domingo, 7 de fevereiro de 2016

[Resenha] De Coração para Coração, Lurlene McDaniel

De Coração para Coração é um livro que estava há muito tempo em minha estante e que despertava minha curiosidade.  

O livro conta a história de Elowyn, mas é narrado por Kassey (melhor amiga de Elowyn), na primeira parte, e alternado entre a Kassey e Arabeth, na segunda e terceira parte.

Elowyn e Kassey se conheceram em um hospital, mas, acalmem-se, elas não são doentes, estavam apenas internadas porque ambas haviam quebrado um osso. Elowyn acabou de se mudar e está com medo das mudanças, mas teve sorte por conhecer Kassey e, desde então, elas tornaram-se carne e unha e passaram a dividir tudo. O relacionamento das duas ia muito bem até Elowyn começar a namorar. Seu relacionamento com o namorado afastou as amigas, mas Kassey sempre era procurada para ajudar na reconciliação dos dois.

Assim que Elowyn completa 16 anos, tira sua carteira de motorista e ganha um carro dos pais, mas, graças a esse carro e uma briga com o namorado, Elowyn sofre um trágico acidente. O que Kassey não sabia era que a amiga havia optado por ser doadora de órgãos.

Arabeth nunca foi muito feliz em relação às suas amizades e agora, que está muito doente, não pode nem sair para tentar fazer outras. Em uma manhã ela recebe a ligação: Nós temos um coração para o transplante. É, durante o transplante, que a vida de Elowyn, Kassey e Arabeth se encontram e resulta em algo muito bonito.

O livro fala sobre o quanto é importante nos doarmos em prol dos outros e escolher ser um doador de órgãos, mas, também, como é difícil aceitar isso. Ver um ente que amamos ser dividido e enviado a diversas partes do mundo, para pessoas que desconhecemos. Arabeth é uma menina meiga que nunca pode viver plenamente e agora teve a oportunidade. Para sua família, é uma dádiva, mas, para muitos, significa que outro precisou partir. É uma dualidade de sentimentos.

Trata-se de uma leitura fluída, pois senti necessidade de saber o que ia acontecer, mas, ao mesmo tempo, precisei fechar o livro diversas vezes para chorar loucamente. Também fiquei muito feliz com o que lia e quão maduro os personagens eram, mas, apesar de ter ficado feliz, foi uma leitura muito difícil, justamente, por me fazer pensar.

De Coração para Coração nos apresenta a um tema novo também: a memória celular que é algo que a medicina não aceita – por não conseguir comprovar –, mas é algo que muitos transplantados sentem. 

O único ponto que não me agradou na leitura foi o final. É claro que foi super compreensível o final escolhido pela autora, mas sinto que deixou a desejar, eu, particularmente, daria um final diferente. Recomento muito a leitura.


Classificação:


18 comentários:

  1. Oi Bruna!
    Não conhecia esse livro, mas parece ser bom! Pena que o final deixou a desejar, mesmo assim a leitura valeu a pena.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bruna!
    Eu não conhecia o livro. Ele parece ter uma história linda.
    Realmente doação de órgãos divide muito opiniões. Sabendo que estamos salvando outras vidas, mas é difícil ver o ente querido ser despedaçado.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  3. Que pena o final não ter sido o que você esperava... mas faz parte né? Mas adorei o foco na questão de doação de órgãos. Um assunto que merece ser debatido e estimulado por todos nós. Excelente resenha. Um grande abraço!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  4. Que pena o final não ter sido o que você esperava... mas faz parte né? Mas adorei o foco na questão de doação de órgãos. Um assunto que merece ser debatido e estimulado por todos nós. Excelente resenha. Um grande abraço!
    http://www.lostgirlygirl.com

    ResponderExcluir
  5. uaaaauuuuuu Acho que nunca li um livro com esta abordagem, a memória celular. Aind anão parei pra pensar seriamente sobre o assunto, mas tenho certeza que se eu lesse o livro, com certeza iria pesquisar mais. Já me imagino chorando igual você, loucamente. Pena que o final não te agradou, mas ainda assim, fiquei bem empolgada em ler!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Esse livro me foi super indicado por minha irmã caçula, fiquei de l~e-lo mas acabei me enrolando e esquecendo dele, lendo sua resenha fiquei comovida e curiosa e vou tentar dar uma chance pra história, mesmo o final tendo deixado a desejar acredito que esse livro deve render uma boa leitura.

    Bjos e
    Até mais!

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, mas achei bem interessante o tema. Mesmo você não tendo gostado do fim, acho que darei uma chance pra ele.

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  8. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas a premissa dele é muito interessante, pois não é algo que estou acostumada a ler. Eu tenho certeza que se/quando eu o ler, também irei chorar, pois sou bem mole rsrs

    ResponderExcluir
  9. Oi flor! Tudo bem? A história me pareceu bem interessante ainda mais por abordar um tema muito válido como a doação de órgãos. Aliás acho que todos deveríamos ser doadores já que depois da morte nossos órgãos não vão ter servrntis para nòs. Mas podem salvar outras vidas.
    A única coisa que não gostei muito foi dessa capa, a achei meio simplória.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  10. Que bom que o livro mexeu tanto com você e te fez inclusive interromper a leitura e fechá-lo algumas vezes pra chorar loucamente... eu gostaria que ele tivesse mexido assim comigo, mas não foi o que aconteceu. Esperava algo muito emocionante, mas para mim não funcionou assim, então fiquei bem decepcionada. E também não curti o final.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Gente, só essa resenha já me deixou triste huahua Sou muito sentimental e quando se trata da morte de algum personagem querido (e olha que eu ainda nem li o livro), viro uma manteiga derretida.
    Não o conhecia mas surpreendentemente ele me conquistou. Nunca vi um livro assim e acho a abordagem desse tema muito importante, mesmo que seja necessário tocar em uma ferida aberta para muitos. Imagino que não deve ter sido uma leitura muito fácil, mas vale a pena, né?
    Abraços!
    https://blogladoescuro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. É a primeira resenha que leio sobre esse livro, apesar de já ter visto ele muitas vezes em promoção por aí. Não era uma premissa que me interessava, até ler sua resenha e ficar super curiosa. Apesar que acho que não tem muita coisa além do que você citou para surpreender o leitor. Adoro dramas, então acho que irei gostar desse. Que pena que não gostou do final.
    Ótimo post
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Achei o enrendo muito lindo, nunca li nada parecido e acho importante mostrar essa negócio da doação de órgãos (algo que salva vidas!), não sei se acredito nesse negócio de memória celular, mas mesmo assim fiquei curiosa para acompanhar a história.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Adorei o tema abordado pelo livro, nunca vi por aí e considero que é um tema que tem duas opiniões bem divergentes e que não é fácil convencer do contrário. É uma pena um livro que te emocionou tanto não ter final satisfatório.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu não conhecia o livro. e a história parece ser linda. Doação de órgãos realmente divide opiniões, mas eu gostaria de ser.

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia esse livro. Achei a capa bem simples, mas me chamou muito a atenção. O plot me lembrou muito um filme bem velho (não lembro o nome), onde um homem recebe um braço de um assassino e de repente começa a cometer crimes. Achei interessante, mas fiquei com o pé atrás quando você diz que o ponto negativo é o final. Por melhor que um livro seja, se no final ele me desagrada, acho que o livro é todo ruim. Mas mesmo assim, fiquei curiosa.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Achei o assunto super diferente dos que estão sendo abordados e muito interessante também, além de importante. Mesmo sendo uma leitura que irá alternar entre tristeza e felicidade, eu fiquei curiosa para saber como os personagens lidaram com essa nova situação, porque apesar de eu ouvir falar, para mim é incomum, porque nunca conheci ninguém que passou por essa situação. Espero poder ler esse livro o mais breve possível.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Olá

    A premissa é tão bacana,meio triste o final deixa a desejar, doação de órgãos eu diria que ainda é um tema bem polêmico na sociedade,não conheço ninguém que já passou por isso,fiquei com vontade de ler esse livro.


    Bjss

    ResponderExcluir