segunda-feira, 24 de novembro de 2014

O Fogo, James Patterson

Fogo, literalmente!

Sinopse: Você pensou que seria um conto de fadas? Whit e Wisty Allgood sacrificaram tudo para liderar a Resistência contra o regime sanguinário que governa o mundo. O líder supremo, O Único Que É O Único, baniu tudo o que havia de bom: livros, música, arte e imaginação. Mas o poder dos dois irmãos parece estar longe de conseguir deter O Único, e agora ele executou a única família que eles tinham. Você não vai encontrar O Único aqui. Wisty sabe que o momento se aproxima. Em breve ela estará cara a cara com O Único. A sua bravura e o seu dom canalizam ainda mais poder para esse ser, que já é invencível. De que maneira ela e Whit poderão se preparar para o confronto iminente com o implacável vilão que devastou o seu mundo – antes de ele se tornar verdadeiramente onipotente? Nem sempre seremos felizes depois que acabar. No impressionante terceiro livro da série Bruxos e Bruxas, a tensão está maior do que nunca – e as consequências mudarão tudo.

ATENÇÃO: Essa resenha pode conter spoilers do primeiro e segundo livro da série.

Resenha:        Volume 1 – Bruxos & Bruxas
                       Volume 2 – O Dom

Nesse livro a história pega, literalmente, fogo! No terceiro volume da série o pape de Whit e Wisty, na destruição do Único, ficam definidos. A sequência de O Dom nos apresenta com os irmãos fugindo de soldados da N.O.

Cansados, machucados, com fome e sem magia, os irmãos são acolhidos por Pearl Marie, uma menina muito esperta, rápida e inteligente, que os leva para o último refúgio de resistentes: a casa onde sua família esta abrigada. Com o amor da família de Pearl, eles começam a recuperar um pouco das forças e magia, até que os soldados descobrem sua localização, partem para cima da família e levam Pearl com eles. Whit, o mais ligado à menina, fica desesperado e quer voltar para salvá-la, mas eles não podem, pois o mundo depende deles: eles precisam destruir o Único de uma vez por todas.

“Mas não temos heróis. Não posso ser o herói de vocês, não mais; não depois de tudo o que aconteceu.”

Após a fuga da casa de Pearl os irmãos encontram a Sra. Highsmith, uma velha e simpática bruxa que os ajudará a trilhar o caminho de suas missões. Whit é enviado para a Terra das Sombras em busca de seus pais e Wisty é enviada para destruir o Único, já que ela é a bruxa da profecia.

“Só quero sair correndo desse lugar e continuar correndo até estar livre: correr para os braços de minha mãe, de volta para a minha infância, para um lugar onde a Nova Ordem nunca existiu e onde eu nunca fui Bruxa, onde eu não era alguém de quem todo mundo estivesse dependendo.”

A expedição de Whit à Terra das Sombras não é fácil, mas ele contará com Célia, sua ex-namorada e uma meia-luz, para ajuda-lo nessa trajetória e será surpreendido no decorrer dela. Enquanto isso, Wisty estará disfarçada a entrará para trabalhar no quartel da Nova Ordem ficando, assim, mais próxima de seu alvo e contará com a ajuda de Byron – cara de fuinha – Swain.

Como não poderia ser diferente, o livro é repleto de ação e aventuras, momentos que te deixarão com o coração na mão e outros que lhe farão viver em uma fase de amor/ódio com Patterson. O Fogo foi muito bem escrito e desenvolvido e me senti imensamente satisfeita quando terminei a leitura, ele conseguiu me conquistar em cada palavra. Patterson nos trouxe muitas respostas que tínhamos dúvidas e deixou muita coisa esclarecida.

Não poderia ter sido um livro melhor, o desfecho foi impressionante e, ao fechar o livro, você fica com aquela cara de ‘OOOH’ e não sabe o que fazer direito. Acho que a única coisa que me deixou com receio foi saber que haveria um quarto livro. Sim, eu já li O Beijo e, sim, é bom, mas se Patterson quisesse ter parado aqui estaria ótimo.

Essa série é recomendadíssima e eu adoraria que todos tivessem o prazer de conhecer a história dos irmãos Allgood.

Informações adicionais:
Título: O Fogo
Autores: James Patterson e Jill Dembowski
Editora: Novo Conceito
Páginas: 272
Nota da Leitora: 4 estrelas

4 comentários:

  1. Unindo forças para conseguir ler o Fogo.

    triocoffee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não consegui gostar do livro, os diálogos e narração são para mim superficiais e em certas vezes desnecessário. Mas acho legal ver a opinião de alguém que gostou, enxergar os pontos que não consegui, espero lê-lo e me surpreender. =)

      Excluir
    2. Olá Aquila,
      Isso é verdade.
      Gosto de ter contato com vocês, pois vejo o quanto uma opinião pode ser diferente. E essa opinião muda de acordo com o momento em que a leitura é feita, acho isso genial.
      Espero que você goste do livro.
      Beijos

      Excluir