quinta-feira, 30 de julho de 2015

Conto: Lago Negro, Patty Freitas


Sinopse: As gêmeas Evans resolvem passar o final de semana prolongado na antiga casa do lago pertencente à família. Mas um acidente no caminho muda a direção da história.

Lago Negro, conto de autoria da nossa parceira Patty Freitas, está participando do concurso #BrasilemProsa.

O conto retrata a história das irmãs gêmeas Evans, Evangeline e Emanuelle. As irmãs, há muito tempo, não iam juntas – e sozinhas – para a casa do lago em que cresceram. Nessa casa parece reinar um mistério, pois, no passado, as irmãs caíram no Lago Negro e quase se afogaram, mas nunca souberam quem havia caído primeiro.

A viagem tinha tudo para dar certo, mas, um acidente de carro fatal, causa a morte de Emanuelle e deixa Evangeline no hospital por muito tempo e com lapsos de memória. Seu marido, Theodore, passa a negar diversas viagens de negócios para ficar com a esposa e cuidar dela, mas chega um momento que não mais pode negar e decidi levar a esposa e o filho. No último minuto, Evangeline tem uma crise e choro e decide não viajar com eles, mas encoraja o esposo a ir.

Theodore faz a viagem com o coração apertado, mas sabe que não pode mais negar isso. Seus superiores estão lhe cobrando e ele está indo para fechar um contrato enorme. Mas, nessa viagem coisas estranhas parecem acontecer e Theodore se vê perseguido por uma pessoa que quer, a qualquer custo, mata-lo.

Quando a Patty me contou que estava participando do concurso pensei: Preciso ler esse conto para emitir minha opinião. Achei a premissa da história muito interessante e, por se tratar de um conto, tudo acontece rápido demais, e isso não me incomodou, ao contrário, me deixou com o gosto de quero mais a cada parágrafo que eu lia, mas, sempre tem um mas, achei a história um pouco previsível. Vejam, não que o final estivesse na cara – porque não está – só que eu acho que foi fácil imaginá-lo. Ao contrário do que possa parecer eu gostei do final. No geral, achei o conto bem escrito e, se o tema fosse trabalhado, poderia dar um belo de um livro. Acredito que terá boas chances de estar entre os vencedores!

Caso queiram conhecer a história não deixem de adquirir, ele está disponível no site da Amazon, basta clicar aqui.

Classificação:


Cedido em parceria com a Autora.

10 comentários:

  1. Olá ...
    Um dos pontos negativos que encontro nos contos é a rapidez dos fatos , mas , mesmo assim costumo ler de vez em quando :)
    Quanto a previsibilidade do fim , acho que não me incomodaria , então , acho que vou baixá-lo pra mim ler .
    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Di,
      Concordo, mas adoro ler conto, estou cada vez mais encantada.
      Acho que você vai gostar.
      Beijos

      Excluir
  2. Obrigada pela parceria e gentileza de ler e resenhar.

    Diane fico grata. Quando ler me conta.
    Quanto a rapidez, infelizmente teve que ser assim...ter menos de 6000 caracteres era uma das regras. Mas creio que valha à pena🌹

    ResponderExcluir
  3. Oi Bru,
    A viagem deve ser muito assustadora. Aliás, o conto aparentemente já começa impactante. Gostei da forma como falou dele, apesar de o final parecer previsível, continua sendo um bom conto.

    Beijão
    thamirisdondossola.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tha,
      A previsibilidade do final não fez o conto ficar pior, ao contrário.
      Gostei do fina, pois era o que eu esperava e foi bom.
      Espero que você leia
      Beijos

      Excluir
  4. deve ser realmente muuito bom esse conto, lerei em breve. xoxo
    http://olivroemquehabito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Achei bem legal essa premissa, o que dificulta trabalhar um conto para o Brasil em Prosa é que só se pode escrever com seis mil toques. Parece ser um ótimo conto. Eu também escrevi para o Brasil em Prosa, "Uma História de Amor e Árvores", te convido a ler e emitir uma opinião, obrigada!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kamila,
      Concordo, acho que não conseguiria me limitar a tanto.
      Vou pesquisar sobre seu conto!
      Beijos

      Excluir
  6. É Verdade essa premissa dificulta um pouco.
    Ficarei feliz se vocês lerem e vierem me contar.
    Bjs mil.
    Patty Freitas

    ResponderExcluir