segunda-feira, 25 de julho de 2016

A menina Isabel e o amor pelos animais

Oi, pessoal! Tudo bem com vocês?

Hoje eu trouxe um conto que eu escrevi para a disciplina de Literatura Infantojuvenil no curso de Letras. Se trata, portanto, de um conto para crianças e/ou adolescentes. E como eu gosto muito de bichinhos, não poderia escolher outro tema que não lembrasse os animais. Vamos ler!


"Com os olhos cheios de lágrimas e o coração apertadinho, Isabel parou diante daquele serzinho vulnerável e o acariciou atrás das orelhas. 

- Vamos levá-lo, mamãe? Por favor!
- Não, Isabel. Solte logo esse cachorro, talvez ele tenha alguma doença e ainda passe para você. 

Isabel fez um último afago ao bichinho, deu um passo para trás, pegou na mão da mãe e seguiu andando, vez ou outra olhando para trás. O cachorrinho sumiu na multidão, Isabel não o via mais. Durante o caminho para casa, ela ficava pensando: como pode tanta gente passar por ele, olhar para ele e mesmo assim, não enxergá-lo?

Quando esse episódio aconteceu, Isabel era uma doce menina de seis anos. Tinha os olhos castanhos e redondos como jabuticabas e seus cabelos eram pretos e cacheados. Ainda estava aprendendo a ler, mas já era muito inteligente e repetia tudo o que ouvia de forma adequada. Vez ou outra expressava sentimentos profundos demais para uma criança tão pequenina. A mãe só queria o seu bem, e não foi por mal que pediu que Isabel se afastasse do animal, ela estava apenas protegendo aquilo que há de mais precioso em sua vida: sua filha. 

No jardim de infância, Isabel teve aulas com uma professora bastante especial: Eliza. Entre tantas outras coisas, Eliza tentou ensinar aos seus pequenos alunos, a importância de querer bem aos animais, principalmente aqueles que foram abandonados. Ela dizia que eles estavam vagando por aí porque alguém muito malvado os abandonou, que eles eram animais abandonados e não, como muitos pensam, animais de rua

Isabel, que tinha o coração do tamanho do mundo e sempre parava na rua para acariciar um bichinho, nunca esqueceu a mensagem que a professora Eliza passou. Principalmente porque ela nunca pôde ter um animal de estimação. Depois que seu pai foi embora, sua mãe trabalhava praticamente o dia todo para sustentar a filha e vivia dizendo que não teria tempo de cuidar de um cachorro, que era o que Isabel queria ter. Desde sempre, Isabel pedia a mãe para adotar um animal abandonado, mas a mãe dizia:

- Eu não tenho tempo para cuidar de um cachorro, minha filha. E você ainda é muito nova, não tem responsabilidade. 

Passaram-se alguns anos e o discurso se repetia. A mãe não tinha tempo, Isabel não teria responsabilidade. Mais alguns anos e o mesmo discurso. Isabel já havia crescido bastante, já sabia ler, e assim como o seu amor e respeito pelos animais, os olhos permaneciam redondos como jabuticabas.

Quando Isabel fez onze anos, a mãe e ela precisaram se mudar. Elas foram morar num outro bairro, longe da antiga escola. Por conta da distância, a menina precisou mudar de escola também. Na nova escola, agora com onze anos, Isa podia ir a pé e acompanhada dos novos amiguinhos todos os dias. Foi numa sexta-feira ensolarada de março que Isabel, ao voltar da aula, se deparou com uma construção gigantesca. 

- O que é isso, Matheus? – Perguntou Isa ao seu colega.
- É um abrigo, você não sabia?
- Não. Abrigo de quê?
- De animais abandonados.

Os olhinhos de jabuticaba da menina se arregalaram, ficaram úmidos e esperançosos ao mesmo tempo. 

- Vamos entrar? A gente pode?
- Vamos tentar! – respondeu Matheus.

Eles entraram no abrigo. Imaginem a alegria da Isa! Cachorrinhos por todo lado. Se a realidade não fosse tão triste, aquilo até que seria lindo. Depois da primeira vez, Isa passava por lá todos os dias depois da aula, para dar carinho e atenção aos animais do abrigo. Ela fazia a festa naquele lugar, muitos animais a adoravam! Até que um dia, sua mãe acabou descobrindo as visitas. Notou a demora da menina, pediu algumas informações aos vizinhos e descobriu o que a filha andava fazendo. Teria uma conversinha com ela quando chegasse. 

Como de costume, as cinco e vinte a filha chegou. A mãe de Isabel a chamou e disse que elas precisavam conversar.

- Minha filha, andei descobrindo umas coisas. Você anda frequentando o abrigo. Isa, por que você não contou para a mãe?
- Eu... A senhora não iria gostar.
- A princípio não. Mas sabe o que me falaram? Que você era a menina mais cuidadosa e responsável que já tinham visto! E que todos os dias ajudava os tutores a cuidar dos animais. Isa, eu nunca te dei chances quando você pedia para adotar um cachorrinho, pois achava que você não teria responsabilidade. Mas, vejo que você cresceu. Acho que está preparada.

Isabel não soube o que responder. Simplesmente correu até a mãe e a abraçou muito forte. No mesmo dia, as duas foram até o abrigo e trouxeram um lindo cãozinho de cinco aninhos para a casa. O nome dele? Mac! 

Finalmente Isabel pôde ter um companheiro em casa. Sempre que ela chegava, era uma festa só! Eles passeavam, Isa o alimentava, dava banho e carinho. Era uma menininha muito responsável e feliz. 

E o abrigo? Bem, Isa continuava visitando todos os dias. Era uma das melhores coisas a se fazer, ajudar aqueles que não conseguem falar para pedir ajuda."

Fim!

Mac e eu.
O conto é ficcional, mas eu me inspirei em alguns fatos reais para escrevê-lo, como o nome do cachorrinho, que também é o nome do meu cachorro. Espero que vocês tenham gostado e deixem suas opiniões nos comentários. 

Até a próxima, beijos!

Por Thamiris Dondóssola, do blog Historiar.

32 comentários:

  1. Olá Thamiris
    Adorei o conto, a foto também; seu cachorrinho é lindo <3 Imagino mesmo que, apesar de ficção, há coisas reais que podemos nos inspirar quando escrevemos a respeito de algo que gostamos. Eu também amo animais e acho que também escolheria essa temática. Muito legal da sua parte compartilhar conosco!

    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fer!
      Que bom que gostou do conto, muito obrigada. O Mac é um perfeito! hihi.
      Beijocas

      Excluir
  2. Ai, gente, que coisa linda. A sua cara esse conto, muito fofo e tocante! Aposto que se uma criança lesse, iria adorar! Além disso, há a mensagem sobre os animais abandonados que não são de rua. Lindíssimo, parabéns pela escrita!

    Beijinhos, Hel - Leituras & Gatices

    ResponderExcluir
  3. Oi Thamiris,
    Li o conto e achei fofo master, mas aí, chamei meu filho pra ler também e ele deu 5 estrelas!!!! hahahaha
    Você tem talento menina, invista nisso!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivi.
      Que amor! Obrigada por compartilhar com ele. ♥
      Agradeço o elogio.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Thamiris, tudo bem?
    Li seu conto e eu amo ler esses contos maravilhosos!! Você tem dom, tem leveza, você tem uma estrelinha que brilha dentro de você. Parabéns, simplesmente ficou lindo! Sua inspiração de nome e esse cachorrinho? Coisinha mais fofa meu Deus! Parabéns linda, sério, muito show. Amei seu post. Beijinhos.
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, obrigada pelas palavras. Sim, esse cachorrinho é a minha inspiração. Muito obriiiiigada ♥

      Excluir
  5. Que fofura o conto! Também amo animais e quando era criança também era igual a Isabel hahha. Que ótimo que no final ela conseguiu um cachorrinho.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Que conto maravilhoso! Impossível não amar e ver o amor pelos animais. Fiquei muito feliz por Isabel ter conseguido ter um amiguinho.
    Escreva sempre! Você tem um enorme talento.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Oie, eu li seu conto para a minha filha. Ela tem cinco anos e é tão apaixonada por animais quanto Isabel. Vive me pedindo um bichinho e estou vendo a melhor forma de adotar um animalzinho para ela.
    Adoramos seu conto que além de bem escrito e fofo nos traz uma mensagem para refletir.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por compartilhar o conto com a sua fiha. ♥

      Excluir
  8. Olá!
    Adorei o conto e o Mac é muito lindo! Esse tema de bichos realmente conquista as crianças, e pude perceber que você tem muita afinidade com a escrita. Não sei qual rumo você quer tomar na sua carreira depois da faculdade, mas se quiser investir nesse tenho certeza que você vai ter muito sucesso, você é muito boa.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!!

    Não tem como não gostar desse tipo se conto né? Primeiro que é muito legal essa proposta de criatividade no curso.
    Agora o texto em si, tá ótimo!
    Aaaah seu dog é muito amor ❤

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee!
      A proposta é ótima mesmo.
      Obrigada pelo carinho, Ana Paula.
      O Mac é maravilhoso ♥
      Beijos

      Excluir
  10. Olá,

    Gosto muito de contos infanto-juvenis pois sempre carregam uma certa magia em cada palavra. O seu conto me tocou assim, profundamente. Também gosto tanto dos animais que vi algumas semelhanças com a Isabel. Parabéns pela excelente escrita e lhe desejo muito sucesso.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Quem não ama animais? E cachorros?
    Seu conto é lindo! Conseguiu passar todo esse amor que temos por nossos bichinhos. Porém, acredito que precisamos ter responsabilidade para ter um e só fui ter o meu com mais "maturidade".
    Seu cachorro é lindo! Parabéns!!!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos amamos ♥
      Obrigada pelo carinho, Carolina.

      Excluir
  12. Olá, também faço letras e infelizmente não tenho essa matéria super amorzinho :(
    adorei o conto, e achei a isabel um amorzinho, escreva mais pois irei adorar conferir todos os seus contos <3
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que trise :(
      Obrigada pelo carinho, Gabriela.

      Excluir
  13. Oiee Thamiris ^^
    Mac é lindo ♥♥♥ Eu não sei o que seria da minha vida sem meus bebês (Toby e Jon Snow), e meu coração se parte toda vez que vejo um cachorro na rua, principalmente quando este se encontra machucado. Infelizmente não conheço nenhum abrigo aqui na cidade onde moro, mas já fiz doações para alguns da região, e espero ter ajudado pelo menos um pouco, que é o mínimo que esses animais merecem. Seu texto ficou muito lindo, quase chorei aqui...haha'
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você e eu somos muito parecidas, então. Sinto uma tristeza enorme ao ver um animalzinho abandonado.
      Obrigada pelo carinho, Dryh!

      Excluir
  14. Oi!
    Adorei seu conto!
    Ele ficou super bacana para a idade proposta, e incluir pets nele foi muito fofo, pois assim as crianças aprendem mais a amar os bichinhos, mesmo os de rua

    ResponderExcluir
  15. Animais tem tudo haver com crianças, e você fez fez em colocá-los no seu conto. Que fofa a Isabel, você está de parabéns pela escrita.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  16. Que conto fofo menina, realmente não tem como não amar e querer cuidar daqueles que não falam e tanto necessita; seja com comida, aguá, carinho...amor. Enfim, amei ler o seu texto e espero que o Mac seja a inspiração para outros textos seus, quem sabe né? Parabéns pela escrita.

    Beijos
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Que conto mais fofo! Me identifiquei com Isabel porque adoro bichinhos e nunca pude ter um cachorrinho. Moro em apartamento e aqui não tem espaço, minha mãe nunca deixou ter também e olha que não é por falta de responsabilidade, rs :(
    Eu amei o conto e sua foto com seu Mac! <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Aaah que conto mais lindo, fiquei aqui apaixonada, porque sou doida por animais, mais especificamente os cães kkkk Bom, todas as professoras deviam ser que nem Eliza, né? Imagine quantas pessoas seriam incentivadas a ajudar os animais de rua assim? Porque professores tem grande influência, não é mesmo? Enfim, o conto ficou realmente lindo, parabéns e linda foto.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Oii, tudo bem?
    Que conto mais lindo! adorei o enredo, eu amo animais e acho muito linda a atitude da protagonista com os animais de rua. Meus parabéns pelo conto e pela mensagem linda que ele traz, adorei tudo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir