segunda-feira, 16 de novembro de 2015

[Resenha] Divergente - Veronica Roth

Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.


Divergente é uma distopia muito aclamada e, infelizmente, só tive a oportunidade de lê-la agora.

Como muitos já devem saber, ela se passa em uma Chicago futurística, onde a população é divida em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição. Essa divisão se deu após uma grande guerra e eles acharam que a melhor forma de isso não é existir mais é desenvolver métodos de descobrir qual sua melhor aptidão. Também há as pessoas que são chamas de sem-facção, pois eles não conseguiram se enquadrar em nenhuma das cinco facções e vivem nas ruas.

Beatrice Prior nasceu na Abnegação, onde vive com seu irmão Caleb e seus pais. Ela está com 16 anos, ou seja, passará pela simulação que lhe mostrará a qual facção pertence, mas sua simulação não deu certo e sua instrutora, Tori – da Audácia –, lhe diz para ir para casa e que seu resultado foi: Abnegação, Audácia e Erudição, ou seja, que ela é uma Divergente.

Esse resultado choca a Beatrice e ela precisa se decidir, pois, A facção antes do sangue. Caso sua escolha seja outra facção que não a Abnegação, ela não poderá mais ter contado com seus pais e irmão – que ela tem certeza que se manterá na mesma facção. Das suas aptidões, a Erudição será sua última escolha, pois é a facção do conhecimento e a que mais ataca a Abnegação – facção das pessoas altruístas. Mas, ela tem dúvida sobre a Audácia – facção dos corajosos – eles sempre parecem tão livres, tão felizes...

No dia da Cerimônia da Escolha, ela tem uma surpresa: Caleb não age da forma como ela imaginava e é transferido e ela faz sua decisão: escolhe a Audácia, mesmo que ver seus pais tristes lhe doa muito. O que ela não esperava era que, para se tornar um membro da Audácia, todos os iniciados – transferidos ou não – precisarão passar por vários testes e, caso não sejam aprovados, serão considerados sem-facção. Logo em seu primeiro dia, ela conhece Quatro, que será seu instrutor, e a atração entre os dois é inevitável e começa a nascer um sentimento.

Beatrice decide que, a partir de agora, seu nome será Tris e, em meio a várias ofensas e pessoas tentando machucá-la, ela precisa provar ser corajosa e forte o suficiente para continuar na facção que escolheu.

Confesso que tinha muita curiosidade sobre o livro, pois sempre vi muitos elogios para ele, mas não gostei tanto da história. Já vi muitas pessoas comparando Divergente com Jogos Vorazes, mas a semelhança que notei é o fato de existirem facções que, supostamente, contribuem para um bem maior, uma pessoa ‘má’ no comando e associei os sem-fação com o Distrito 13, mas a semelhança morreu por aí, isso porque não acho que a Tris chegue perto do que a Katniss foi.

Vejam, é possível compreender os medos e inseguranças que ela tem, mas isso foi se tornando ridículo ao longo do livro e foi pessimamente trabalhado. Claro que a história não é construída apenas de pontos baixos, achei alguns personagens incríveis – Quatro, Caleb, Marcus, Eric, Jeanine, enfim – e até gostei da Tris, mas quando ela deixava o lenga-lenga de lado.

Outro ponto que me incomodou é falta de informação sobre o que é Divergente, o que são as facções, para que servem e tudo o mais. Se eu fosse a Veronica, colocaria no início um ‘código de ética’ falando sobre a Divergência e a criação das facções, pois isso tornaria a leitura mais fácil.

Não obstante todos esse pontos negativos, gostei do livro, foi uma leitura agradável e fluída, pois sentia necessidade de saber o que aconteceria. Espero gostar mais dos próximos livros. 

Apenas para finalizar, assisti ao filme apenas após o termino do primeiro livro e conto para vocês depois, pois há muito o que falar (risos).

Informações adicionais:
Título: Divergente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 504
Classificação: 

24 comentários:

  1. Acho que sou a única blogueira que não leu essa série.
    E confesso que perdi o "time" e não consigo mais ter vontade, sabe?
    Mas que bom que você conseguiu ler e gostou.
    Sua sinceridade foi o ponto alto da resenha. Amei!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Só assisti ao filme e achei mais ou menos... Não consigo gostar dessas distopias :(
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas | SORTEIO 250 SEGUIDORES! NOS SIGA E PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  3. Ola lindona ainda não li essa trilogia menina, apenas assisti o primeiro filme e ameiiiiiiiiiiiiii, então vou ver todos os filmes depois leio os livros com muito mais informações, uma pena o livro não deixar bem claro essas questões que você levantou. Mas o sucesso da trilogia é imenso e adoro a protagonista corajosa. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  4. A obra nunca me chamou atenção. Desde o lançamento não fez minha cabeça, vi o trailer do filme e também não funcionou pra mim e olha que gosto de distopias ein? Acho que o fato dele ter caído muito no gosto popular tenha criando um repudio ou algo assim... enfim... não sei se leria.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  5. Eu li Divergente e acho que o título do livro é explicado melhor nas outras histórias e eu acho que o que me incomodou mais foi aquele fervor que a Tris tem de ser corajoso e não ter medo de nada e que se a pessoa tem medo de alguma coisa não deveria estar ali, achei isso super exagerado e não me convenceu.
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  6. Oiiii. Olha eu já li os três livros e confesso que não leio novamente. Veronica tinha uma história ótima para trabalhar. Porém não soube mexer com ela, o final e decepcionante e eu mesma não recomendo.

    Mas que bom que leu o livro.

    Beijinhos
    Kah Fernandes
    Booksandcarpediem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiie, tudo bem?

    Sabe, não gosto dessa história, nunca me passou pela mente nem comprar o livro e nem vê a série. Nunca gostei. Mas aplaudo quem gosta.
    Parabéns, pela resenha.

    Beeijos

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  8. Oi Bru, eu devo confessar: gosto muito desta saga... hahaha... sobre as questões que te incomodaram, me incomodaram também... mas ela aborda nos outros livros.. depois que acabei de ler todos, achei que foi melhor assim... justamente para ser surpresa qdo vc ler o q realmente é ser divergente... eu tb não tinha gostado, mas qdo tudo se encaixou, eu amei! Na verdade, foi isso que fez eu querer ler os outros, saber se ela explicaria nos outros livros... e ela fez isso... acho q por isso gostei muito.... quero saber sua opinião qdo vc terminar... hehehe

    livros terapias / Fan page

    ResponderExcluir
  9. Sabe nunca tive intetesse nessa série e depois que meu marido viu o filme e me falou que esperava que ela fosse algo 'foda' por ser diferente, tipo ter o poder de todas as facções, e não tinha nada disso, eu desisti de vez dessa série.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Bruna!
    Eu li esse livro na época do lançamento e confesso que me decepcionei.
    Comparar a Tris com a Katniss é um insulto. Se bem que não gosto muito da Katniss, mas, pelo menos, ela não fica de mimimi o livro todo.
    Realmente, esse livro a gente só é bombardeado com um monte de nada.
    Já li toda a trilogia e, caso você queira continuar, só terá algumas respostas no último livro.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  11. Oi Bru,
    Acho que nunca li livros assim. Vou confessar que não tenho tanta vontade, mas incentivei o meu primo (que não é leitor e acho interessante) a ler, hehe.
    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  12. Meninas até hoje eu nunca li nada de DIVERGENTE / JOGOS VORAZES e tantos outros que foram lançados e que viraram moda. Apenas vi os filmes. Foi a mesma coisa que comentei em outro blog. E tipo, tenho muita curiosidade de ler DIVERGENTE, porque quando vi o primeiro filme eu fiquei tipo UAU sabe? Eu preciso ler logo ele e sinceramente me parece ser muito bom. Pela sua resenha já deu para sentir isso e espero poder ler ano que vem todos da série, porque esse ano estou naquela correria, mas assim que puder, pode ter certeza que estarei lendo xD

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-menina-da-neve.html

    ResponderExcluir
  13. Oiii!!

    Todo mundo gostou tanto desse livro que sempre vejo elogios e acho que sua resenha foi a unica "negativa". Eu não tenho vontade de ler não. Acho que o enredo é até interessante, mas com base de tudo que já vi, acabou se tornando mais do mesmo.
    Gostei da sua sinceridade e não sabia que não tinha essa explicação. Acho que é porque é o primeiro, mas o certo era ser mais explicativo que os demais. Enfim...


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu vi o filme, mas depois disso perdi a vontade de ler o livro. A história é magnífica em bem construída.
    Estou ansiosa para ver o Insurgente, mas os livros perdeu a graça para mim.
    Sua resenha está maravilhosa.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi. Eu li o livro antes do filme e achei até legal. Mas, depois que soube como eram os demais (e recebi um spoiler do final) super desisti. O filme foi muito fraco e achei que Veronica não soube conduzir muito bem a história...

    bjinho,
    www.sonhosemtinta.com.br

    ResponderExcluir
  16. Ooi,
    Eu acho que Divergente é a melhor das distopias que fizeram sucesso atualmente, discordo de todos os pontos que você achou negativo kkk Li bem depois de ler Jogos Vorazes e achei que a Verônica soube tratar muito melhor a trama do que a Suzane Collins, mas né, são opiniões.
    Vitória Zavattieri

    ResponderExcluir
  17. Oi Bruna, sou do Team que não leu..kkkk
    Mas pretendo um dia quando essa onda passar, eu ver os filmes e esquecê-los...
    Séries me estressam pela demora de sair, e quando saem é tanto spoiller que lemos que até perdemos a vontade.
    Sua resenha tá perfeita.
    Beijos e até mais.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Tudo bom?
    Nossa é tão ruim quando um livro não nos agrada totalmente né?
    Pelo que entendi você ficou meia perdida na história por falta de informações que considero importantes.
    Adorei sua sinceridade e mesmo tendo oo livro aqui, ainda não tenho curiosidade em ler no.momento.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    O ruim é a demora de esperar a sequência da série! Que pena que você não curtiu tanto assim. Eu também não sou fã dessa série, então nem passo perto dela.

    resenhaoeutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!!!
    Não li os livros mas já assisti os filmes e gosto muito, o Quatro é de tirar o folego, Quero ler o ultimo livro antes do próximo filme; pois fiquei um pouco confusa em relação ao final do segundo e do trailer.
    As opiniões em relação esta trilogia são muito conflitantes, alguns amam, outros odeia e ainda há alguns que se recusam a falar rsrs.
    E sinceramente concordo com você não há comparação entre esta trilogia e Jogos Vorazes, acho que as comparações acabam em serem Distopia, e muito menos entre Tris e Katniss.
    Parabéns pela resenha.

    Abraços, Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?

    Já li a trilogia e o livro do Quatro, gostei dos dois primeiros livros e o do 4, porém Convergente me decepcionou um pouco. Aconselho você a não pegar spoiler, porque esse spoiler em particular, acaba por desanimar a leitura. Eu o peguei e fiquei meio receosa de ler o livro por isso. Enfim, curti muito a escrita da Roth, dá para ler muito rapidamente, é tanto que li Convergente em menos de 2 dias.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Oii,
    Eu vi o filme, mas não li o livro e achei a história meio sei lá (o mesmo aconteceu com Jogos Vorazes). Mas confesso que tenho um certo interesse em ler o livro, para ver se é diferente do livro, que tenho a impressão que é. Mas estou curiosa para saber sobre o seu post do filme.

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi ...
    Tenho que confessar que sou beem desinteressada em trilogias , mas , apesar de tudo essa sempre me atrai . Ja li muitos elogios sobre os livros e tanho vontade de ler .
    Beijos

    coisasdediane.blogspot.com.br

    ResponderExcluir