sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Vamos conversar? #5

Olá, meus amores - e, principalmente, minhas amoras!

Hoje, em nome da minha tão amada (e sonhada) medicina, vou conversar um pouquinho com vocês sobre esse mês lindo que estamos vivendo. Ele, Outubro, o mês que celebra nossos pestinhas, nossos queridos professores e o Halloween, também é ROSA. É o mês que luta pela conscientização do câncer de mama. E, sim, a prevenção começa com nós mesmas!


Você, mulher, entre 18 e 35 anos já fez exame de toque em si mesma? Você, mulher, de 36 anos ou mais já foi a um médico, já fez uma mamografia? Você, mulher, sabia que em 66% dos casos a doença é descoberta através do autoexame? Você, mulher, seja agora apresentada a um grande inimigo e aprenda a se prevenir contra ele.

Câncer de Mama, o que é?

As células do nosso organismo às vezes podem perder o controle e sofrer mutações. As causas para isso são variadas e vão de heranças genéticas à históricos de reposição hormonal. O problema é que esse "novo lote" de células não possui limites e começa a se reproduzir muito rapidamente. É aí que surgem aqueles "caroços", os chamados tumores - que podem ser benignos ou malignos.

Por que mamografias anuais são indicadas para mulheres acima de 35 anos?

Não parece, mas a resposta já se encontra na própria pergunta: a idade avança é um fator de risco, sendo relativamente raro diagnosticar a doença em mulheres jovens. Mas não se enganem! Dizer que é raro não significa que nunca pode acontecer. Por isso é tão importante que as mais jovens criem o hábito de fazer o autoexame, mensalmente, e para aquelas acima de 35 anos, a mamografia é imprescindível pois é capaz de encontrar nódulos bem pequenos, que ainda não são palpáveis. E claro, quanto antes o diagnóstico for feito, maiores são as chances de cura.

Fui diagnosticada com câncer de mama, e agora?

Os tratamentos também são variados e dependem do tipo e do estágio da doença. Entre eles estão a quimioterapia, a radioterapia e as cirurgias de retirada do tumor ou da mama.

É verdade que câncer de mama também pode atingir homens?

Sim! Embora seja menos comum, homens com mais de 50 anos não podem ignorar o surgimento de nódulos.

Tenho cabelo super comprido mas tenho dó de doar...

Pois bem. Faça um exercício comigo. Se imagine SEM CABELO NENHUM, e SEM UMA DAS MAMAS. Agora, me responda: como estaria sua auto-estima? (Acho que nada bem, né?)

Mulheres, saibam que vocês não precisam cortar seu cabelo todo, como eu já fiz. Doações são aceitas a partir de 10 cm, 15 cm - o mínimo depende do lugar para o qual você vai doar. Se informe e faça uma boa ação, para apenas uma, UMA das milhares de mulheres pelo Brasil com câncer de mama. Faça alguém feliz. Não tenha dó de cortar o cabelo. Tenha dó da mulher que já sofreu o bastante!

O Outubro Rosa é de todas nós. É das mulheres que não têm câncer e que devem se prevenir e também daquelas que têm e estão na luta contra ele.

Previna-se! Lute! (E, claro, doe seu cabelo!)

Um milhão de beijos de uma das futuras médicas que ainda pretende fazer tudo com muito amor e carinho,

16 comentários:

  1. Oi, gab, adorei seu post e o câncer de mama tem sido algo bastante discutido no país todo, o que é maravilhoso. É bom todas as mulheres terem informações e informações para poderem se informar e prevenir o mais rápido possível. E adorei a doação de cabelo, com certeza vai fazer muitas mulheres felizes

    ResponderExcluir
  2. Amei o post, amei sobre você falar do assunto, informação nunca é demais.
    Beijos!

    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi, que beleza de postagem, parabéns! precisamos mesmo de muito esclarecimento sobre o assunto. Legal que você falou sobre o câncer de mama em homens. Muitos nem imaginam que homem também pode ter este problema. Estou com 41 anos, e já faço regularmente a mamografia e o exame do toque. Prevenção e informação são sempre nossas melhores armas.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oiii, amei muito seu post,muito necessário ! Sempre falo com as mulheres da minha familia para fazer a mamografia,inclusive o hospital da minha cidade ta oferecendo de graça por esses dias ! Não sabia que também tem em homens ...

    beijinhos

    http://www.brilhou.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabi!

