quinta-feira, 12 de maio de 2016

[Resenha] Minha Vida fora de Série #2 - Paula Pimenta

Título: Minha Vida fora de Série
Autora: Paula Pimenta
Série: Minha Vida fora de Série #2
Editora: Gutenberg
Páginas: 424
Onde comprar: Saraiva | Submarino

Antes de começar, devo informar que essa resenha conterá spoilers do primeiro livro, Minha Vida fora de Série.

Nesse volume temos a continuação da história de Priscila. Apesar de não ser uma continuação direta, pois há um espaço grande entre o final do primeiro livro e começo desse. Pri tem 16 anos agora e está numa fase em que precisa lidar com vestibular, um relacionamento que já dura há muito tempo e questões do passado que ela gostaria de esquecer.

Como seu presente de aniversário de 15 anos, Priscila ganhou uma viagem, junto das amigas, para a Disney. Tudo foi inesquecível até uma pessoa, Pratick e um acontecimento. É esse o acontecimento que Pri quer esquecer a todo custo, mas será que é capaz? Além disso, o quanto esse acontecimento pode tê-la mudado?

O relacionamento de Pri e Rodrigo está mais morno, não tem mais aquele carinho e fogo que havia no começo. Coisas aconteceram e eles mudaram. Apesar de saber que se amam é como se a paixão não estivesse mais presente.

Pri precisa se desdobrar em mil para dar conta de tudo em sua vida: escola, namoro, cuidar dos animais, assistir seus seriados e ficar com os amigos. Como era de se imaginar, ela não consegue lidar com tudo isso ao mesmo tempo e algumas coisas ficam em segundo plano. Será que Priscila conseguirá passar por tudo isso sem deixar nada para trás?
“Clichê? Sim. Mas eu tenho essa teoria de que, se é clichê, não tem como ser ruim. Clichê nada mais é do que uma coisa que já foi repetida várias e várias vezes. E por que alguém repetiria, voluntariamente, algo que não fosse bom?”

Quando li o primeiro volume da série, me encantei com quem a Priscila representava: uma menina que, mesmo nova, era madura, que se comprometia com várias causas e ajudava os outros. Também me encantei com o Rodrigo, aquele sonho de consumo de todas as meninas: lindo, encantados, romântico e extremamente apaixonante. Mas, nesse segundo volume, me decepcionei um pouco não só com a Priscila, mas com o que a Paula Pimenta trouxe nessa história.

Priscila tem muitas coisas em mente e muitas coisas acontecem em sua vida, mas, gente, ela é a única culpada por isso, foi ela quem arrumou todas essas tarefas e podia abdicar delas, mas não queria abrir mão, porque não desiste de nada. Além disso ela está extremamente egoísta nesse livro. Ela acha que todos precisam entender o lado dela e que o mundo gira em torno dela. Quando as pessoas começam a fazer as coisas delas e a deixam de lado, isso é uma tempestade num copo d’água.

Como se não bastasse o egoísmo da Priscila, a autora fez algo que me incomodou demais. Os protagonistas estão juntos há muito tempo e, por conta disso, no livro, todos deduzem que eles já mantenham relação sexual. Gente, sei que isso é normal acontecer, mas, a forma como isso foi abordado é como se fosse uma obrigação isso acontecer e não é. Eu possuo esse discernimento, mas será que o público alvo desse livro possui? Ou será que isso influenciaria os pensamentos dessas adolescentes?


Apesar de ter me decepcionado um pouco com o livro, é uma leitura recomendada para adolescentes – de preferência acima de 16 anos – e para quem gosta de uma leitura mais infanto-juvenil e leve. 

Classificação:


24 comentários:

  1. Só li o primeiro livro. É gostei bastante. Porém hoje, percebo que o meu gosto mudou muito... Mas mesmo assim leria a continuação. A escrita da Paula Pimenta é muito boa e acredito que a partir dos 15 anos dê pra compreender a história. Não sei se já leu Fazendo Meu Filme, mas é muito bom!!!
    Beijos!
    asassecretas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi , tudo bem? Quando li esse livro eu gostei bastante, mesmo não lendo o primeiro e me apeguei de cara aos personagens principais. Com certeza foi um dos livros que mais gostei da Paula Pimenta
    Beijos!
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  3. olá!
    Amei o seu blog! também tenho um blog literário, quando puder dá uma passada por lá! Abraços!

    http://meulivrodocelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Amo todos os livros da Paula, em especial a séries!! Quero muito este livro para completar minha coleção pois li ele emprestado hahah!!
    Tenho um blog, que também fala sobre livros http://qualonomemi.blogspot.com.br/!!

    ResponderExcluir
  5. Oie, confesso que nunca me interessei por essa série da paula e agora ainda menos. concordo com você que fica meio influenciando isso de parecer que em uma relação longa tem de haver sexo, e acredito que a protagonista sendo egoísta me irritaria, ainda mais porque não gosto de personagens adolescentes no geral.

    ResponderExcluir
  6. Já conheço a escrita da autora porque li a série Fazendo meu filme e morro de vontade de conferir essa também. Só leio comentários positivos a respeito. E tenho muitas expectativas por conta da protagonista e demais personages.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  7. Oi Bruna, eu tenho muita vontade de ler os livros da Paula Pimenta e acredito que vou gostar bastante. Essa capa é linda e pelo que vi na sua resenha, o enredo é muito agradável de acompanhar. Gostei de você ter sido sincera e mostrado todos os pontos do leitura.

    ResponderExcluir
  8. Já tinha ouvido falar muito bem desse série e até cheguei a colocar na minha lista.
    Gosto da escrita da Paula e já li duas obras dela.
    Gostei da sua opinião por não explorar só um lado do livro e irei saber antes de ler a série.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pela resenha e pela sua opinião sobre as fragilidades da obra. Estar com alguém por muito tempo não significa que deva ter relação sexual, da mesma forma que ter muitas tarefas a cumprir não faz de você alguém digno de respeito. Se não consegue equilibrar suas obrigações, é preciso rever seus conceitos, porque com certeza a pressão não o tornará alguém melhor, mas sim ausente, ansioso ou até mesmo egoísta como você disse que a personagem se tornou. Uma pena que a evolução do enredo tenha sido dessa forma, mas pretendo (ainda assim) um dia conhecer a série.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, conheço essa série, mas nunca li e nunca tive vontade de ler, pois não faz o meu gênero e por ser adolescente e retratar dramas adolescentes, eu ficaria entediada de ler essa serie, por isso, deixo passar a dica, e como você se decepcionou com esse livro, só me desanimou mais.
    bjus

    ResponderExcluir
  11. Oi, flor.

    Eu nunca li nada da autora, mas tenho muito interesse, visto que vejo muitas pessoas falando bem de suas obras. Mas já dei uma desanimada, ja que a protagonista é egoísta, além de mostrar esse relacionamento que todos pensam que o casal têm relação sexual. Achei bem chato isso. Mas vejo q apesar disso, a leitura foi ok pra ti. No momento eu não leria,mas quem sabe mais p frente?

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Paula Pimenta é uma das autoras mais queridas do Brasil.
    Particularmente não tenho muita curiosidade em conhecer seus livros, pois são para um público mais adolescentes e não prende muito minha atenção sabe? Achei interessante os pontos que você levantou. É preciso ter cuidado na mensagem que se está transmitindo para os jovens e vi que a autora meio que pecou nisso.
    Gostei da sinceridade na resenha
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  13. Oi Bruna, ainda não li nada da Paula Pimenta, mas sempre pensei em conhecer sua escrita por esta série aqui. Achei mega pertinente a reflexão que você fez sobre a vida sexual do casal e acredito que seja legítimo o incomodo que você sentiu.
    Quero ler e poder ter minhas próprias impressões, mas confesso que me agora, estou um pouco sugestionada, no bom sentido.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oiee Bruna ^^
    Eu gostei bastante da série "Fazendo meu filme", da Paula, tanto que fui correndo para ler o primeiro livro de "Minha vida fora de série", mas desanimei um pouco quando vi que a protagonista era tão novinha, pois não tenho paciência para dramas adolescentes...haha' Saber que esse segundo livro não te conquistou muito me fez ter certeza de que não é o livro que eu quero no momento.
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oii, tudo bom?
    Li o primeiro livro quando lançou e foi apenas um livro ok. Sobre o que falou no segundo livro, bem, fiquei bem decepcionada sabe? É um livro que influencia muito os jovens e, só de passar a imagem que relações sexuais são meio que uma obrigação em um relacionamento (o que realmente não é), bem, isso já é preocupante. Quanto a personagem passar a imagem de egoísta, senti isso desde o primeiro livro, quando os pensamentos dela só giravam no que ela queria, no que ela acreditava, enfim! Não pretendo ler a continuação ^^'

