domingo, 19 de outubro de 2014

Quatro Estações


A magnificência das palavras 


 Já havia muito ouvido falar de Stephen King. E mesmo tendo seus livros bombardeados com ótimos comentários por seus leitores em todos os lugares, demorei a comprar algo dele e mais ainda para ler - não foi por falta de interesse, a culpa é do tempo apressado. Então, finalmente pude o ler. Escolhi "Quatro Estações", um livro que contém quatro clássicos contos. Devo dizer: adorei. 


 Apesar de ser uma exceção a seu estilo (como ele próprio disse), Stephen mostrou ser habilidoso ao fugir do tema sobrenatural e partir para histórias contidas no plano real, mas que no fundo não deixam de conter aquele gostinho de terror e suspense. 

 O primeiro conto acabou virando filme: "Um Sonho de Liberdade". Nele, um homem inocente é encarcerado na prisão de Shawshank, no Maine. O injustiçado é Andy Dufresne, um banqueiro que foi acusado de ter matado sua mulher e o amante a tiros. Apesar de o alibi ser a ultima coisa que a lei permitiria, Dufresne nunca deixou de sonhar e lutar - todos os dias - por sua liberdade. Nessa jornada de longos anos, teve ao seu lado um amigo detento, Franklin - sob a visão de quem é narrado o conto -, que nunca duvidou da perseverança, nem da inocência do banqueiro. O final surpreende, além de provocar comoção por parte do leitor. 

 Para o segundo conto dispenso comentários. Por quê? É simplesmente maravilhoso. Nele, um jovem de 13 anos, Toddy, se descobre obcecado pelo vizinho. O motivo? Embora pareça um velhinho inofensivo, o senhor Dussender já havia servido a SS de Hitler. Com intragável teimosia e coragem, Toddy consegue criar um relação nada comum o ex-nazista (apesar de o bom velhinho não ter nada de "ex"). Essas visitas ao cruel senhor, muda a vida de Toddy, quando ele se descobre muito semelhante a Dussander.... A terceira história vai contar a trajetória de quatro amigos que decidem, mesmo com todos os perigos, ir em busca de um cadáver. O morto é um menino atropelado por um trem que jaz na linha ferroviária, a mais de 40km de distância dos garotos. Os sufocos pelos quais passam prendem o leitor até a última página.

 O último conto, porém, foi o que menos me agradou. Não foram grandes as surpresas, nem assustadoras como esperei. Apesar de possuir um quê de sobrenatural, esta não foi a melhor parte do livro.

 Stephen King ganhou mais uma fã. Espero poder, em breve, ler outros livros mais deste brilhante autor.

Título: Quatro Estações
Autor: Stephen King
Editora: Objetiva
Nota da leitora: 4 estrelas

5 comentários:

  1. Esse foi o primeiro livro de Stephen King que eu li e a partir dai ele se tornou meu autor favorito, gosto muito de O Outono da Inocência - O Corpo que deu origem ao filme Stand by me (Conta Comigo) um dos clássicos de sessão da tarde.

    Continue lendo livros do King, você vai se surpreender!

    Abraço,
    Diego de França
    www.leitorsagaz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Hey, tudo bem?
    Eu tenho muita vontade de ler os livros dele, mas infelizmente ainda não tive a oportunidade rsrs. Com certeza esse livro vai entrar pra minha lista de livros para comprar na Black Friday ^^
    Abraços!
    http://enjoythelittllethingss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi! Nunca li nenhum livro do Stephen King. Ele parece escrever histórias ótimas. Mas é o caso tempo. Livros por todo lado e cade o tempo necessário para ler todos?
    Mais um autor na lista: quero ler. Resenha ótima.
    Abraços!
    http://livrosperfeitosmsoffiati.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu conheço algumas das obras do Stephen King, mas ainda não conhecia esse livro... Fiquei curiosa para ler, mais um incluído na minha "pequena" lista de livros para ler. hahaha

    Beijos
    http://www.garotaeseuslivros.com/
    https://www.youtube.com/user/anacrisinah <3

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabrielle,

    Não vejo a hora de ter uma chance de ler outro livro de Stephen King. Eu também só tive uma experiência com o autor, que foi com o livro "A Zona Morta", que eu particularmente adorei. Pensei que não iria conseguir ler, pois os seus livros são todos enoooormes, mas nossa! Eu o devorei.
    Fiquei muito, muito, muito curiosa com esse livro que você leu. Principalmente com esse segundo conto, hahaha.

    Beijos - Tão doce e tão amarga.


    ResponderExcluir