quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Um pouco de literatura nacional #19

Olá, amantes dos livros!

Estão prontos para as indicações da quinzena? Vamos a elas!

Um Lugar na Janela, Martha Medeiros



Em 'Um lugar na janela', Martha Medeiros abre espaço para a viajante. Segundo a autora, nesta obra não há nada inventado, tudo aconteceu de verdade - as melhores lembranças, as grandes furadas ainda em tempos pré-internet, as paisagens de tirar o fôlego. Ela visa compartilhar com seus leitores as mais afetuosas memórias de viagens feitas em várias épocas da vida, aos vinte e poucos anos e sem grana, depois, já mais estruturada, mas com o mesmo espírito aventureiro, e com diversos acompanhantes - as amigas, o marido, as filhas, o namorado, e até mesmo sozinha. Para Martha, o bom viajante é aquele que está aberto a imprevistos, ou seja, a viver.





O Artífice, Tony Ferraz



Tony Ferraz é paulistano e sempre se interessou em filosofia oriental, artes marciais e literatura. Em seu romance 'O Artífice' ele mistura a filosofia zen-budista e taoista em um romance policial envolvente e misterioso. 'Leia durante a noite', enfatiza o autor. Em dias de tempestade, um assassino que mata através de armadilhas extremamente elaboradas vem enganando a polícia londrina numa série de crimes inusitados. Haryel Kitten é um detetive inteligente, prático e muito dedicado ao seu trabalho, que agora tem o desafio de desvendar o que há por trás desse mistério. Mas será que há forças sobrenaturais agindo? Detalhes dos crimes permanecem obscuros, o serial killer, apelidado pela mídia de Artífice, faz com que Haryel trilhe um caminho sem volta. Quanto mais ele se aprofunda na investigação, menos compreende o que está acontecendo. O detetive fará tudo que estiver ao seu alcance para montar esse quebra-cabeça. Mesmo que sua própria vida corra perigo.


Nossos Ossos, Marcelino Freire



O dramaturgo Heleno resgata no necrotério o corpo de um michê e deve entregá-lo em Poço do Boi, interior de Pernambuco. Enquanto se prepara para a missão que ele mesmo se impôs, relembra sua própria história, de filho mais mirrado de uma família pobre do sertão pernambucano a autor de sucesso em São Paulo. Na prosa poética de Marcelino Freire, uma fábula macabra sobre a proximidade entre amor e morte.








Se interessaram por algum?
Beijos!

6 comentários:

  1. Olá Gabrielle,

    Eu adoro livros nacionais, não me canso de dizer isso.
    Me interessei muito por esse livro da Martha Medeiros "Um lugar na janela", ainda mais sabendo que, segundo a autora, as histórias são reais. No mínimo pode nos arrancar muitas risadas. Você já leu? O que achou?

    Beijos - Tão doce e tão amarga.


    ResponderExcluir
  2. Oiii Bru!!! Nacionaisss =D. O único que eu já conhecia é "O Artífice" , mas não li ainda, mas a capa me atraiu bastante. E pela sinopse, gostei do da Martha,
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá :) não conhecia, mas fiquei com uma grande vontade de ler . Bom trabalho.

    Beijos
    thatstory1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Amei as indicações e a literatura nacional merece todo nosso apoio e carinho (=
    De todos vou pesquisar e saber mais, me interessei por O Artífice e Nossos ossos.

    Beijos e ótimo fim de semana!
    De tudo um pouco

    ResponderExcluir
  5. Olá, flor tudo bem???

    Também sou incentivadora da leitura nacional e confesso que depois que criei o meu blog isso só tem aumentado cada vez mais... só que nesse momento os livros citados não me despertaram para a leitura... porém Nossos Ossos me chamou atenção e eu deixei anotado rs. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir