terça-feira, 3 de maio de 2016

[Resenha] Se eu fosse a Cinderela, Gislaine Oliveira

Título: Se eu fosse a Cinderela
Autora: Gislaine Oliveira
Editora: Independente
Páginas: 56
Onde Comprar: Diretamente com a autora

Se eu fosse a Cinderela é um livro curto que nos apresenta à história de Cinddy, uma garota normal que odeia deu nome. Aliás, onde a mãe dela estava quando escolheu esse nome?

Cinddy nunca gostou de histórias de princesas, mas sua mãe e suas primas parecem adorar. Ela queria apenas uma vida normal, mas, o que Cinddy faria se, um belo dia, caísse dentro de um conto de fadas?

Como é um livro curto, não posso dizer mais nada sobre a história ou seria spoiler. Cinddy foi uma personagem que me cativou, ela é cheia de atitudes e não está nem aí para o que os outros pensam ou deixam de pensar sobre ela. Ela não é cheia de mimimi e com sonhos como a maioria das meninas. Ver o rumo que a história teve me deixou boquiaberta e garantiu boas risadas.

“Nunca acreditei nesse papo furado de príncipe encantado. E não estou falando que não acreditava em amor. Eu acreditava sim. Só nunca acreditei que o amor viesse mesmo em um cavalo branco.”

A edição desse livro está impecável – mesmo na versão digital. Enfim, é uma leitura recomendadíssima para todas as idades.

Agora, antes de concluir minha resenha, vou deixar um pequeno texto explicando o que eu faria Se fosse a Cinderela.

Nunca sonhei em ser princesa ou casar com um príncipe encantado, meus sonhos sempre basearam-se em minha carreira, estudos, família e, sim, não posso negar, um casamento duradouro e feliz. Por conta disso, sempre me senti uma estranha no ninho perto de meus amigos (risos).

Se eu fosse a Cinderela gostaria de fazer a diferença para as pessoas do reino. Por mais que seja um lugar perfeito – como o fantasiado nas histórias da Disney – deve haver falhas nele, tanto que Cinderela não era uma princesa, mas, sim, uma moça que sofria maus tratos por sua madrasta.

Provavelmente quereria casar com outro homem, pois não aguentaria o fato de precisar ser vista como uma princesa e dar exemplo para as demais moças do reino. Seria ativa e ajudaria tanto meu marido quanto as outras pessoas. Enfim, sem dúvidas, Se eu fosse a Cinderela, faria diferença na vida das pessoas.

Me contem se vocês gostariam de ler o livro e o que acharam da história!

Classificação:

25 comentários:

  1. Oii

    Que capa liinda! *-*
    Gostei da ideia da autora. Como é um livro curtinho acho que eu leria sim!

    Beeijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que legal! Adorei o livro. Bem diferente néh, meio real pelo que eu entendi.

    http://quantomaislivrosmelhor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que fooofo ♡♡♡

    www.quatroestacoess.com

    ResponderExcluir
  4. Que fooofo ♡♡♡

    www.quatroestacoess.com

    ResponderExcluir
  5. Essa é a segunda resenha que leio desse livro e mais uma vez me encantei pela história contada. Pelo fato de o livro ser curto, acredito que deve ser uma leitura bem rápida mesmo e ao mesmo tempo prazerosa. Espero ter a oportunidade de conferir tambem.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Que gracinha de livro e de resenha... super meigo.
    Sou uma apaixonada por contos de fadas, por isso me interessei D+ pela premissa.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é tão fofinho!!! eu ainda não li mas me lembro de ter visto a autora fazendo uma divulgação dele e ter ficado interessada. Adorei a sua resenha e a maneira como você encerrou o post falando o que faria se fosse a Cinderela.

