terça-feira, 24 de novembro de 2015

Sobre 10 anos de Crepúsculo e Vida e Morte, Stephanie Meyer

Olá leitores!

Hoje vamos conversar um pouco sobre os 10 anos de vida de Crepúsculo. Sei que estou um pouco atrasada, mas gostaria de dizer algumas coisas, como fã e crítica.


Quando li, no site da Intrínseca, que a Saga estava completando 10 anos, meu primeiro instinto foi: WHAAAAAAAAAAAAAT?, passado o choque, claro, que como uma boa fã, senti necessidade de ler Vida e Morte, apesar de ter achado a premissa um tanto quanto complicada.

Mas, antes de começar a falar do livro, preciso contar uma história pra vocês. Comecei a sentir amor pela leitura após ler Crepúsculo – isso pode soar enfadonho e estranho – mas, antes de Crepúsculo eu detestava ler e olhem que sempre via minha mãe com um livro na mão e isso, na minha opinião, era muito ruim. Aí, em 2008 veio o burburinho de Crepúsculo e quis me envolver nesse universo. Desde então, já reli a saga mais 5 vezes e assisti aos filmes inúmeras vezes, mesmo que não concorde com algumas partes. No final, foi essa série – que muitos amam e outros tantos odeiam – que me fizeram conhecer um universo novo e encontrar um refúgio.

Como boa fã, esperava que a linda – e adorada – Tia Stephanie nos presenteasse com Midnight Sun – aliás, quem não esperava isso? Mas, nosso presente foi algo redundante e estranho: A troca de gênero dos personagens. Adquiri o livro sem esperar muito e, após ler aproximadamente 09 capítulos, entendi porquê a Stephanie fez isso, mas não vou discutir isso agora – vou deixar para minha resenha.

Ando bastante chateada com os comentários que tenho visto sobre o livro. É redundante? Talvez seja e eu achei isso. É estranho? É, e muito. Todo fã tem que ler? NÃO! O fã precisa gostar? NÃO. As pessoas devem criticar isso ao extremo? NÃO. Poxa pessoal, estamos em pleno século XXI e ainda temos preconceito com TUDO. Sim, acho que isso é preconceito. Caso você tenha achado a premissa estranha – pois é! – e não tenha vontade de ler, NÃO LEIA! Você não é obrigado a ler. Assim como, se ler, não é obrigado a gostar. Assim como se gostar, não precisa que todos gostem e o inverso também funciona.

Não estou querendo criticar as pessoas. Estou lendo e, por incrível que pareça, estou gostando. Mesmo que não seja a mesma coisa que Crepúsculo foi pra mim, Vida e Morte está me levando de volta à uma história que gostei e isso é suficiente pra mim. Portanto, se você não tem interesse de ler, se não conhece os motivos por trás de a Stephanie ter escrito, se está chateado com a autora, se acha desnecessário e está com raiva, simplesmente, não leia e pare de criticar um pouco!

É isso que tinha para falar com vocês hoje, espero que tenham gostado e não deixem de me contar sobre o que acham dessa edição comemorativa.

Beijos e até mais!

29 comentários:

  1. Ai hoje em dia as pessoas acham defeito em tudo e criticam tudo também. Estou até meio saturada das redes sociais por causa disso. Só entro nelas por causa do blog, se não eu já teria excluído a muito tempo!
    Mas falando dos dez anos de Crepúsculo.. Eu também fiquei chocada. Assim como você essa saga me deu realmente o gosto que tenho hoje pela leitura e sou muito grata a essa estória por isso. Algumas pessoas tem vergonha de admitir que começaram a ler por Crepúsculo, o que eu acho ridículo, porque sinceramente não tem nada demais.
    Eu também acho que uma coisa outra poderia ter sido diferente na estória, mas na época que eu li amei do jeito que é. Então agora não faz muita diferença.
    Esses dias eu fui na Saraiva e li as primeiras páginas de Vida e Morte. Não se leria o resto, apesar de sentir saudadinhas de alguma novidade da Meyer.
    Mas acho que ela poderia escrever estórias longe do universo da saga. Acho que ela tem talento pra isso, só precisa desapegar, sabe?

    Beijão!!

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa,
      Então, também sinto isso. E fico muito chateada. Por mim, excluiria tudo, mas mantenho por conta do blog.
      Também acho ridículo as pessoas sentirem vergonha de falar que começaram a ler por Crepúsculo, afinal, é um livro como qualquer outro e possui defeitos como qualquer outro. Acho que a Stephanie poderia ter explorado coisas dentro do próprio universo, como ter escrito como a Alice chegou até os Cullens, como era sua vida antes. Mas, ela decidiu escrever Vida e Morte e, mesmo que muitos não gostem, alguns podem gostar.
      Muito obrigada pelo comentário.
      Beijão ♥

      Excluir
  2. Oi Bru, também gosto dos livros, li um atrás do outro.. e gosto dos filmes tb... Não ligue para criticas... se todos gostassem das mesmas coisas, a vida seria sem graça... só falta meio que respeito quanto a isso.. Bom, eu particularmente, não tenho vontade de ler mais estória deste universo, mas isso é um caso meu com a escritora... digamos que fiquei meio de mal com ela.... kkkkk... longa estoria... mas mesmo assim, não saio criticando quem ler e continua lendo... e olha q gosto muitooooo da Hospedeira... mas não me inspiro mais pelas estorias dela... talvez eu mude de ideia um dia...

    Livros terapias / Fan page

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho um amor incondicional por Crepúsculo também....li a série duas vezes e as duas vezez suspirei, chorei, dei risada e fiquei brava com a Bela.
    Quanto a edição comemorativa confesso que não tive muito interesse em pesquisar mais....mas simplesmente porque estou em outros tipos de leitura no momento. Mas talvez um dia eu leia , até porque acho que só podemos julgar algo depois de saber se é bom ou ruim.
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  4. Oie Bruna!!
    Nossa!! Concordo, e muito, com você. O que você disse sobre críticas, vale simplesmente pra TUDO na vida!!! Sobre música, não gosta daquele gênero, não ouça. Sobre roupa, não gosta daquele tipo de roupa, não use... e por ai vai. Com a literatura é a mesma coisa. Se vc leu uma sinopse e acha q nao vai gostar, nem comece. A não ser q seja curioso e queira saber um pouco mais sobre, o q é muito válido. O q é pior pra mim, é a pessoa nunca ter lido e já fala q é ruim... aí ninguem merece!!!!
    Qto a saga Crepúsculo, eu ainda não li apesar de ter ganho toda a coleção (q é linda, aliás). Acho q por ter visto os filmes, acabei desanimando da leitura. Mas não descarto a ideia de ler Vida e Morte e não, até porque uma amiga minha leu e disse q gostou muito. E como vc falou q tb tá gostando, acho q não vai ser uma leitura ruim não. Vamos ver o q eu vou achar!
    bjoo

    ResponderExcluir
  5. Ola Bruna eu amo a saga Crepúsculo, Edward um lindo , temas com vampiros sempre me fascinam e com a saga não foi diferente fiquei apaixonada. Menina la se foram 10 anos estou ficando velha kkkk. Com relação a esse novo livro vou ser bem sincera achei desnecessário ainda mais com essa inversão de papéis no momento não vou ler, estou com medo de quebrar a magia, até hoje estava perfeito. Não gostei da premissa mas estou curiosa, eu particularmente preferia um livro com os personagens hoje em dia seria perfeito. Vou ler e resenhar se não gostar vou apontar o porque. Mas todo cuidado com uma resenha negativa é pouco, muitas vezes o momento não é para esse gênero, as vezes a escrita da autora é ótima mas o livro não te envolveu néh. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, caramba menina! super concordo com você, cada um tem o direito de achar o que quiser e precisa respeiitar o próximo, eu não gosto muito de crepúsculo mas não é por isso que saio por aí falando mal, eu primeiro vi o filme pra depois ler, talvez isso tenha prejudicado minha opinião porque eu amo os filmes já os livros achei cansativos.

    ResponderExcluir
  7. Que post lindo e apaixonado !
    Não li nenhum livro da saga , mas , assisti á todos os filmes .
    Acho que as pessoas deveriam respeitar mais os gostos alheios , porque , seria muito chato se todos tivessem a mesma opinião .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Perai, 10 anos de Crepúsculo ? Pode parar o mundo que eu quero descer ! Estou realmente chocada..
    Assim, eu esperava uma surpresa mais criativa. É meio complicado falar desse assunto, mas acho que hoje em dia todo mundo está fazendo algo para dizer que é contra o preconceito. É um assunto que sem duvida alguma não devemos deixar quieto, devemos falar ? Sim. Mas, acho que estão exagerando um pouco modificando as histórias e tal (Vi que modificaram a Bela Adormecida e mais uma outra história dos contos de fadas).
    Não sei se lerei Vida e Morte, sinceramente ? Não me atraiu. Mas respeito totalmente a ideia da autora e os fãs que gostaram, acho ridículo quem prega a intolerância com coisas assim..
    Gostei muito do post e compartilho do seu sentimento.
    Beijos, Sorvete Literário

    ResponderExcluir
  9. Eu tentei ler Crepúsculo há anos atrás, mas não deu certo, não rolou química. Aí quando lançaram os filme fui assistir pra ver se me atraia. Assisti todos e nada, realmente não gostei da história. Mas não critico quem gosto, eu amo Machado de Assis e a maioria das pessoas não. É bem isso, quem gosta curte quem não gosta relaxa, e bora.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  10. Oi,

    Eu gostei muito dos filmes, mas ainda não li os livros. Esta semana minha filha os trouxe aqui para casa e já programei para a leitura de férias. Não acredito que já faz 10 anos, porquer me lembro como se fosse hoje minha filha, ainda adolescente falando com entusiasmo da história e hoje ela já está com 27 anos. Cheiro de nostalgia esta história. Adorei a resenha.
    Beijos
    Juci Pauda
    jusemfrescura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Estou com o meu aqui para ler e quer saber? Não me importo com a opinião negativa que alguns têm do livro. Eu gosto e pra mim é o que basta. Tua forma de pensar está certíssima. Quem quer ler vai ler e quem não gosta não lê, mas não fala de quem gosta. Tão simples né?
    Vou ficar de olho aqui pra ler a resenha do livro. Do jeito que tenho leituras acumuladas não sei quando vou conseguir ler o meu....
    Belo texto!
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá!!!
    Crepúsculo abriu um mundo novo para muitos, inclusive para mim que já gostava de ler.
    Quando vi o anuncio da edição comemorativa com uma nova premissa fiquei confusa e achei um pouco de exagero, mas hoje acho super válido.
    Acho que algumas pessoa não respeitam as opiniões dos outros e não tem um pingo de respeito; pois ninguém é obrigado a gostar e quem gosta não deve ter vergonha.
    Respeito ao gosto literário e ao próximo é importante.

    Abraços Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  13. Oi Bru!

    Toda leitura é válida. Toda mesmo. Eu não sinto vontade de ler Crepúsculo, mas sei que muitas pessoas, assim como você, começaram a entrar no universo da leitura a partir desta série. Detesto o preconceito das pessoas quanto a isso e defendo a ideia que acabei de apresentar.
    A autora escreve, lê quem quer. Gostar ou não gostar é um direito do leitor. Agora, se o leitor não gosta, não cabe a ele em momento algum criticar o autor por conta disso.

    Historiar

    ResponderExcluir
  14. Oi, Bruna!
    Acredita que eu nunca li Crepúsculo? Logo que lançou foi tanta gente comentando e fizeram tanto burburinho, que no fim eu acabei perdendo a vontade de ler. Realmente, eu vi muuuuitas pessoas reclamando e criticando, e penso como você: se a pessoa não quer ler, beleza, mas deixe quem quer curtir a leitura em paz!
    Vou esperar ansiosa a sua resenha para ver o que você achou.

    Beijos!
    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Meu Deus, já tem 10 anos de crepúsculo, como o tempo passa. hehe
    nunca li os livros, só assisti aos filmes, e são ótimos mesmo, pretendo ler assim que conseguir.

    Beijos
    http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oiee ^^
    Acredita que eu só li o primeiro livro? Gostei muito, mas o volume que eu tinha de Lua nova estava cheirando mofo, então deixei de lado *-* Desculpa idiota, eu sei, mas foi o que me fez parar de ler a saga. Ver que completou 10 anos também me deixou chocada *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá, Bruna.
    Eu gosto muito de Crepúsculo. Amo o Edward hehe. Que legal saber que você começou a ler por ele. Eu acho que as pessoas deviam ficar feliz por as pessoas estarem lendo e não criticar o que elas não gostam ou acham ruim. Esses dias ouvi um monte porque disse que não gosto de ler poesias. Por um acaso, ler poesias me faz ser um pessoa melhor do que quem não lê? Quanto a edição comemorativa, eu não compraria, porque estou sem dinheiro no momento e quero comprar os meus desejados na BF hehe.

    ResponderExcluir
  18. Eu fui uma "crespulete" hahahahha Li os 4 livros em uma semana e curti as estreias dos primeiros filmes. Mas o tempo passou e e lendo outras coisas na mesma linha, acabei perdendo a paixão pela saga e percebi um milhão de inconsistências na trama. Mas a saga mantém muitos seguidores e apesar desta estranheza desta história de comemoração de 10 anos, acredito que a autora conhece o seu publico e não é possível que seja um fracasso. Adorei o post.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. AMO crepusculo, já assisti os filmes umas 500 vezes. Mas nunca li os livros, acredita ? Hahah
    XOXO *-*
    http://www.blogumameninaquasemulher.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Apesar de eu amar Crepúsculo, tanto os livros quanto os filmes, não tenho a menor ideia do que se trata esse tal Vida e Morte. Pelo que você escreveu, não consegui captar muita coisa, como assim troca de gênero dos personagens? Não tenho a menor ideia do que esperar, mas também não sei se vou ler. Sei lá, considero a série finalizada, gosto de como ela terminou e talvez não queira correr o risco de gostar menos depois disso. Talvez sua resenha me dê uma ideia melhor do que esperar e aí pode ser que eu mude de ideia.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  21. Olá,

