sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Feliz Ano Novo!

Hoje inicia-se mais um ano. Gosto de pensar que quando começamos um novo ano recebemos um novo caderno com 365 (ou 366, como esse ano) folhas em branco para que possamos escrever nossa história nela.

Nessas últimas semanas tenho visto muitos comentários sobre esse novo ano, que será um ano de mudanças, que muitas coisas boas irão acontecer e que as pessoas estão ansiosas por sua chegada. Mas, será que 2016 será um ano de tantas mudanças assim?

Quando o relógio bateu meia noite, vi algumas pessoas de rosa, outras de amarelo, tinha várias de verde, mas o que predominava era o branco. Fiquei um pouco tensa, pois estava em minha casa, acompanhada dos meus pais e meus cachorros usando uma roupa comum: uma camiseta bastante colorida e um short laranja. Não tinha comprado roupas novas, pensado na cor que deveria usar para a chegada do ano novo, estava apenas me vestindo de maneira confortável e sendo quem sou. Ao ver essas pessoas, comecei a me questionar sobre o que elas esperavam que uma roupa de determinada cor podia mudar sua vida. Isso me chocou: a crença absurda que as pessoas têm em coisas fúteis.

Entendo que muitas pessoas creem piamente que a roupa de determinada cor pode mudar seu ano, mas isso é absurdo. Devemos sim crer em mudanças, crer naquilo que desejamos para esse novo caderno que começaremos a escrever, mas não é a cor de uma roupa que determinará isso. O que determinará a mudança são suas atitudes. É você levantar cedo todos os dias, tomar um banho, levar seu cão passear (se tiver um), pegar suas coisas e ir para o trabalho, não se esqueça que, ao chegar lá, você deve cumprimentar o porteiro, pois do contrário, ele pode não abrir a porta para você no dia seguinte, seja alegre em seu trabalho, faça aquilo com amor, chegue em casa, abrace sua família, converse com eles, pergunte como foi o dia deles e conte como foi o seu, se tiver oportunidade, ajude alguém, seja um portador de deficiência visual a atravessar a rua ou alguém que está sem um guarda-chuva no meio de um temporal, agradeça a Deus por mais um dia de vida e, principalmente, ame seu próximo e demonstre isso fazendo por ele o que gostaria que fizessem por você.

A mudança não está no ano, no mundo, no prefeito, presidente ou governador, a mudança está com cada um de nós e se nos ajudarmos, se fizermos algo de bom para o mundo, o mundo será um lugar muito melhor para se viver.

“Quando precisar escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.” – RJ Palacio

Lembre-se a felicidade está nas pequenas coisas e atitudes da vida, não nas grandes e nem em coisas materiais.

Que o ano de 2016 de vocês seja diferente e que vocês comecem a fazer a diferença.

Beijos e feliz 2016,

Bru e Gabbe

9 comentários:

  1. oi flor, que seja um 2016 abençoado, com a renovação de fé, amor e esperança, que as mudanças positivas comecem dentro de cada um de nós e que se espalhe pelo mundo, que cada dia seja vivido intensamente, que seja um ano pra ficar marcado!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu não tenho nenhum ritual, só gosto de ver os fogos, e pronto, vou pra cama e durmo. Mesmo quando vou pra praia, faço isso. mas respeito que tem seus rituais, eles podem não tem nenhuma comprovação científica, mas às vezes são um incentivo pra pessoa concluir metas.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Eu não acho que vestir uma roupa de determinada cor é um absurdo. Todo ano eu me visto de branco e, inclusive, esse ano meu pai se vestido de amarelo. Na minha opinião, cada cor vai te trazer o que você deseja. E sim, todos os anos eu desejo paz e tenho paz. Mas sei que isso não é suficiente. É obvio que vc não pode ficar sentando esperando algo vir até você. Isso não vai acontecer nunca. Você tem que ser a mudança que você quer ser, independente de cor ou não. E a crença de que ela vai te ajudar a ter o que você quer, é o que nós ajuda a correr atrás.
    Essa é minha opinião.
    Feliz 2016 e que você alcance todos os seus sonhos e metas, que seja um ano de muita paz e felicidades!
    Um grande beijo,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  4. Isso aí! Não é o ano que tem que ser diferente, somos nós! Grande abraço.

    O blog entrará de recesso até o dia 15/01/16, mas quero a sua parceria em 2016!
    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Também não acredito nisso de cor, mas se pensar nisso, passei o ano de vermelho kkkk.
    Feliz ano novo!!
    Beijão, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  6. Oi Bru,
    Eu gostei muito desse texto e te falei. Acredito que a cor é só uma forma de querer acreditar em algo. Algumas pessoas nem sabem no que querem acreditar, mas outras sabem. Só que não adianta acreditar naquilo só no primeiro dia do ano... Tem que levar consigo.
    Que o teu ano de 2016 seja repleto de conquistas!
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  7. Eu sempre gosto de passar a virada de preto, kkkkk
    Feliz ano novo!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Acho que o indispensável para que se comece o ano bem, é começar do jeito que se gosta. Então, tanto faz a cor da roupa. Pode ser branca ou não, conforme o gosto do freguês. Eu, particularmente, não me importo com isso, mas respeito quem se importa. Olha, desejo que 2016 seja um ano de muitas conquistas e de muitas realizações. Feliz 2016!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    O que eu acredito é que as coisas só vão mudar se você fazer algo. Nada vai cair nas suas mãos, você tem que lutar para isso. Então se você quer uma mudança lute por ela. Pois só assim seu ano será maravilhoso.
    Beijinhos!
    Feliz 2016.
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir