sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Conto: O Bosque de Cerejeiras, W. Albuquerque


Sinopse: Um guerreiro manchará sua honra com sangue inocente, mas o destino é implacável, e os demônios do passado voltaram para assombrá-lo e cobrar os seus pecados.

O conto, O Bosque de Cerejeiras, tem um início frenético e repleto de mortes. Já no início, nosso guerreiro mata uma família e uma das crianças, que ainda vive, observa a cena e tenta atacar o guerreiro que, por fim, é morta.

“Em meio à guerra, o samurai não teve a honra que devia, matou o pai, matou a mãe e por fim arrancou, com uma passada cruel de sua lâmina cortante, a cabeça do irmão mais velho. A outra criança, observou tudo pela fresta da porta, e suas lágrimas escorreram ardidas e tardias, assim como o sangue de sua família que lavou aquela terra amaldiçoada.”

Com o passar dos anos, o guerreiro começa a sentir a culpa dentro de si por todos os pecados que cometeu e o tanto de sangue inocente que derramou. E aí acontece o ponto alto da trama, a criança que ele havia matado está de volta à vida e em busca de vingança.

Por ser um conto, de 14 páginas, não há muito que dizer sem contar a trama inteira. Gostei muito da escrita do autor e do desenrolar da história. Entretanto, achei a história um pouco confusa, até agora tem alguns pontos que não estão claro pra mim. Mas, é impossível não gostar da escrita do autor e se envolver na história, recomendo muito a leitura.

Classificação:



Esse post participa do TOP Comentarista de Agosto
(clique na imagem abaixo para maiores informações)

30 comentários:

  1. Olá Bru,
    Eu sabia! haha É difícil não se arrepender quando se faz uma coisa ruim. Gostei do que você escreveu sobre o conto, apesar de achar que talvez ele não me interesse.
    Beijos - Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tha,
      Fico feliz que tenha gostado.
      Esse conto foi bem peculiar viu?
      Beijos

      Excluir
  2. Oi!
    Não costumo ler nada sobre o tema, mas sendo um conto acho que a leitura seria de boa pra mim.

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa,
      É legal ler contos sobre temas que não estamos acostumados, pois pode abrir novas portas ;)
      Beijos

      Excluir
  3. Oi, Bru!
    Acho que esse tema não me interessa muito.. Gosto mais de romances e coisas fofinhas, hahaha
    Adorei o blog, muito lindo. Estou seguindo :)

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina,
      Que pena, pois é uma ótima história.
      Muito obrigada pelo carinho.
      Beijos ♥

      Excluir
  4. Retribuindo a visita ao Faces de Uma Capa!!!
    Adorei o blog, super mimo ^.^
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Amei essa capa!
    Achei a premissa bem interessante tb.
    Beijo!
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tatiana,
      Adoro essa capa.
      E a história é bem bacana.
      Beijos

      Excluir
  6. Estou passando para fazer-lhe um convite, você gosta de O Pequeno Príncipe? Essa é uma semana especial lá no blog, com testes, sorteios e postagens especiais, participe e compartilhe conosco, desse maravilhoso clássico da literatura!

    http://www.revolucaonerd.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu não sou uma grande fã de tramas que envolvem sangue, mas sou fã de cultura oriental e o Japão me encanta, logo o conto chamou minha atenção de cara!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pandora,
      Acho que você vai curtir o conto. Ele retrata um pouco a cultura.
      Beijos

      Excluir
  8. Adorei a premissa do livro , é bem diferente do que costumo ler .
    Com certeza deve ser uma leitura bem emocionante .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diane,
      Esse conto é bem bacana, gostei bastante da leitura, apesar de ter achado confuso rs.
      Beijos

      Excluir
  9. Heey!
    Já gostei do conto pelo título, com certeza vou dar uma chance para ele, mesmo sendo um pouco confuso.
    Abraços!!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Guilherme,
      Fico feliz que tenha gostado.
      Boa leitura.
      Beijos

      Excluir
  10. Curti a história. Não sei se leria, porque não sou muito fã de contos, no geral.

    Beijos!
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico feliz que tenha gostado.
      Tenho lido cada vez mais contos ♥
      Beijos

      Excluir
  11. Oii!
    Eu curti o que você escreveu e fiquei querendo ler. Parece bem interessante! E bem forte tb.
    Beiijos

    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Markus,
      Fico feliz que tenha gostado.
      É um ótimo conto.
      Beijos

      Excluir
  12. Gostei da resenha Bruna. Apesar de não ser um conto bem coeso, tem lá os seus atrativos. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Bruna,
    Não sei, mas acho que já comentei que contos não é um estilo que leio muito. Quando você disse que esse conto começa com muitas mortes, até dei uma interessada. Sem falar que essa questão de vingança na maioria das vezes rende outras mortes também. No geral, levando em conta a parte confusa da história, me desanimei.
    Bjjjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Letícia,
      A confusão me fez ficar um pouco decepcionada, mas nada que tenha perdido o merecimento da história.
      Acho que deveria ler mais contos.
      Beijos

      Excluir
  14. Gosto bastante de contos e mais ainda de escrever contos.
    Histórias confusas pra mim nem rola :\

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giovanna,
      Que máximo. Um dia, quero ler um conto seu.
      É, histórias confusas, são difíceis.
      Beijos

      Excluir
  15. Que livro macabro é esse? Levei um susto quando li você comentar que logo no começo já começa com várias mortes ausahushau Mas me interessou (será que é pelo fato de eu amar esse tipo de coisa?).
    Beijossss!
    http://estantedoluiz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Bom, como não curto muito contos, não me interessei nem um pouco por este conto, tanto por não curtir ler contos quanto por a história não ter me chamado a atenção.

    ResponderExcluir