sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Sobre as Cinzas, Mônia Pimentel

Amizade, escolhas, amor...

Sinopse: Alice e Helena eram grandes amigas. Por ironia do destino, se apaixonaram pelo mesmo homem, Lui. Até quando uma amizade é capaz de resistir quando o assunto é o homem amado? Mas a vida oferece surpresas agradáveis ou não, e subitamente o casal que se forma a partir da escolha de Lui, morre em um acidente. Quem cuidará da pequena Sophia, filha do casal? Qual das duas amigas foi escolhida por Lui e se tornou sua esposa? Alice ou Helena? Que trágico acidente mudou a história dessas vidas? Um juramento pode ser levado a sério, mesmo diante de uma amizade turbulenta?


Sobre as Cinzas foi uma leitura surpreendente. A Mônica conseguiu, mais uma vez, superar na escrita e criar uma história linda.

O livro nos conta a história de Alice e Helena duas amigas muito próximas que, por ironia do destino, se apaixonam pelo mesmo homem: Lui. Há uma grande diferença entre como as amigas se doam, enquanto Alice está sempre por perto para ajudar, Helena esta sempre por perto para ser ajudada.

“Anular. Anular-se. É isso que, constantemente, fazemos em nossos relacionamentos, quando, na verdade e o original que nos diferencia da multidão.”

Duas amigas apaixonadas pelo mesmo homem, uma decisão que só caberia a ele, um encontro triste, uma despedida e uma promessa: Alice cuidará de Sophia, filha de Helena, caso algo ocorra com ela.

A luta de Alice pela guarda de Sophia não será fácil, na verdade, pode ser até considerada impossível face a presença da Doutora Ágata. Mas, pela primeira vez, Alice decide que não abrirá mão de sua vontade/promessa em prol da felicidade dos outros.

“Mas a vida não é feita apenas de retas nem é uma estrada bem sinalizada que nos leva sem erros ao destino final. Não. A vida não é uma obra Shakesperiana, cujo enredo caminha para o desfecho perfeito, seja ele trágico ou cômico. A vida é bem mais machadiana, com sua ironia e realismo, deixando no ar a dúvida do que poderia ter sido, do que é ou do que será. A eterna dúvida de Dom Casmurro.”

Apesar de ser um livro curto, de leitura rápida, é muito reflexível. Ele retrata o poder da amizade e fidelidade. O quanto nossas escolhas podem influenciar no futuro e como devemos lutar por aquilo que queremos.

“Sempre achei um crime ser feliz se meus amigos estavam infelizes.”

Gostei da forma como a história foi narrada – em terceira pessoa –, pois nos dá uma amplitude de acontecimentos, também gostei muito de ver a evolução da Alice, no começo submissa aos desejos de Helena e sempre apta a deixar sua vida de lado em prol de outras pessoas, no fim forte e decidida, buscando sua felicidade.

“O que realmente a torturava era ter sido tanto tempo alguém que muitas vezes não quis ser. Precisava de um equilíbrio entre as duas Alices: a que se doava em atenção aos outros e aquela que necessitava ser cuidada e amada.”

Acredito que, assim como Zhoe e o Pássaro, nesse livro a autora quis mostrar o quanto a morte é uma linha tênue que pode unir ou destruir famílias, amigos, sentimentos e o quanto a fé é importante nesse momento. Alice se apresenta com muita fé e depois de diversas reviravoltas em sua vida essa fé vai embora, mas o amor por Sophia o desejo de tê-la como sua filha trás essa fé de volta e nos faz ver o quanto ela faz diferença.

O final da história é um tanto quanto avassalador e só tenho algo a pedir: Por favor, Mônica, nos dê a continuação, preciso saber o que há no coração de Alice.

Informações adicionais:
Título: Sobre as Cinzas
Autora: Mônica Pimentel
Editora: Novo Romance
Páginas: 102
Nota da Leitora: 4 estrelas
Onde Comprar: Amazon

Cedido em parceria com a Editora Novo Romance

2 comentários:

  1. Olá Bruna, parabéns pela resenha.
    Li este livro que tenho que comentar que amei a escrita da autora. Amo histórias que retratam sobre amizade, família principalmente. Mas o final foi algo que deixou vários pontos soltos, mas claro se tiver continuação foi simplesmente perfeito. No final realmente fiquei bem curiosa se a Alice ficaria ou não com a filha >.<.
    Beijos e sucesso. Fico feliz que tenha gostado da leitura ^^
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna,
    Parabéns pela resenha, que ficou maravilhosa e bastante esclarecedora.
    Ainda não li nada dessa autora, mas já havia ficado bastante encantada com a sua resenha de Zhoe e o Pássaro. Me parece que os livros dela são focados em ensinamentos e reflexões, o que eu aprecio bastante nas leituras que eu faço. Gosto de tirar alguma lição de cada livro que eu leio.
    A história, pela sua resenha, me pareceu muito intrigante. Adorei!
    Beijos
    http://thamirisdondossola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir