sábado, 11 de junho de 2016

[Resenha] A Herdeira, Kiera Cass - A Seleção #4

Título: A Herdeira
Autora: Kiera Cass
Série: A Seleção #4
Editora: Seguinte
Páginas: 391
Onde Comprar: Saraiva

A resenha poderá conter spoilers dos livros A Seleção, A Elite e A Escolha.

Eadlyn, por ter nascido 7 minutos antes de seu irmão gêmeo, Ahren, tem uma certeza em sua vida: Ela será a nova governante de Illéa. Ela foi criada para isso. E aceita isso de uma forma assustadoramente bem. Talvez sua criação tenha tornado o que ela é: uma pessoa extremamente difícil de lidar e que acredita que todos estarão sempre a seu dispor.

“- Eu sou feliz, Ahren. Sou a princesa. Tenho tudo.
- Acho que você confunde conforto com felicidade.”

Muitas coisas aconteceram desde a última seleção. Maxon tornou-se rei e, por um tempo, conseguiu acalmar a população. As castas foram dissolvidas, mas isso parecia não ter sido bom depois de tanto tempo. Isso se deve ao fato de a população ter preconceito sobre o passado da pessoa e, com isso, não dar empregos, o que torna tudo um ciclo vicioso.

Para acalmar os ânimos, surge uma ideia: criar uma seleção para Eadlyn. Isso não é comum, mas era a única forma que Maxon viu para que a população se acalmasse um pouco. Obviamente, Eadlyn não aceita isso bem e tem uma ideia mirabolante: fazer os participantes temerem-na e quererem ir embora. Será que isso pode dar certo? Ou só mostrará para as pessoas o quão fria ela é?
“(...) seja você mesma.
Era mais fácil falar do que fazer. Afinal, quem eu era? Metade de uma dupla de gêmeos. Herdeira de um trono. Uma das pessoas mais poderosas do mundo. A maior distração do país.
Nunca apenas filha. Nunca apenas garota.

Emendei essa leitura assim que terminei A Escolha e gostei de ter feito isso. É notável como, nesse volume, a Kiera quis uma abordagem mais política e distópica. As coisas não andam bem, a população não está contente, pois, quando havia castas, cada um sabia o que faria, hoje, ninguém sabe de mais nada.

Bem, partindo para a seleção. Tivemos escolhas de participantes de todo o país e isso foi muito legal. Além disso, não havia mais a distinção por castas, mas foi notável ver como eles distinguem-se assim. Por exemplo, um dos participantes se mostrou confiante porque seu pai era um 2. Isso atestou a alienação que as pessoas sentem e como é difícil mudar, apesar de tudo ser feito gradualmente.

Gostei muito de como a trama foi trabalhada e essa abordagem mais política, mas não gostei do fato de o sentimento ter ficado de fora. É nítido como A Seleção incomoda Eadlyn, mas ela sente necessidade de passar por aquilo em prol de um povo que não a ama. Sua coroação, no futuro, como ela bem sabe, será imposta e não desejada, como aconteceu com seu pai e sua mãe.

Enfim, é uma leitura que indico, mas devo dizer que o leitor não deve ir com muita sede ao pote em busca de romance, pois ele é praticamente nulo nesse livro. A protagonista é fria e precisa que alguém se empenhe muito para entrar em seu coração. Ainda bem que isso vai melhorando ao longo da narrativa e podemos começar a ver momentos da protagonista sendo pessoa e não algo programado para o poder.

“Por isso o amor era uma ideia terrível: ele enfraquecia as pessoas.

Classificação:
 

10 comentários:

  1. Oi Bruna,tudo bem?
    Eu amo essa série mas esse é o livro que menos gosto. Eu ainda estava muito apegada ao casal America/Maxon e por isso acabei meio frustrada com esse livro, apesar disso acho que é uma leitura obrigatória para quem se apaixonou pela série.
    Beijos!

    Por Livros Incríveis
    http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna, gostei bastante desse livro, apesar de ter gostado bem mais dos anteriores. Gostei bastante da sua resenha, especialmente porque tambem concordo com seus pontos de vista. E que legal que você emendou uma leitura na outra, afinal de contas é bem melhor para compreensão.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruna,
    Eu ainda não li os livros dessa série mas é algo que necessito fazer o mais rápido possível, tenho certeza de que vou amar cada um dos livros. Gostei muito de ver o que você achou da obra, acho que essas questões políticas devem deixar tudo muito mais intenso dentro da trama. As capas são bem diferentes mas até que são bonitas kkkk

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruna, ainda tenho que continuar lendo a série, parei em A Escolha. Gostei de saber que a Kiera abordou mais o lado político nesse volume, senti falta disso nos três primeiros. Aparentemente Eadlyn é um pouco cheia de sim, mas acho legal ir vendo a desconstrução dos seus muros, pelo menos é o que imagino.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  5. Oi, eu já tive muita vontade de ler a trilogia Seleção, mas depois que de trilogia virou série e toda hora tem livro novo, fiquei bem desanimada. Mas aí li um livro único da autora e fiquei maravilhada com a escrita da Kiera e agora a vontade de conhecer a série pela qual ela ficou famosa, voltou.
    Amei sua resenha e fiquei curiosa pra conhecer a frieza da protagonista, aumentou minha curiosidade quanto ao universo que a autora criou.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Bru, tudo bem?

    Eu amei a trilogia principal e fiquei super feliz quando soube que a Kiera ia lançar A Herdeira. Comprei no dia do lançamento, toda afoita. Lembro que isso foi durante a semana e que eu tinha deixado pra começar a ler no final de semana, mas aí comecei a ler resenhas negativas e minhas expectativas foram diminuindo, diminuindo, diminuindo...acabou que até hoje não li o livro. Mas farei isso ainda esse mês, porque até agora consegui escapar de spoiler sobre a escolha da Eadlyn em A Coroa, mas não sei até quando vou conseguir isso.
    Não sabia que Eadlyn não era amada pelo povo, não lembro de ter lido isso em nenhuma resenha.
    Espero não sentir tanta antipatia por Eadlyn como a maioria das pessoas parecem sentir. Vamos ver.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu não li nem o primeiro livro ainda, e a autora já está no 838038. Será que agora já deu? hahaha Sério, quero ter a série completa antes de iniciar, mas ela não para mais.
    Eu gostei bastante da premissa, e vou seguir a dica de não ir com muita sede ao pote. rsrs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. Olha eu acho que sou a ÚNICA nesse PLANETA TERRA que ainda não leu os livros da Kiera Cass.
    Sério, eu tenho todos os livros, mas não li nada e todos falam que os livros são maravilhosos.
    Quando estava naquela febre eu nem li, porque eu acabo sabendo de tudo que acontece, mas depois, com o passar do tempo sossegou um pouco, porque começou a lançar os livros novos e a galera começou a falar bem menos quando o primeiro foi lançado, por isso meu interesse voltou e estou bem curiosa para conhecer. Não tenho muito o que falar da sua resenha, até porque não sei nada da história, mas eu o tenho e achei a edição linda. Espero curtir muito a estória da autora como todos os outros da série. Sua resenha ficou muito bem feita. Parabéns

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/06/caixinha-de-correio-8-especial-disney.html

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Vou começar a ler essa série esse mês, então dei uma passada por cima para não pegar spoiler rsrs
    Gostei de saber que, mesmo no 4 livro, a trama ainda está bem trabalhada, mas fiquei chateada por não haver muito romance.
    Espero que eu comece logo e venha aqui contar sobre minhas considerações também.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá! Estou me preparando para ler a série. Adorei seu comentário sobre a questão do romance. srsr estava achando que teria mais coisas desse tipo, mas gostei da abordagem como você trouxe. Sua resenha está muito bacana e direta. Gosto de ler opiniões assim!

    Meus parabéns!

    ResponderExcluir