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Logo no inicio da sua resenha me interessei bastante pelo livro, mesmo não tendo lido nem o primeiro. Mas, quando você falou sobre a personalidade da protagonista ter mudado, de ela ter se tornado egoísta e um tanto quanto orgulhosa, pelo que dá a entender, me desanimou bastante.
    Outro fator que preocupa no livro é realmente o que você falou sobre a apologia feita pela autora sobre sexo nos relacionamentos entre adolescentes. Hoje em dia está tudo banalizado mas, a literatura infanto juvenil deveria se preocupar em não apelar e encher a cabeça dos adolescentes de coisas desnecessárias e que não condizem com a realidade.
    Gostei bastante da sua resenha, bem sincera.

    Abraços, Lara.
    http://imperioimaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Bruna, tudo bem?
    Muitas pessoas falam bem da escrita da autora Paula Pimenta e desde então estou curiosa para conferir algumas de suas obras, e essa série é uma delas. Parece ser algo bem juvenil mesmo mas também divertido. Fiquei meio surpresa por você ter comentado que a protagonista acredita ser o centro do universo pois não costumo gostar de personagens egoístas e é uma pena saber disso. Mas acredito que ele vale a pena para algumas pessoas e só conferindo para saber mesmo. Quando eu o ler, não ficarei com as expectativas muito altas. Gostei da sua resenha sincera.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  18. Oi, Bruna.
    Eu já passei bastante da faixa etária de livros da Paula, porém como literatura não tem idade, sempre tive vontade de conhecer os livros dela.
    Acho que a questão de ser egoísta e meio que intrínseco da faixa etária afinal quase todo adolescente acha que o mundo gira em torno deles. Sobre a questão sexual achei seu comentário muito importante. Talvez a autora devesse ter um cuidado maior com o tema.
    Um dia experimentarei seus livros.
    BJ
    Luana
    http://blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oi, Bruna.
    Eu já passei bastante da faixa etária de livros da Paula, porém como literatura não tem idade, sempre tive vontade de conhecer os livros dela.
    Acho que a questão de ser egoísta e meio que intrínseco da faixa etária afinal quase todo adolescente acha que o mundo gira em torno deles. Sobre a questão sexual achei seu comentário muito importante. Talvez a autora devesse ter um cuidado maior com o tema.
    Um dia experimentarei seus livros.
    BJ
    Luana
    http://blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi Bruna, tudo bem?

    Eu só li um livro e um conto da Paula, mas gosto bastante da sua narrativa, é leve e divertida. E acho as capas dessa série bem lindinhas... bom, lógico que não sou o público alvo, mas como a Luana disse ali em cima, literatura não tem idade.

    Bom, pena que se decepcionou um pouco com esse segundo livro, realmente, esse egoísmo da Priscila pode incomodar um pouco mesmo. E achei interessante essa sua colocação sobre a questão sexual, principalmente levando em conta o público alvo do livro, acho que a autora deveria ter colocado a questão de outra forma.

    Aah nossa, amei esse quote sobre clichê!! É exatamente o que eu penso! Se clichê não fosse bom, não seria clichê. Eu adoro livros clichês, desde que sejam escritos de uma forma inteligente, não apenas mera repetição do que já funcionou em outras histórias.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  21. olá.
    Nossa nunca li nada da Paula, mas já adianto que personagens egoistas me irritam. E concordo plenamente com você que não é porque uma pessoa está com a outra a muito tempo que ela tem que ter tido relações.
    Que pena que o livro não foi tão bom assim, mas toda leitura é valida.
    bjs.

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Já li Fazendo meu Filme e eu amo a série, não sabia muito bem sobre essa série, agora lendo a sua resenha fiquei curiosa, adoro a narrativa da Paula, mesmo seus livros sendo juvenis, sempre volta a ser uma adolescente quando os leio e me divirto muito. Os personagens são ótimos e bem desenvolvidos e quero saber mas da Priscila antes da série fazendo meu filme.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  23. Olá

    Nossa que pena você ter se decepcionado adoro essa série assim como FMF. Priscila me irritou muito nesse volume e as coisas que ela fez voltam mais pra frente para atormentar ela. Continua lendo pois vale a pena viu.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá! Sabe, tenho vontade de ler a série, mas ainda não senti que é a hora. rsrs Gostei da sua resenha e das considerações que você fez. Acho que eu também me irritaria com a atitude da menina! rsrs

    Um abraço!

    ResponderExcluir