quarta-feira, 26 de outubro de 2016

[Resenha] Rezadeira, Carlos Rodrigo - Semana do Horror #2

Título: Rezadeira
Autor: Carlos Rodrigo (cortesia)
Editora: S.E.
Páginas: 22
Onde comprar: Amazon

Rezadeira é um conto bem curto, portanto, a leitura é realizada em poucos minutos, mas isso não torna a leitura desnecessária.

A Família Cabral, composta Lúcia, César (mãe e pai, respectivamente), Lua. Maria e João, acabou de se mudar para uma casa que é considerada mal-assombrada. O motivo? Uma história sangrenta com a morte de um casal e uma rezadeira. Sem acreditar muito nos acontecimentos, a família se muda, mas, espíritos estão ali para provar que, por vezes, lendas podem ser reais.

César acabou de fazer uma cirurgia e está de volta para casa. Seus filhos não sabiam que ele tinha ficado internado e pensavam que ele estava em uma viagem, mas o marido volta são e salvo, portanto, não há nada que se preocupar.

João, o filho mais novo do casal, é um menino dócil que começa a ser atormentado por um espírito e acaba por ficar doente. Claro que todos acham que se trata de um pesadelo ou, até, um delírio por conta da alta febre, mas seria apenas isso?

Gosto muito do gênero e confesso que tinha uma ideia completamente diferente desse conto, achei que seria algo mais como querer provar que espíritos existem e tal, mas o conto foi além disso. Uma coisa que você deve saber antes de lê-lo ele é sangrento, não é pouco, não, ele é extremamente sangrento e pessoas com estômago fraco podem não gostar muito.

Confesso que essa foi uma das poucas histórias que li e que me deixou com um arrepio na espinha. Gosto muito de histórias que envolvem espíritos e suas maldades, mas, quando há o envolvimento de crianças meu coração vai pela boca.

A leitura foi muito boa e o conto foi bem escrito. O narrador conversa com o leitor, então, me senti bem próxima dos acontecimentos da trama e, ao terminar, o autor conseguiu me deixar com a pulga atrás da orelha com relação aos acontecimentos. Recomendo a leitura para quem curte o gênero e, principalmente, não tem o estômago fraco.


Classificação:


23 comentários:

  1. Olá Bruna! Eu li esse conto já faz um tempinho e, eu gostei dele. Esse autor tem outras obras maravilhosas. Quando puder leia, vais gostar. Forte abraço!

    Marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Eu já li algumas resenhas sobre esse conto e fico curiosa nao somente por ser uma leitura rápida, mas por sua temática que eu adoro. Gostaria muito de conferir mais sobre o autor também. Acho muito interessante quando há essa interação com o leitor.
    Bejjos, Fer
    Www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Só o fato de você ter dito que ele é sangrento, me deixa com medinho. Mas como se trata de uma leitura rápida, acho válido conhecer.
    Valeu pela dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bru!
    Eitchan que eu gosto é sangue mesmo! Daqueles que a gente espreme e cai horrores hahhahahhahaha
    Por ser conto, ganha mais ainda crédito comigo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
  5. Bruna!
    Muito bom ver um conto tão curtinho, carregado de trechos sangrentos e como falou, para quem gosta do estilo, é maravilhoso!
    “Das coisas que a sabedoria proporciona para tornar a vida inteiramente feliz, a maior de todas é uma amizade”.(Epicuro)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Não conhecia esse conto e mesmo tendo um estômago bem mais ou menos pra histórias que nadam em sangue fiquei com muita vontade de ler esse, justamente por ser um conto curtinho e uma leitura rápida e envolvente.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Já tive o prazer de ler essa obra do Carlos e também recomendo a leitura!
    Concordo que foi muito bem escrita e regada a suspense, sem contar que nos sentimos próximos mesmo com a narrativa que ele escolheu usar.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Bruna, eu tenho visto esse conto sendo muito bem recomentado e os comentários são sempre muito positivos. Eu tenho curiosidade em ler, mas ainda não tive coragem para ingressar nessa leitura. Eu não vejo problema com sangrento, meu problema mesmo é com os espíritos e a coisa toda do terror.