    Estou sempre atenta e faço os exames, mas acho super bacana a campanha pq tem muita mulher que vai sempre deixando pra depois! Adorei a postagem e foi bem informativa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Eu adorei conferir este teu texto a falar sobre o cancro, especialmente o da mama, associado a esta temática do Outubro Rosa... Espero que a Campanha fala grandes frutos!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Gabrielle!

    Meus parabéns pelo texto. Muita gente subestima o câncer de mama e é muito importante que haja mesmo essa conscientização do outubro rosa. Eu já doei meu cabelo uma vez e doaria de novo. Ele ainda tá curto. Haha. Enfim, muito legal o teu post! Espero que inspire algumas pessoas!


    beijos =)

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabrielle, que testo direto e reto!!!
    Ouvimos falar do assunto, infelizmente vemos pessoas próximas enfrentado a doença, mas quando chega em nós, parece que temos medo de encontrar algo. Vou compartilhar seu texto nas minhas redes sociais, porque você foi direto ao ponto, fazendo este exercício de se imaginar passando pelo tratamento.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Achei o seu post maravilhoso!
    É uma bela forma de atingir o objetivo da conscientização, já que acredito que a maior parte das visualizações do blog seja do público feminino.
    Adorei a forma que você abortou o tema e também sanou algumas dúvidas que poderiam surgir. O que mais achei interessante é a parte da doação de cabelo. Estou esperando o meu crescer e sair toda a tinta fantasia que tenho para poder doar. Imagino o quanto deve doer ser diagnosticada com a doença e ainda por cima sofrer toda essa mudança física.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Acho muito importante a conscientização sobre o assunto, e achei fantástico você incluir na postagem essa coisa de doar o cabelo, muita gente nunca nem pensou sobre isso. Só discordo um pouco sobre a mamografia, li uma cartilha do Inca que desaconselha que seja feita antes dos 50 anos, a não ser que haja um histórico e um motivo para investigação, fora isso, é assustador o quanto pode maia prejudicar que ajudar, causando algumas vezes até retirada desnecessária da mama. Cada um precisa entender as vantagens e os riscos antes de fazer sua escolha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiz bastante pesquisas e já estudei um pouco sobre o assunto... Os riscos vão aumentando a partir dos 35 anos e é indicado porque, como eu disse, torna possível o diagnóstico ainda cedo. E quanto mais cedo, menos radical o tratamento. Nem todos os casos exigem retirada completa da mama e acredito que nenhum bom médico tomaria medidas desnecessárias.
      Nunca ouvi isso de ser "mais prejudicial que benéfico". Pelo menos, não de fontes confiáveis.

      Excluir
  11. Olá
    Ai como meu sonho e ser médica, fico maravilha com post assim.
    ACHEI MARAVILHOSA A sua ideia de conscientiza as pessoas , muitas pessoas não fazem exame até com medo do próprio resultado, mas se eu pudesse falar algo para essas pessoas seriam faça,mesmo com receio e medo.Tudo que é descoberto cedo da para tratar melhor.AMEI que vou tirou algumas dicas, nossa estou literalmente sem palavras, pois ontem minha tia perdeu um grande amigo vítima do câncer. POR MAIS PESSOAS ASSIM COMO VOCÊ QUE INSENTIVA O EXAME E QUE CONCIENTIZA AS PESSOAS .Parabéns mais uma vez.

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem, futura Dra?

    ADOREI o post e achei muito nobre da sua parte dedicar um pouquinho do seu tempo para vir falar sobre Outubro Rosa e a conscientização!

    E, concordo plenamente ctg: DOE! Há muitas pessoas lá fora precisando de qualquer tantinho que possamos doar, seja tempo, atenção, carinho e até mesmo de sorrisos!

    Parabéns pelo post (:

    ResponderExcluir
  13. Olá, Gabrielle.
    Gostei muito do seu post porque nos ajuda a nos conscientizarmos ainda mais. Outubro é um mês importante para se falar dessas questões que envolvem saúde da mulher.
    Foi bastante explicativo.
    Obrigada.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Gabrielle! Que coisa linda encontrar um post informativo, conscientizador, reflexivo e com um tom de conversa que dialoga tão bem! É muito verdade que devemos entender esse mês como o mês de todas e abraçarmos a causa para dissemina-la ainda mais! Parabéns e obrigada pela boa leitura!

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Que bom você reservar um espaço para falar desse mês especial de prevenção para mulheres. Concordo na união de todas as mulheres para vencer esse mal terrivel que assombra tanto.

    ResponderExcluir