quinta-feira, 23 de outubro de 2014

O Circo Mecânico Tresault, Genevieve Valentini

É assim que as lembranças são – sempre verdadeiras, nunca a verdade

Sinopse: “Respeitável público, sejam bem vindos ao incrível Circo Mêcanico Tresaulti, o lugar para quem acredita no mundo mágico que nos rodeia. Permita-me conduzi-lo por uma viagem única através da luz e das sombras onde descobriremos juntos uma nova forma de ver tudo e a todos. Onde não existe limite entre o picadeiro e a plateia, onde tudo é real e o único limite é a nossa vontade de sonhar.” Às vezes, o mundo pode parecer um lugar desolador e escuro, formado por vastas amplidões cheias de conflito, onde o que todos procuram é se agarrar a algo que os faça sobreviver ao dia seguinte. Pois em O Circo Mecânico Tresaulti esse deserto cheio de perigos é atravessado pela magia de uma potente força criadora, capaz de devolver a integridade emocional e física a quem se juntar à trupe. Em pleno cenário pós-apocalíptico, O Circo Mecânico Tresaulti ergue sua lona e dá início ao grande espetáculo. Ambientado sobre a perigosa superfície de um mundo devastado, cheio de bombas e radiação remanescentes de uma guerra pela qual todos já saíram derrotados, este belo romance nos apresenta uma caravana circense em eterna viagem através de muitas cidades sem país, região ou rota definida. Lugares que podem não mais existir quando o circo retornar. Aqueles que se juntam ao circo procuram segurança, trabalho sem risco de vida ou apenas uma nova forma de recomeçar. E seguir adiante, apesar de tudo. Boss, a força motora do circo, agrega novos personagens, atraídos pela sua habilidade muito especial para recuperar corpos mutilados pela guerra, criando assim magníficos seres mecânicos pós-humanos – repletos de complexas engrenagens, placas de ferro, pétalas de cobre, pulmões relojoaria, rodas e pistões –, cada um trazendo para o circo algo nunca visto e sentido antes. O público se aglomera para ver de perto as proezas desse grupo de pós-humanos fascinantes mas por vezes sombrios. É nesse picadeiro que enxergamos uma parte de nós em uma delicada lente de aumento. Seguimos adiante cercados por personagens como Ayar, o homem forte, os irmãos acrobatas Grimaldi e o incrível trapézio vivo de Elena, além de um enigmático par de asas, objeto de uma guerra secreta nos bastidores do circo mecânico. Através de imagens surpreendentes, a autora nos conduz por um realismo mágico com um toque da beleza steampunk, uma combinação inusitada que cria a atmosfera perfeita para personagens comoventes e de grande força poética. Fãs tanto de clássicos como Melville (Moby Dick), Frank L. Baum (O Mágico de Oz) e das fábulas dos irmãos Grimm quanto de autores contemporâneos como Kelly Link, Erin Morgenstern, Kami Garcia e Margaret Stoh vão se apaixonar pela prosa cheia de mistério da jovem e talentosa escritora Genevieve Valentine, que com este seu primeiro romance foi indicada ao Prêmio Nebula, um dos mais importantes dedicados à literatura fantástica. Aprecie esse peculiar espetáculo! 

Primeiramente, vale dizer, que a DakSide fez um trabalho impecável na diagramação desse livro. Só de vê-lo em uma livraria e tocá-lo, garanto que irá despertar seu interesse. 

O livro nos conta como é a vida no Circo Mecânico Tresaulti, que é dirigido por Boss, uma mulher que tem a capacidade de melhorar as habilidades dos seus funcionários/artistas, acrescentando mecânica aos seus corpos, como, por exemplo, pedaços de metais. Para as malabaristas ela retira seus ossos e lhes dá esqueletos de tubo oco, tornando-as, assim, mais leves, já para outros espetáculos ela usa os ossos humanos para criar seres pós-humanos magníficos, o que ela faz é algo nunca visto antes.

O circo viaja de cidade para cidade e a maioria das pessoas não vive tempo suficiente para ver o circo passar duas vezes. Esse espaço tornou-se um lugar que representa segurança para os seus artistas que são, em sua maioria, pessoas que foram salvas por Boss. Enquanto elas vivem e trabalham juntos, como uma família, tudo está perfeito.

Boss consegue manter todos unidos até a morte de Alec, o homem alado, cujas asas são prova de que o mundo não tinha abandonado a beleza. Estas asas são o desejo de alguns personagens do circo, fazendo com que a tensão entre ele aumente, além de ter que lidar com isso, Boss precisa lidar com o “homem do governo” que está a sua espreita para usar suas habilidades em prol da violência.

Genevieve tem uma imensa capacidade de criar personagens complexos, fato que nos envolve cada vez mais na trama. O livro conta, também, com muitas mudanças no tempo, mudanças de perspectiva de primeira para segunda e terceira pessoa também é um movimento comum na escrita da autora. A união desses fatores poderia gerar confusão na mente do leitor e gera – em algumas partes – mas, a história, em si, torna-se tão envolvente e fascinante que a pouca confusão gerada em nossa mente é dissipada. A narrativa comovente e poética é outro ponto forte na escrita de Genevieve.

Há partes do livro que são um pouco difíceis de aceitar como o fato de ela conseguir ressuscitar um personagem, ou de utilizar chapas de ferro, engrenagens e asas, mas todas essas estranhas peças passam a fazer parte do corpo do artista.

Enfim, ler O Circo Mecânico Tresaulti foi surreal, envolvente e maravilhosamente delicioso, espero que todos possam sentir o mesmo.

Informações adicionais:
Título: O Circo Mecânico Tresaulti
Autora: Genevieve Valentini
Editora: DarkSide Books
Páginas: 320
Nota da Leitora: 5 estrelas

4 comentários:

  1. É uma proposta diferente de tudo o que já li, sinceramente. Fiquei fascinada pela história, gosto dessa fantasia de pessoas com asas e coisas assim.
    Sua resenha ficou incrível, realmente me convenceu a ler!

    Beijos
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Raíssa!
      Verdade, é um livro completamente diferente e foi muito gostoso de ler.
      Se você gosta dessa pegada, tenho certeza que gostará do livro.
      Espero que você leia e goste muito. Depois me conta, tá?
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Bru,
    Acho que esse é um livro muito diferente daquilo que eu costumo ler. Diferente mesmo! Acho que nunca cheguei a ler nada que se pareça, haha. Mas, nossa! Que interessante! Sua resenha está maravilhosa!
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tha,
      Esse livro é bem diferente mesmo, viu?
      Vale muito a pena ler é uma história muito envolvente e fascinante.
      Fico feliz que tenha gostado da minha resenha.
      Beijos :D

      Excluir