    ResponderExcluir
  9. Oi Bruna, eu tenho o mesmo problema que você com histórias que envolvem crianças apeaar de adorar o gênero terror. Desde que me tornei mãe em específico tenho pavor de tudo que envolva criança sofrendo. Eu estava super afim de ler esse conto mas por esse detalhe que você ressaltou já sei que não lerei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá!! :)

    Adoro estes artigos com livros para a temática vivida! :) Ainda que a do Halloween não me diga assim muito...

    Mas ainda bem que gostaste da leitura! :) E que esta bem escrita e te despertou emoções, isto e, te arrepiou a espinha!! ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Bruna, ando lendo uns contos pequenos e bem legais, então acho que Rezadeira seria interessante. Eu sairia um pouco da minha zona de conforto, mas acredito que valeria a pena! Gostei da sua resenha, abraços

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bom?
    Se não é para pessoas com estômago fraco não é para mim! rs Sou extremamente medrosa, então fujo de livros assim (onde tem espíritos, espíritos que fazem maldade, que envolve criança...). Mas curti saber que o conto de fez sentir frio na espinha e que, mesmo que tenha sido diferente do esperado, que tenha sido muito bom.
    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Não conhecia esse livro e tenho que te falar que esse não é o tipo de livro que eu leria não sabe?
    Estomago fraco? Eu!
    Medrosa? Eu! hahaha

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  14. Oi oi,
    Mesmo sendo uma leitura rápida, não deixa de ser envolvente e intensa. Gosto de leituras rápidas, pois me fazem gostar do gênero lido no momento.

    O autor fez um ótimo trabalho com o enredo e a premissa do livro.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
  15. Oiiii, Bru.
    Já vi alguns comentários bem positivos sobre esse conto, mas ainda não li :3 Mas confesso que depois do conto, fiquei mais curiosa :P Crianças em histórias me assustam hahahhha Ainda estou lendo Menina Má e sério, crianças dão medo :P
    O fato do conto ser sangrento não me assusta. Em livros isso não é problema para mim, mas se é filme... daí perdeu parceria hahah
    Beijooos
    https://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Bruna.
    Fiquei intrigada.
    Como o autor conseguiu escrever um conto aparentemente tão complexo em 22 linhas?
    Agora eu fiquei curiosa e vou tentar tomar coragem para ler.
    Adoro terror e coisas sangrentas, mas lido melhor quando se trata de serial killers, quando envolve espíritos e demônio confesso que sou bem cagona.

    ResponderExcluir
  17. Sangrento? Quero!
    Hahaha, brincadeiras á parte, gostei bastante da premissa. Já me chamou a atenção por ser uma família que não acredita em espíritos sendo testada. E agora que sei que o livro é mais que isso, minha curiosidade mal se aguenta.
    Estou me sentindo tentada a aceitar o desafio.
    Será que aguento?
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Não leio muitos contos, sempre fico com aquela sensação de falta algo mais, por isso não tenho o hábito de lê-los. Só se for uma premisa que me prenda, como isso não aconteceu, deixo a dica passar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá.

    Eu não sou achegada a contos ainda mais de terror. Não gosto muito do gênero, mas fico feliz q vc tenha gostado, apesar das páginas serem poucas. Vejo que a leitura foi bem proveitosa pra ti. Espero que outras pessoas curtam o gênero goste da sua dica.

    Beijos!
    Respire Literatura

    ResponderExcluir
  20. oi bru, eu não conhecia esse conto até ver você marcando como lendo ele no skoob e ele me interessou muito. Adoro coisas que me arrepiem e mexem com meu estômago então acho que essa seria com certeza a leitura ideal para mim, só fico apreensiva por ter tão poucas páginas e eu ficar querendo mais.

    ResponderExcluir
  21. oi bru

    Adoro terror, seja em filme, serie, e agora em livros. tinha bastante preconceito, mas isso vem mudando bastante com a quantidade de livros fantasticos que está saindo. Esse conto em questão, ainda não conhecia, mas gente, que coisa doida hahahah Como ele é curtinho, vou procurar para poder estar lendo.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Fico pensando na concepção de sangrento e acho que eu imaginaria a mesma coisa que você sobre os espíritos, principalmente por ser um conto curtinho. Mas se já parte para a área do sangrento não é muito a minha praia, gosto mais do suspense.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir