segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Sobre dar um ser vivo de presente no dia das crianças - com Thamiris

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Estou extremamente feliz com o convite da Bru para ser colunista do "Um Oceano de Histórias". Eu sou fã do blog, o acompanho a um bom tempo e por conta disso, estou radiante por estar aqui. Espero que vocês gostem desse primeiro texto.


Dia 12 de outubro se aproxima. É isso mesmo! Dia das crianças. Já pensou no presente que vai dar ao seu filho? Hum... Um brinquedo? Um sapato? Um par de roupas? Um animalzinho? Ah que bacana! Amo animais de pelúcia. Como? Não entendi o que você falou. Um cachorro? DE VERDADE?

Navegando pela minha timeline, eis que encontro uma publicação que me impulsionou a escrever. Tratava-se de um cachorrinho dentro de uma caixa de presente. Junto desta caixa, havia o seguinte aviso: “No dia das crianças, não dê cachorro de presente!”. Isto é tão óbvio pra mim. Mas infelizmente não é óbvio para um grande, enorme, GIGANTESCO número de pessoas. 

É tão comum ver dois pais observando o seu amado filhinho e pensando: “Vamos dar um cachorrinho pro nosso bebê? Ele vai gostar tanto!” Então, lá vão os dois comprar, isso, COMPRAR um bichinho para o bebê deles. O dia das crianças chega e o cachorrinho é tão fofo, deixa a criança tão animada. “Oba, eu tenho um filhotinho”. Então eles começam a se amar. Dizem ser amor infinito. De ambas as partes. Só que...

ATENÇÃO! Esse não é sempre o destino final. Muitas crianças e seus pais realmente continuam amando seu bichinho e ele se torna parte da família. Mas, infelizmente, essa situação é extremamente comum.

Continuando. Só que... Das duas uma: Primeira: O cachorrinho começa a fazer cocô e xixi por todo canto e ninguém tem a devida paciência para educá-lo. Ou segunda: O filhotinho lindo e adorável cresce. Sim, eu já completei a segunda possibilidade. Crescer é normal? Claro que é! Mas tem gente que não pensa assim.

Animais não são brinquedos. Um animal, por favor, compreenda: Ele não é, em hipótese alguma, descartável. Não dá pra jogar fora só porque ele não supriu as expectativas. Um animal é um ser vivo. Sente fome, sede, calor ou frio. Ao contrário do que muitos seres humanos desprezíveis pensam, eles sofrem e amam. Eles possuem sentimentos. Tenho certeza que possuem muito mais sentimentos que muitas pessoas que andam por aí.

No dia das crianças, opte por um bichinho de pelúcia. Espere até que o seu filho tenha consciência de que ter um animal de estimação é sinônimo de ter responsabilidade. E por fim, quando tudo estiver acertado e todos estiverem cientes de que os animais possuem muitas das necessidades que nós, seres humanos, também possuímos, aí sim... Adote!

20 comentários:

  1. Olá ...
    Que texto lindo ! E o melhor educativo ... Infelizmente muitas pessoas ainda abandonam muito fácil seus bichinhos :(
    Achei interessante o seu estímulo para adoção que é bem melhor que comprar :)
    Beijos e sucesso com a sua coluna .

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diane, fico feliz em saber que gostou. Sim, essa é a realidade ridícula dos dias atuais.
      Claro que é! Adotar é vida! Muito obrigada pelo comentário.
      Beijão

      Excluir
  2. Ooi, tudo bom??

    Explicou tudo o que ninguém parece enxergar. Primeiro adote, e depois um filhotinho é uma vida, precisa de cuidados, paciência e muito amor, não pode deixar de lado quando cansar.
    Beijoos,
    Sétima Onda Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mandy, é exatamente isso. Você não pode descartá-lo só porque ele o irritou por alguma coisa boba.
      Obrigada pelo comentário!
      Beijos

      Excluir
  3. Assim como na páscola, que tem gente que dá coelhinho para as crianças D:
    Adorei a ideia! Espero dar um livro pra algum jovem da escola que dou aula!
    | A Bela, não a Fera |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outro absurdo sem tamanho.
      Livros são os melhores presentes! ♥

      Excluir
  4. É isso mesmo Thamiris. O pior é que parece que muitas pessoas não levam isso a sério. Infelizmente. Ter uma animal, seja o que for, é uma coisa super séria, pois o mesmo depende e muito de você. Não é um brinquedo que quando já não tem "serventia" se é jogado fora...:(

    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathalia, obrigada pelo comentário.
      Espero que essa realidade vá mudando aos poucos.

      Excluir
  5. Que texto lindo!
    Realmente as pessoas não sabem como lidar com filhotes.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza, muito obrigada! É muito bom saber que gostou ♥
      Não, elas não sabem. Tornam-se inconscientes.
      Beijos

      Excluir
  6. Mesmo não sendo muito fã de animais, tenho minha cachorrinha que cuido muito bem, e o principal: foi adotada. Com tantos cachorros passando fome por ai, para que vamos pagar caro só por determinada espécie?

    www.booksever.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Essa é uma pergunta que me faço diariamente.

      Excluir
  7. Excelente texto!
    Animais de estimação dão trabalho, é preciso ter responsabilidade. Eles tem as mesmas necessidades de um bebê. Jamais deve ser dado como um presente!
    Abs

    http://citacoesdeumleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua frase está perfeita. Eles tem as mesmas necessidades que um bebê.
      Obrigada pelo comentário!
      Beijos

      Excluir
  8. Sua texto é muito importante e espero que muitos pais que pensaram em comprar um animal de estimação, o leia e pensem duas vezes.
    Acho muito desumano comercializar os bichinhos dessa forma, o ideal mesmo é adotá-los. Não só cachorros, como gatos também.
    Abraços.

    Minhas  Impressões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu adoraria que as pessoas realmente se sensibilizassem. Exatamente. Não só cachorros e gatos, outros animais também.

      Excluir
  9. Falou tudo! Adote se vc quiser ter outro membro na família, pq o trabalho é o mesmo (tenho gatos e cachorro, falo com conhecimento de causa).
    Coelho tb não é presente de páscoa (fique com os ovos de chocolate mesmo!)
    Beijos!
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  10. demorei um pouquinho para entender o sentido da "revolta" de dar um cachorro de presente. concordo com você. muitas pessoas dão um cachorro de presente porque é fofo. mas, esquecem de que estão lidando com uma vida e uma "criança". eles não nasceram sabendo o que é certo e errado e por isso devemos ensiná-los. só que a grande maioria não entende e cometem ações horríveis contra a esses animais.
    seu texto está maravilhoso e todos deveriam lê-lo.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Você é bastante observadora e compreensiva.
      Muito obrigada pelo comentário.

      Beijos

      Excluir