    ResponderExcluir
  8. Oi bruna, não curto princesas e nem releituras, mas este livro aqui me ganhou em função da capa, infantil, mas tão bonitinha que deu vontade de ter o livro na estante. Gostei de saber que a personagem é cheia de atitude. Espero poder conferir em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Bru!
    Eu não sabia desse livro da Gi, mas fiquei bem interessada. Ele parece ser bem engraçado e leve, bom pra curar uma ressaca. Acho que ele te curou, hein? hahahahha
    Te indiquei numa tag.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  10. Oi Bruna, tudo bem?
    Adoro livros que abordem um pouco dos contos de fadas e ainda mais quando os personagens fogem do padrão das princesas, príncipes e vilões em geral. Fico feliz em saber que Cinddy é uma personagem cheia de atitudes que está pouco se lixando para o que os outros vão pensar, é algo que me deixa instigada a ler a história. Fico triste por o livro ser tão curtinho, mas como você disse que a história é boa, tenho certeza que a leitura será válida para mim.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  11. Bru sua linda <3
    Muito obrigada mesmo, obrigada pelo carinho, pela atenção, pela parceria, pela amizade <3
    Fico muito feliz que você tenha curtido essa história :3 <3
    E adorei o que você nos contou se você fosse a Cinderela <3
    Obrigada mais uma vez =D
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Bruna! Tudo bem?
    Tanto a capa quanto a proposta deste livro me pareceram muito fofos! Achei muito legal isso da protagonista ter tanta personalidade, a ponto de não se deixar convencer pelos mundos perfeitos de contos de fadas. Não sei se foi impressão minha, mas fiquei com a impressão de que a Cinddy deve ser tipo aquelas personagens rebeldes, que vão contra às ideias de todo mundo, e eu adoro esse tipo de personagem. Acho que deve ser uma história muito legal! Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  13. OI Bruna, a sivulgação sobre este livro da Gi está sendo bastante forte porque tenho visto muito sobre ele. E eu penso como você sobre ser uma princesa, acho que eu adoraria mudar a vida das pessoas, é como se a gente fosse rica e não conseguisse fazer muita coisa então acho que seria um pouco difícil.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  14. Oiee Bruna ^^
    Eu já tinha visto esse livro antes, acho que no blog da autora e em divulgações em outros blogs. Parece ser divertido, e uma história agradável de se ler, mas não sei se eu o leria. Como eu posso dizer? Não bate comigo, sabe? haha' Acho que, se eu fosse a Cinderela, deixaria o príncipe e o baile dele para trás, aproveitaria que a madrasta e as irmãs estavam fora e dava no pé com os animais...hehe'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  15. Oie, já tinha ouvido falar no livro e achei a premissa bem interessante. Adorei o fato de que o livro nos proporciona boas risadas e acho que assim como você no papel de sinderela eu ficaria muito feliz em fazer a diferença na vida das pessoas, talvez em umm reino com crianças que não conhecem a leitura, fazer a diferença lendo para elas ou algo assim.

    ResponderExcluir
  16. Ola Bruna vi a divulgação desse livro e adorei essa capa fofa, lendo sua resenha percebi que gostou muito da leitura, adoro qualquer livro que nos remeta a nossos contos de fadas. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, que livro mais fofo! E claro que eu o leria. E o melhor posso ler com meus filhos que com certeza vão se divertir com a história. Os dois estão na fase de aprender a ler e eu os estou incentivando bastante. Então toda dica é válida!
    Se eu fosse a Cinderela teria dado uma surra nas irmãs malvadas ! E colocados todas na rua! Acho que por isso não sou. Rsrs
    bj

    ResponderExcluir
  18. Oi, flor.

    Apesar de não conhecer a autora, gostei muito da premissa da trama. Eu leria de olhos fechados, ainda mais que o livro é bem curtinho. Fiquei curiosa em saber o que Cinddy fez quado caiu em um conto de fadas. Fico feliz que a leitura tenha sido fluida pra ti e que bom que você gostou do livro.

    Beijos!
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  19. Que amor!
    Lembro de ter visto o livro e falei que ficaria aguardando resenha. Gostei muito das suas impressões.
    Confesso que sempre pensei em ser princesa, mas Cinderela não seria minha primeira escolha.
    Adorei a dica e espero ter a oportunidade de ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  20. É um livro bem pequeno mas parece ser muito fofo. É muito bom que te fez dar risadas, e isso já me conquistou, eu adoro esse tipo de livros, principalmente quando a edição esta impecavel

    ResponderExcluir
  21. Oiii!!

    Que livro curtinho né? Tá mais para um conto, saber que é um livro surpreendente me chamou mais atenção uma vez que não estava tão empolgada.
    Podem falar o que for, mas sempre quis ser Princesa, acho que assim como vc faria ou tentaria, fazer a diferença, mas é sempre gostei do universo das princesas.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Eita que mesmo esse livro sendo curtinho ele super despertou interesse. Parece ser muito bom,uma leitura rapida e leve, eu gostei da personagem, ela me parece ser super fofa se ser grossa kkkkkk.
    com certeza eu leria.
    bjs.
    seforasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi Bruna,
    vi esse livro já tem um bom tempo em um outro blog e de imediato quis lê-lo, com o passar do tempo no entanto não o vi mais em lugar nenhum e confesso que acabei esquecendo, sua resenha reacendeu minha vontade de conhecer a história, sou apaixonada pela ilustração da capa e a premissa divertida me atrai bastante.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  24. Oi *--*

    Achei bem gracinha esse livro e deve ser facil de se ler. Adoro contos de fadas e esse parece bem gostosinho de ler pena ter tão poucas paginas. Essa arte da capa também está muito bonita viu.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Oi, Bruna!
    Adorei esse livro, li ele bem rapidinho e fiquei encantada *-* ele é muito fofo! Ri com a Cinddy brigando com o nome dela, rs.
    Legal sua reflexão acerca do que faria se você fosse a Cinderela. Acredito que eu faria algo do tipo, também. E sem essa de príncipe encantado :p tem coisas mais importantes e relevantes na vida haha

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir