modo geral, eu diria que Três Vezes Nós é um livro baita confuso, mas que, no final, pode valer a pena. A história não deixa de ser linda, e a reflexão trazida por ela se mostrou inquietante. Afinal, nada é mais perturbador que perguntas sem respostas. 
"A pintura retrata as muitas escolhas que não foram, as muitas vidas que não foram vividas. Ele a chamou de 'Três Vezes Nós'."

Classificação:

15 comentários:

  1. Oi, Gabrielle.
    Sua opinião a respeito desse livro se parece com a minha. Eu achei a divisão das versões muito confusa. Comecei a ler na sequência das páginas, mas desisti e li uma versão por vez.
    A proposta do livro é muito boa e ele carrega uma mensagem bacana. Apesar disso, não foi uma das melhores leituras do ano, para falar a verdade, eu achei o livro bastante cansativo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu fiquei mega curiosa com esse livro, até pela sua opinião de que é confuso, reflexivo e ainda deixa pontos de interrogação, me por aí quero saber que perguntas são essas. E pelo que entendi são três histórias do mesmo casal com realidades alternativas. Quero ler. rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi, tudo bem?

    Não é a primeira vez que leio uma resenha dizendo que o livro é confuso, isso é bacana de ser dito pq assim a gente se prepara melhor pra ler. Acho que não vou conferir no momento, mas de todas as formas gostei de saber que no final vale a pena ser lido!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Ola
    Eu quero muito poder ler esse livro, especialmente porque a premissa chama muito a minha atenção e estou curiosa quanto ao desenvolvimento. Imagino mesmo que aponte para reflexões, o que me deixa ainda mais motivada para conferir.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  5. Apesar de alguns pontos negativos que você citou, gostei muito do enredo.Gosto desses livros que nos fazem refletir sobre nosso cotidiano e nossas atitudes no dia-a-dia. Nos sentimos próximos com o autor né?

    Amei sua resenha :)

    beeijão
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu recebi esse livro de parceria com a editora, mas um esta lendo é o meu amigo de Blog, e só ontem eu notei que as histórias são contadas de forma bem pinicada e isso realmente deve deixar qualquer um com uma baixa confusão, mas que bom que com o final que ele teve tudo vale a pena. Espero ter a chance de ler em breve, adorei a sua resenha. Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    Eu não fazia ideia da existência deste livro mas ainda bem que gostaste!! :) ahah

    E uma pena que esses dois pontos tenham diminuído a classificação.. Eu ate gosto dessa mudança passado-presente, mas se não for bem conseguida, claro que passo!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Você teve a mesma opinião que eu a respeito das versões, também li uma versão por vez, porque senão a mente se confunde demais, apesar de que a história é legal, mas foi confusa mesmo. O legal é poder brincar com as possibilidades mesmo.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  9. Achei interessante essa coisa de escolhas, mas no fundo discordo um pouco, porque para mim tudo é obra do acaso ou do destino. Você cair da bicicleta e o garoto vir ao seu encontro, acaso ou destino. Você não escolhe cair da bicicleta e, com isso, também não pode prever que o garoto virá até você. Eu totalmente leria esse livro para saber mais o que a autora criou nessas páginas, fiquei mega curiosa. Gostei bastante da sua resenha também!

    ResponderExcluir
  10. Oi, gabriele, várias pessoas comentaram essa confusão do livro e sinceramente para mim é um ponto super negativo. A única coisa que me chama atenção é a reflexão sobre nossas escolhas e suas consequências, mas acho que não leria ainda assim.

    ResponderExcluir
  11. Adoro esse tipo de livro que nos mostra o poder das escolhas, afinal a cada escolha que fazemos abrimos mão de todas as outras possibilidades. Estou louca pra ler esse livro, acho que vou gostar bastante, mesmo que eu tenha visto opiniões divergentes sobre ele. Você não é a primeira pessoa que eu vejo sugerir a leitura de cada versão de uma vez, mas sou teimosa e vou ler na ordem... Rs... Espero não ficar muito confusa.

    ResponderExcluir
  12. Olá ♥
    Estou louca para ler esse livro, sempre vejo alguns elogioes. Em relação o livro ser um pouco confuso, algumas pessoas acham que foi proposital que a autora queria isso, mas como ainda não li não tenho como opinar muito. O enredo é convidativo. Gosto de livros que nos prega uma lição, que nos faz vê as coisas com outros olhos. Espero em breve poder ler. Beijos ♥

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu acho a capa desse livro simplesmente linda e a ideia também, logo tenho vontade de ler. Acredito que é uma história que me agradaria, mas imagino que a leitura seja confusa mesmo por causa dessa intercalação das versoes da história. Enfim, espero ler algum dia e gostar.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  14. É a primeira resenha que eu leio da obra, e gostei de saber mais sobre a trama. Que pena saber que é um pouco confuso, mas mesmo assim fiquei interessada em conferir. Gosto de leitura reflexivas.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  15. Olá

    Já li dois pontos sobre "Três vezes nós" e o incrível é quem tanto quem gostou quanto quem não gostou tanto, chegam no mesmo aspecto que você: "Três Vezes Nós é um livro baita confuso, mas que, no final, pode valer a pena"

    Ainda quero conferir e espero poder entender melhor do que se trata!

    ResponderExcluir