    Também entrei nesse mundo de leitora voraz após Crepúsculo, já li a saga tantas vezes que perdi a conta :). Queria muito que fosse a continuação de Midnight Sun. Porém, fiquei bastante intrigada com esse novo projeto da Steph <3 Pretendo ler o livro, mas o preço dele está um pouco salgado, irei espera baixar um pouco.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Eu comecei com Crepúsculo também, e nem sabia que era tanto sucesso, tava saindo o filme ainda e uma amiga me mandou o pdf pra eu me distrair dos estudos do vestibular. Acabei lendo em um dia e já fui atrás do pdf dos outros. Depois comprei, hahaha. Eu estou muito curiosa para ler essa nova obra, mas concordo que ela poderia ter escrito sobre outras coisas do universo de Crepúsculo. :/
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  23. Oii. Nossa, nem parece que já faz 10 anos que existe Crepúsculo. Não curto muito histórias com vampiros e confesso que por mais conhecido que seja, ainda não li e preciso conhecer rs Já eu comecei a ler com Percy Jackson, adoro histórias com deuses, mas, enfim... kkkk. Preconceito literário é triste, né? Não tem coisa mais chata e desnecessária. Estou meio por fora do assunto rs mas quando os autores "inovam" não me incomoda, pelo contrário =) Belo post. Beijos
    -Mari

    ResponderExcluir
  24. Olha até então eu não tinha tido interesse em ler esse livro não, mas eu queria compra-lo sim, apenas achei ele um pouco caro demais sabe? Mas mesmo assim tenho que confessar que gostei bastante da série Crepusculo, apesar de que já dei todos os meus livros, porque eles estavam novos pra ficarem guardados dentro do armario. Eu já comecei a gostar de Crepusculo depois da febre Harry Potter. Li até o começo da segunda parte de AMANHECER. Depois parei. Não li nem o resto pra vc ter uma ideia. Mas mesmo assim quero muito reler. Peguei todos os livros em ebooks e vou reler assim que puder. Mas esse novo ai vou ver se compro depois. =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-guerra-dos-fae-as-criancas.html

    ResponderExcluir
  25. Achei legal a sua postagem, flor. Eu li a saga Crepúsculo e gostei muito. Eu acho que as pessoas que criticam os vampiros que a Meyer criou não entendem que o romance é o foco da história, não o teor sobrenatural dela. O modo como Edward procura proteger a Bella, nossa… é de outro mundo. O amor dele por ela é intenso demais, ao ponto de enfrentar uma guerra – e envolver toda a família nisso. Eu achei uma história de amor digna e tocante. Mas confesso que não me senti animada a ler Vida e Morte… não sei, me parece mesmo estranho e não estou com tempo para voltar a ler esse enredo. Mas pretendo um dia fazê-lo (rs).

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Oie!
    10 anos já, gente? Meu Deuuus hahaha
    Eu conheci o livro em 2007 porque todas as minhas amigas na época estavam loucas pelo livro. Eu nunca li, não chamou minha atenção e na verdade já não curto muito fantasias.
    Muito legal que esse livro tenha te aberto portas para o mundo da literatura! Eu sempre fui incentivada a ler, não sei bem quando isso pode ter sido intensificado. Dois livros que lia muito quando criança foram Alice no país das maravilhas e o pequeno príncipe. Uns anos mais tarde minha paixão foi Harry Potter. E nunca parou rs. Mas depois que comecei a amadurecer me encontrei dentro dos dramas!

    ResponderExcluir
  27. Oi Bruna, tudo bem?
    Adorei seu texto e assim como você, me envolvi nesse universo literário através de Crepúsculo. Até lia alguma coisa, mas não tinha paixão, como existe hoje em cada leitura que faço. Esse livro é a minha próxima solicitação para a Intrínseca, e falem o que quiser, estou louca para ler mais essa história da Stephanie.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  28. Olá! Olha nem sabia sobre esta questão dos 10 anos. Como o tempo voa né! Lembro quando meus colegas começaram a falar destes livros. Mas não me interessei por eles, porque realmente fogem muito do meu estilo de leitura. Mas, concordo com você sobre esta questão do tem que ler. Na verdade mais com a questão do "TEM', as pessoas querem colocar diretrizes nas vidas, ações dos outros. Acho que fazemos isso sem perceber, mas realmente algumas vezes incomoda.

    Um abraço. Lindo seu post viu!

    ResponderExcluir