terça-feira, 25 de agosto de 2015

Conto: O Coração de Gina Hall, Luis Maldonalle

Sinopse: É em um ambiente nostálgico e narrado em primeira pessoa, que Luis Maldonalle usa de sua criativa e já conhecida imaginação para nos brindar com o conto O Coração de Gina Hall. Aqui, cheiros e texturas caracterizam esse conto em um verão assustador no longínquo ano de 1963. Um triângulo amoroso adolescente deixando mais do que frustrações e desejos na Região do Lago na velha Trilha do Tabaco.O drama do amor não correspondido, aqui perfilado assustadoramente ao lado do horror em uma dinâmica macabra, típica da voz atormentada na escrita de Luis Maldonalle que privilegia o humano e suas recorrências idiossincráticas.Prepare-se para um relato de dor, loucura e culpa, ladeados divinamente pelo sobrenatural.


Com o conto O Coração de Gina Hall, Luis Maldonalle comprova, mais uma vez, o quanto é bom naquilo que escolheu fazer. Esse conto foi escrito com maestria e merece todo o reconhecimento possível.

Paul e Richie eram grandes amigos, praticamente inseparáveis, mas as coisas mudam quando a linda e arrebatadora Gina Hall chega à cidade. A amizade entre os três é praticamente instantânea e nos leva a uma época rebelde da vida deles, regado a cigarros e bebidas.

Mas, acontece algo que pode abalar a amizade de Paul e Richie. Ambos se apaixonam por Gina que parece brincar com os sentimentos deles. Paul, é o mais sensato, a meu ver, nota o quanto o ‘amor’ que Richie sente por Gina o está enlouquecendo. Quando a amiga conta que vai embora, Paul decide, após muito custo, deixar aquela noite para os dois, para que o amigo tenha uma chance. Afinal, Paul sempre foi quem cedeu.

“Meses antes nos divertíamos, procurando pedras e casas de joão-de-barro sobre árvores. Observávamos aves e corríamos como nunca para a região do lago. No entanto, naquele verão, Gina era a única coisa que podíamos pensar.”

Quando iniciei a leitura não fui capaz de imaginar o caminho que a trama tomou. O autor conseguiu conduzir a história para um ponto que me deixou boquiaberta e eu amei isso. Os personagens são tão bem construídos que eu gostaria de mais, terminei as poucas páginas que o livro tem querendo mais e mais e isso é incrível, principalmente para um conto.

“A maldita artrite, a úlcera ou até as esporádicas enxaquecas, bom, nada disso é páreo, se comparado com a dor de lembrar tudo isso.”

Repleto de dramas, conflitos, dores, amores e uma pitada sobrenatural, O Coração de Gina Hall é um deleite para o leitor.

“A medida que envelhecemos, o mundo, principalmente o tempo, passa a correr de forma lenta. Um relógio em um tique-taque zombador, sempre a girar.”

Não vou me estender muito mais nessa resenha, ou contarei toda a trama. Só peço uma coisa, compre esse conto (aqui) e leia, simplesmente, passe na frente de tudo, ele merece!

Classificação:


Conto cedido em parceria com o Autor.

Esse post participa do TOP Comentarista de Agosto
(clique na imagem abaixo para maiores informações)

14 comentários:

  1. UAU, Bru! Vou te falar que fiquei com muita vontade de ler esse conto. Adoro coisas assim, nesse estilo. E gostei muito da forma com que tu falou do autor, parece ser realmente muito bom.
    Beijão - Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tha,
      Fico muito feliz que tenha gostado e que queira ler o conto.
      Beijos

      Excluir
  2. A sua resenha me fez querer ter o conto em mãos agora !!
    Fiquei bastante curiosa e pelo que você relatou parece ser um ótimo livro .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Di,
      Leia! Você vai amar.
      É um conto, simplesmente, perfeito ♥
      Beijos

      Excluir
  3. Olá Bruna,

    Não leio muito contos e conheço poucos, mas esse me deixou bem curioso, a capa também é bem interessante, boa dica....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marco,
      Por favor, leia esse conto, acho que vai gostar!
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Bruna!
    Adorei a dica e fiquei super curiosa com o mistério que aparentemente surge no conto.
    Para uma história tão curta, é surpreendente quando o autor consegue deixar o leitor boquiaberto!
    Super leria, faz meu estilo de leitura! =)
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priih,
      Tem um mistério muito bom - de tirar o fôlego.
      Espero que leia e curta.
      Beijos!

      Excluir
  5. Oi,
    Como você disse, eu realmente tenho que tentar ler contos. Que sinopse incrível <3. Me interessei muito, gosto de histórias assustadoras e de uma época remota. Estou ansiosa para ler esse conto - e são poucos que me deixam assim-. Espero ficar de boquiaberta também.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Letícia,
      Acho que você deve tentar, pois alguns são, realmente, bons!
      Esse, particularmente, me deixou boquiaberta e amei amei.
      Beijos

      Excluir
  6. Histórias que nos surpreendem <3
    Ultimamente é o que preciso sabe?
    Vou dar uma conferida a mais, mais tarde rs

    ResponderExcluir
  7. Oi,
    Vou confessar que não gosto de livros que trazem triângulos amorosos, mas não posso generalizar. Muito boa a resenha pelos quotes fico imaginando que o livro trás uma pegada de tempo e vida, o que me faz lembrar de um ditado "Quando fazemos aniversário não estamos ganhando mais um ano de vida e sim perdendo um ano".
    Beijos!
    http://estantedoluiz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bom inicialmente não tinha me interessado por esse livro.
    Mas depois da sua super indicação e de falar que é surpreendente fiquei bem curiosa.
    Pretendo ler.

    ResponderExcluir
  9. Fico imensamente curiosa com qualquer história que seja retratada em uma época antiga, então esse conto já me chamou a atenção. Não conhecia o autor, mas certamente irei buscar mais sobre ele. Por acaso, o sobrenatural presente na história chega a ser uma espécie de terror leve? Sou medrosa demais então preciso estar bem preparada para o que me espera, haha. Assim que possível, com certeza vou ler o conto. Beijos, Bruna! ♥ Light As The Breeze

    ResponderExcluir