segunda-feira, 6 de junho de 2016

Como você lida com o fato de saber que vai morrer?


"Como você lida com o fato de saber que vai morrer? E que o que é inevitável pode acontecer amanhã, na semana que vem, daqui a um mês, dois meses ou, se você tiver sorte, daqui a muitos anos? Como você lida com o fato de que esse dia pode ser hoje, às três da tarde, por exemplo? Eu posso dizer que eu não consigo lidar muito bem com isso, mas as tentativas que faço diariamente talvez sejam a prova de que estou melhorando conforme os dias estão passando. 

Eu, diante de minhas miseráveis vontades, só quero pelo menos ter a oportunidade poder realizar um dos meus bons sonhos, exterminar um dos meus grandes medos e enfrentar ao menos uma pessoa que diante dos meus olhos, nutre injustiça. Eu anseio por tanto. Eu tenho tantos objetivos que talvez uma vida não seja o suficiente para eu conseguir alcançá-los. 

Enquanto o sol ainda queima e a chuva ainda molha, eu vou fazer o que eu tenho de fazer. Eu vou fazer o que eu preciso fazer. Eu vou fazer o que minhas necessidades me solicitam. Eu vou fazer o que eu quero. Eu vou afrontar meus medos e viver os meus sonhos. Sabendo que estou aqui para isso, para dar a minha cara a tapa, eu vou viver, no sentido literal do verbo. Eu não quero ser mais um ser humano que só existe. Eu preciso aproveitar o tempo que eu ainda tenho. Um tempo que nenhuma pessoa sabe até quando irá existir.

Eu só preciso de coragem."

Por Thamiris Dondóssola.

25 comentários:

  1. Oi Thamiris, esse é um assunto bem complicado. A gente acha que sempre está preparado para isso, mas é óbvio que não dá para se preparar diante disso. Acho que não tenho medo de morrer, quer dizer, tenho mais medo mesmo é de perder as pessoas importantes na minha vida. Lidar com as perdas é ainda mais difícil.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oii!
    Achei esse texto muito tocante. Sempre achei essa temática complicada e as pessoas geralmente não gostam muito de falar nisso. Acho que ninguém nunca está 100% preparado para lidar com coisas assim, é parte de ser humano. E lidar com isso te faz crescer, o luto precisa de muita força pra ser superado.
    Beijos

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Parabéns pelo texto, você escreve muito bem! O assunto é inevitável, todos vamos morrer, mas não sei como lidar com esse fato rsrs Acho que tenho medo de partir sem realizar todos os meus sonhos...
    https://persuasaoliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. O texto está lindo e faz refletir bastante, embora aborde um assunto que eu odeio: Morte, a minha principalmente... rs
    Repassando para algumas amigas porque realmente, é pertinente pensar sobre isso!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Thami!
    Amei seu texto! Às vezes, fico pensando que, se eu morrer hoje, vai ter tanta coisa que eu queria ter feito e não fiz, tanta coisa inacabada. Acho que é assim pra todos.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Seu texto está lindo! Esta temática da morte é bem sensível de se falar porque, apesar de sabermos que um dia vamos morrer, não queremos que esse dia chegue tão cedo. Acho que o melhor que podemos fazer mesmo é aproveitar a vida ao máximo para não nos arrependermos de nada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Ola lindona ótimo texto, eu na verdade não penso nisso sobre minha morte, acredito que tudo tem sua hora e não gosto de sofrer por antecedência. Vamos viver o que há para viver... beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, meninas.

    O texto da Thami é muito profundo, mas sabe que eu nunca parei pra pensar nisso? Eu tenho tanta coisa para pensar e pra fazer que não fico imaginando como seria se eu morresse cedo, sabe? Quando a gente morre a gente morre, acabou, fim, não vou sofrer depois. Acho mórbido demais ficar pensando nela! hahahhaa

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Adorei o seu texto, eu tento não pensar nessas coisas, de quando vou morrer, de tentar aproveitar ao máximo a minha vida ao máximo pois não sei quando vou partir e tals.
    Acho que o negócio é ir tocando a vida, fazer o que se tem vontade e não deixar os momentos felizes passar, pois os momentos são o que realmente importam nessa nossa vida.

    ResponderExcluir
  10. Sábias palavras! Adorei o texto e concordo contigo

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Sabe que nunca parei para pensar nisso? É errado, pois acabamos não aproveitando a vida. Realmente, eu tenho vontade de conseguir alguns dos meus sonhos, e perder muitos dos meus medos também. Um lindo texto, que me levou bastante a reflexão.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Olá

    Adorei seu texto, sabe que já parei pra pensar nisso, não tenho medo de morrer, tenho medo de morrer e não ter feito tudo que eu desejo. Quero aproveitar cada segundo mas as vezes nos preocupamos com besteiras e deixamos passar. Otima reflexão viu.

    Bjos
    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/06/resenha-confissoes-de-uma-garota.html

    ResponderExcluir
  13. Oi!

    Que texto bacana. Eu aprendi muito sobre fazer o que tenho que fazer e não ficar pensando muito. Acho que esse texto aborda isso, em fazermos o que precisamos e não pensar que um dia iremos morrer. Achei bem reflexivo e muito bem escrito o texto. Parabéns!

    beijo!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Acho que isso é uma coisa que todo mundo pensa em algum momento da vida. Eu já tive medo de morrer, acho que hoje em dia me acostumei com a ideia. É a única certeza com a qual a gente nasce... o que a gente tem que fazer é aproveitar a vida da melhor forma possível, já que a qualquer momento tudo pode acabar...
    Lindo texto!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi Bruno, tudo bem? Primeiro quero dizer que seu texto está incrível e muito bem escrito.
    Eu tenho dois problemas que é crise de ansiedade e as vezes ela é tão forte que tenho ataque de pânico. Já cheguei a acordar no meio de um cochilo apavirada com a possibilidade de que eu podia morrer a qualquer momento e estava dormindo. Hoje eu me cuido para wie isso não aconteça e evito pensar em coisas relacionadas a morte justamente para não criar toda essa angústia dentro de mim.
    Bj

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Seu texto é bem reflexivo. Prefiro viver a vida sem pensar nesse momento, pois assim é melhor para aproveitar as pequenas coisas. Ficar pensando na morte para mim é o mesmo que está a sua espera e isso tira a graça da vida, porque ninguém quer que ela chegue rápido. Adorei o texto, certamente serve para algumas pessoas.
    Beijos!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi Thami,
    Eu particularmente já temi muito esse assunto, mas depois que percebi que a morte é como o sono no qual nos desligamos e nem nos damos conta e não sentimos falta em acordar, parei com a neura. Hoje em dia tenho mais medo de perder os que amo do que a minha morte.
    Vivo cada momento não por medo de morrer, mas pelo simples fato de querer viver e sentir cada um deles.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  18. Que texto mais lindo!! Esse está entre os temas mais passados e repassados em minha cabeça, e que já me tirou muito o sono. Gostei bastante da sua reflexão, realmente temos que viver sem pensar no fim, e sim na caminhada. "Eu preciso aproveitar o tempo que eu ainda tenho. Um tempo que nenhuma pessoa sabe até quando irá existir" Amei esse trecho.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oiee,
    Postagem interessante e reflexiva, já passei muito tempo pensando no assunto, hoje no auge dos meus 27 anos aprendi que a gente não deve desperdiçar a vida pensando nisso, devemos apenas viver, já que a morte é a única certeza.
    eu só quero chegar ao fim tendo feito tudo o que eu queria e não ter me arrependido de não ter feito algo.
    beijos

    ResponderExcluir
  20. Oiii!!!

    Que temática densa!!! Eu nunca parei para pensar nisso, sabia?
    Gostei da sua crônica. Ficou muito bem escrita! E envolvente.
    Continue escrevendo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Oiii!!!

    Que temática densa!!! Eu nunca parei para pensar nisso, sabia?
    Gostei da sua crônica. Ficou muito bem escrita! E envolvente.
    Continue escrevendo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Oii!

    Uau! Que texto. Que reflexão. Que tema!
    A morte é um assunto que eu fujo assim como o diabo foge da cruz. Eu odeio velas, cemitérios, velórios, caixão, ou seja, qualquer coisa que lembre morte. Pra você ter noção, eu só participei de um único velório nesses meus 23 anos de vida, que foi o da minha avó e só porque na época eu morava com ela e tinha apenas 09 anos, então não tinha vontade própria.

    Mas de qualquer jeito, hora ou outra esse assunto invade meus pensamentos e o que mais me teme é exatamente isso: não conseguir realizar meus sonhos. Sério, eu tenho tanta coisa para fazer nessa vida, que teria que viver uns 120 mil anos. Quem nos dera viver tanto, né?

    Enfim, assim como você, não sei lidar com esse assunto e tento evitá-lo ao máximo que posso. Mas, no entanto, foi muito bom saber que mais alguém teme esse derradeiro momento.

    Parabéns pela matéria
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  23. Eu acho que nunca lidei com o fato de saber que vou morrer. Eu só me apego a algumas frases como " a vida é uma droga e aí você morre" ou "tudo o que você fizer na vida não terá a menor importância, mas, é muito importante que você faça", penso isso é vou vivendo. Acho que é mais fácil assim. Não encaro a morte como algo ruim, encaro como meu passaporte pra Deus, então é calmo, mas, não é menos apavorante. Bjs

    ResponderExcluir
  24. Olá, eu amei o texto!
    Ele fala exatamente o que eu penso sobre o fato de saber que um dia irei morrer, parece que uma vida é muito pouco para fazer tudo o que tenho vontade, mas não da para desanimar, precisamos viver cada dia como se fosse único. Ótimo texto!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/?m=1

    ResponderExcluir
  25. Sobre o primeiro parágrafo: odeio pensar nesse assunto, morte e questões do universo eu ignoro quando vem na minha mente, não consigo refletir sobre!
    Já do resto gostei bastante do texto e a forma da sua reflexão!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir