sábado, 9 de abril de 2016

[Filme] O Menino do Pijama Listrado

Título: O Menino do Pijama Listrado
Lançamento: 12 de dezembro de 2008
Duração: 1h30min
Direção: Mark Herman
Onde comprar: Americanas | Saraiva | Submarino
Sinopse: Alemanha, Segunda Guerra Mundial. O menino Bruno (Asa Butterfield), de 8 anos, é filho de um oficial nazista (David Tewlis) que assume um cargo importante em um campo de concentração. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe (Vera Farmiga) para uma área isolada, onde não há muito o que fazer para uma criança com a idade dele. Os problemas começam quando ele decide explorar o local e acaba conhecendo Shmuel (Jack Scanlon), um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. A amizade cresce entre os dois e Bruno passa, cada vez mais, a visitá-lo, tornando essa relação mais perigosa do que eles imaginam.

Expectativa é mesmo terrível. A probabilidade se decepcionar, quando a tem, é grande. E foi isso que aconteceu assim que terminei de assistir o filme.

Como muitos já sabem, somos apresentados à história de Bruno (Asa Butterfield). Ele tem apenas 08 anos e é filho de um nazista (David Tewlis) e precisa deixar seus amigos e sua antiga casa para viver no interior ao lado de um campo de concentração.

Imagem retirada da Internet
Bruno é bastante ingênuo e não sabe que o que possui ao lado de sua casa é um campo de concentração. Para ele trata-se de uma fazenda muito estranha, pois todos andam com um pijama listrado.

O passatempo preferido do rapaz é explorar, mas ele não pode fazer isso em sua nova casa, está sempre cheia de soldados e seus pais não deixam. Claro que, no futuro, isso não é problema e ele consegue chegar à cerca e conhece Shmuel (Jack Scanlon), um menino judeu. Eles tornam-se amigos e passam a se encontrar com frequência e conversam bastante. Dessa amizade, muitas coisas acontecerão.

Imagem retirada da Internet
Como disse anteriormente, me decepcionei muito com o filme. Acredito que esperava sentir as mesmas emoções que senti ao ler o livro, mas o filme não me trouxe isso, infelizmente. Achei o desenrolar da história na telona bastante monótono e nem o final – triste, como muitos sabem – me fez derramar uma lágrima.

Faz muito tempo que li o livro, portanto, não me recordo em detalhes da história, mas acredito que tenha sido uma boa adaptação, apenas não senti a emoção presente nos atores.


Nota para o filme: 3/5

23 comentários:

  1. Eu só assisti o filme e já me emocionei demais, foi uma mistura de sentimentos, e o final acabou comigo. Acredito que o livre deve mexer ainda mais com as pessoas só que até agora não tive essa oportunidade. Muito boa a postagem.

    www.cheiademimimiporsabrina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna, realmente é horrível quando assistimos ou lemos algo com muitas expectativas. Eu li o livro faz muito tempo e assisti o filme no começo do ano passado pelo que eu me recordo. Felizmente, acabei gostando dos dois, mesmo porque sempre soube que o livro apresenta detalhes mais curiosos e importantes. Mesmo assim, o filme também merece seus créditos pela emoção diante dos personagens, pelo menos essa é a minha opinião.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  3. Olá lindona.
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro. Assisti o filme e me derramei em lágrimas.
    Fiquei triste que não tenha sido como você esperou. Mas, gostei da resenha.
    Beijos.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  4. Assisti esse filme há muitos anos e li o livro há mais anos ainda, mas me lembro de algo muito particular da minha crítica para com a adaptação: o livro passa uma sensação singular de infantilidade e inocencia, e o filme realmente carece muito disso, e para mim isso fez tooooda diferença.
    De qualquer forma, eu lembro de ter achado o filme bom, mas também lembro que nem chorei, rs.

    www.magoevidro.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, apesar de estar na minha lista há bastante tempo, e estou me controlando para não assistir ao filme enquanto não lê-lo. Já me falaram super bem da história, só escuto comentários positivos e já sei que vou chorar muito. rsrs Adaptações de livros normalmente são bem frustrantes, que pena que essa não foi diferente. Provavelmente vou me sentir como você quando ler e assistir. =/
    Beijos
    www.sigolendo.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Ah, que pena que não te emocionado muito.
    Eu assisti o filme faz um bom tempo mas lembro que fiquei segurando o choro. Essa história é muito linda!
    Bj


    IG: @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Bruna, tenho uma história de amor com esta história porque foi o livro que inspirou esse filme que me apresentou o meu autor favorito da vida: John Boyne. Sem sombra de dúvida, o livro é muito melhor, porém eu gostei bastante da adaptação também. Os atores me convenceram de todo o drama do enredo e as crianças me emocionaram bastante. Este é um dos filmes que acho que mais foi fiel à obra original. Nos extras do DVD deste filme, tem uma entrevista do autor em que ele fala da adaptação e das limitações, acho que em função disso, entendi o motivo das diferenças.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Bru!
    Que bad que você se decepcionou. É horrível quando isso acontece.
    Eu não li o livro e nem vi o filme. Então, estou que nem a Glorinha, sem a capacidade de opinar.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
  9. Oi, Bru!
    Que dó você não ter gostado tanto assim, pois eu admiro demais esse filme. Foi ele que me estimulou a ler o livro e tal. Mas, acontece!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Oi, eu quando vi o filme eu chorei horrores no final, sinceramente, ela acabou com as minhas estruturas de tão triste que achei. Você já leu o livro? É fabuloso e vale muito a pena ler. Adorei a resenha e me deu uma vontade de ver de novo, só que só de pensar no final, já fico triste de novo.
    bjus

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Oiiê
    Aí contrário de muita gente, eu só fui ver esse filme ano passado e foi porque minha professora passou para gente rsrs. Eu curti muito tudo nesse filme, esses dois protagonistas fizeram um bom trabalho. Não consigo vê crianças fazendo papeis tão fortes quanto a desse filme. Mas achei tudo lindo, até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  13. Oi, Bruna
    É certo que um filme nunca é igual ao livro, mas deve ter faltado muito emoção para você ter se decepcionado assim com o longa. Uma pena, a história parece incrível. Eu ainda quero muito ler o filme antes de ver o filme.

    ResponderExcluir
  14. Oie, já li o livro dessa história e na época lembro que chorei muito. Nunca tive especial interesse pelo filme, ainda mais que você não conseguiu sentir muito essa ligação de tristeza com o livro, eu que não sou chegadas a filmes provavelmente teria muitas dificuldades. Se tiver a oportunidade um dia não dispenso, mas não tenho esse desejo em mim.

    ResponderExcluir
  15. Oi Bruna, eu não sabia que era um livro e logo assisti o filme. Chorei muito e pra mim, foi algo incrível e muito emocionante. Porém, estou certa de que se eu tivesse lido o livro, estaria com a mesma impressão que você, na maioria das vezes é isso que acontece. Eu quero muito ler esse livro e só não fiz ainda, porque sei que é muito mais tocante e emocionante que o filme (tipo umas mil vezes ou sem comparação) e não estou podendo com isso.

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Eu nao li o livro mas ja assisti o filme.... bem, quase todo!! ahah

    Gostei da historia, acho ironico e que retrata bem o que foi aquele periodo negro para a alemanha, a europa, o mundo.. Mas principalmente para os judeus!!

    Tambem achei que os sentimentos das personagens nao me chegaram! Afinal nao fui o unico!! :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Bruna, que pena que o filme não era o que você esperava. Eu assisti ele muitos anos atrás e lembro que quase morri chorando com o final, apesar de eu não ter lido o livro ainda, acredito que essa seja uma adaptação boa, mas quero ler ainda para tirar minhas dúvidas.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  18. Sempre que leio alguém falando do filme, é sempre algo positivo, mas espantei com sua resenha... Mas entendi o que quis dizer. Eu adoro o filme, de vez em quando eu reassisto, mas não é tão emocionante quanto o livro (como sempre acontece). Também não choro com o final, mas na verdade eu não choro com filmes, tenho coração de pedra, sei lá, é raro quando acontece. Mas ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  19. OI Bruna, eu não li o livro e não posso assim comparar com o filme, mas o filme.... nossa. O final eu fiquei em choque com a mão na boca e parei sem conseguir pensar direito que aquilo realmente tinha acontecido. Não que tinha ficado chocada com o menino alemão, mas com tudo em si. Foi impactante demais.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  20. Oiee Bruna ^^
    Eu gostei bastante desse filme quando o vi, mas não tinha lido o livro (ainda não o li), então achei o filme incrível...hehe' chorei horrores com o final, acho que foi a primeira história sobre a 2ª Guerra Mundial que eu vi/li, antes disso eu mal sabia o que era nazismo. Estou doida para ler o livro desde então, mas ainda não o comprei *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Talvez por ainda não ter lido o livro gostei bem mais que você.. Achei emocionante e chorei muito no final. :(((
    Fiquei curiosa para ler a obra, acho que vai ser bem mais intenso pelo que você disse.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  22. Me emocionei muito com o filme ao contrário de ti, mais acho que o motivo é logico eu não li o livro, na verdade eu já ouvi falar mais ainda n tive oportunidade de ler, e quando a a professora levou eu escolhi esse sem saber da existência do livro, mais n me arrependo de ter assistido o filme primeiro.

    ResponderExcluir