segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Entrevista - Semana da Priscila M. Palmeira #02

Olá leitores!

Dando prosseguimento à Semana da Priscila M. Palmeira, hoje trago uma entrevista que preparamos com maior carinho, vamos conferir?

UOH - Como surgiu a ideia de escrever Crônicas de Silbery? É um livro infanto-juvenil, você escreveu para seus filhos?

Priscila - Sim, escrevi o Crônicas quando eles ainda eram bem pequenos, e embora sejam todos meninos e as personagens principais são meninas, eu pensei neles ao escrever.

UOH - Os personagens de Crônicas de Silbery foram baseados em pessoas reais? Se sim, quais?

Priscila - Todos meus personagens tem um pouco de pessoas reais, porque gosto de analisar personalidades e imaginá-las em pessoas fictícias de meus livros. Mas no Crônicas apenas tia Gertrudes tem um pouco além da ficção, porque é baseada na tia de meu marido.

UOH - Existe alguma história por trás da Tia Gertrudes? Se sim, você pode nos contar um pouco sobre isso?

Priscila - Sim, tia Gertrudes esconde um segredo em seu passado e em sua propriedade que as meninas irão descobrir no livro dois. Não posso contar além disso, hahahaha

UOH - Nos conte o que encontraremos no livro Caçadores, O Vale dos Mortos, pois sua premissa parece ser totalmente diferente do livro Crônicas de Silbery.

Priscila - Verdade, são completamente opostos. O Caçadores começou com a ideia de três caçadoras, herdeiras de um dom por serem as primogênitas de suas famílias, que caçam implacavelmente criaturas maléficas, mas elas encontram um misterioso e belo cigano que possui um talismã, o poderoso Olho de Muriel, então deixam que eles as sigam como intuito de que ele descubra seu passado conturbado e cheio de segredos. Então mudei o nome para Caçadores.

UOH - Você acha que é difícil ser um autor nacional? Que falta reconhecimento ou que isso tem melhorado?

Priscila - Há um tempo atrás eu diria que sim, nossa cultura ainda estava boiando no preconceito, mas  tenho visto que isto vem mudando gradativamente. Espaços e oportunidade estão surgindo e os leitores estão reconhecendo os autores nacionais como escritores que tem ótimas coisas para oferecer.

UOH - Por fim, nos diga, como você se vê daqui 10 anos?

Priscila - Com muito outros livros publicados e, mais do que isso, vendo meus leitores satisfeitos com meu trabalho e que eu possa encontrar mais e mais oportunidades de mostrar meus livros e me encontrar com meus leitores.

Bom pessoal, essa foi a entrevista que fizemos a autora, espero que tenham gostado e, se gostaram, não deixem de curtir a Fanpage da autora para ficar por dentro de todas as novidades!

Beijos e até mais J

Esse post participa do TOP Comentarista de Agosto
(clique na imagem abaixo para maiores informações)

25 comentários:

  1. Adoro entrevistas! Sempre me inspiro em alguma resposta dos escritores.
    Achei muito legal ela escrever o livro pensando nos filhos, talvez eu faça isso um dia também, rs. E eu adoro histórias infanto-juvenis. Uma coisa que também acho bacana e concordo com a autora é se inspirar em pessoas reais para dar vida aos personagens.
    Muito bom ler o que a autora imagina daqui há dez anos. Pensamento positivo, esperança, com certeza tudo o que ela quer, vai conseguir realizar. Desejo muito sucesso!
    E por fim, fiquei com vontade de saber o segredo da tia Gertudres, haha.
    Beijão Bru ♥ Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tha, todo mundo quer saber o segredo da Tia Gertrudes hahaha
      muito obrigada por comentar. Flor. Fiquei muito feliz. Beijos

      Excluir
  2. Poxa, é sempre tão bom ler entrevistas :)
    Sei que o mercado editorial está melhorando para os autores nacionais, mas mesmo assim, ele ainda é muito limitado. Espero um dia também conseguir ser publicada!

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, esperança é o que nos move. Sempre.
      beijinhos

      Excluir
  3. Olá, tudo bem?
    Não conhecia a autora, então adorei a entrevista.
    Achei legal isso da autora criar uma personagem baseada na tia do marido dela. Acredito que isso deixa a personagem mais "humana".

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada por comentarem, meninas. Isso é muito importante para mim. Beijos e beijos

    ResponderExcluir
  5. Adoro conhecer um pouco mais dos autores da literatura brasileira e suas obras.
    Achei bem interessante a entrevista e me interessei pelo livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, que bom que se interessa pelos autores. Se for à Bienal, passa no estande da Ler Editorial para nos conhecermos

      Excluir
  6. Achei mega legal a entrevista e o fato de Crônicas de Silbery ter sido escrito para os filhos da autora!
    http://mundoliterariodathais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oii! Adorei saber mais sobre a autora.
    Achei a capa do livro dela super linda *-*
    Beijos
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Markus, agradeço seu comentário, e obrigada. Beijos

      Excluir
    2. Olá Markus, agradeço seu comentário, e obrigada. Beijos

      Excluir
  8. Adoro ler entrevistas de autores :)
    Acho que os autores nacionais deveriam ser ainda mais valorizados porque tem muita história boa sem ser reconhecida ...
    Beijos e que a Priscila tenha muito sucesso !

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Di, agradeço todo esse carinho e concordo com o que vc disse. Autores nacionais tem muita coisa boa para ser mostrada. Beijos

      Excluir
  9. Amei o post, a entrevista ficou show de bola!
    Parabéns!!
    beijos
    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ficou me Daya? Obrigada por vir comentar, flor. Adorei@-}--

      Excluir
  10. É bom saber um pouco mais sobre as pessoas que nos fazem viajar diariamente né
    eu gosto bastante
    adorei a entrevista flor

    Mil beijocas
    ⋙ ♥ Blog Livros com café

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Pepi, adorei que vc veio comentar, muito obrigada. Beijos e beijos

      Excluir
  11. Oi Bruna! Oi Priscila!
    Adoro entrevistas, pois assim conhecemos mais do autor, das ideias que teve ao escrever o livro <3 ! Traz uma maior proximidade entre autor e leitor.
    Adorei a entrevista ! Me interessei ainda mais no livro Crônicas de Silbery. Fico muito feliz dos leitores começarem a olhar de um jeito diferente para os autores nacionais. São tantos livros bons que temos aqui no Brasil! Muito bom o post.
    Que seus livros façam cada vez mais sucesso Priscila. E que venha novas estórias incríveis.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii.
      poxa Le fiquei muito feliz com seu comentário. os leitores estão sim olhando de um jeito diferente para os autores nacionais, e isso é ótimo.
      muito obrigada por vir comentar viu? Fiquei super feliz. Beijão

      Excluir
  12. Oi Bruna, tudo bem?
    Curti a entrevista com a minha quase xará (um L separa os nomes hahaha)!
    Acho super bacana dicas dos jovens escritores, acho muito estimulante.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pri quase xará hahaha (separadas por um L)
      Obrigada por comentar esse apoio para blogueiro e escritor é ótimo e imprescindíveil.
      um beijo enorme

      Excluir
  13. Respondi a dois questionários em menos de uma semana sobre o que eu espero daqui à 10 anos haha' coincidência?
    Amo entrevistas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi, não existem coincidências, "há um destino para todas as coisas, desse mundo ou não" - frase do livro Crônicas de Silbery
      hahaha.
      obrigada por vir comentar, um grande beijo

      Excluir