domingo, 10 de agosto de 2014

Novos Autores #11

Olá leitores!

Como de costume, trago à vocês mais um autor nacional. A autora da quinzena é a fofa da Paloma Viricio escritora do livro Poesias que Sangram, sem mais delongas, vamos à nossa costumeira entrevista:

1. Nome:

- Paloma Viricio. Gostaria de agradecer em primeiro lugar pela oportunidade e espaço aqui no Um Oceano de Histórias. Espero que os leitores gostem das respostas, possam conhecer um pouco mais sobre minha carreira de escritora e o livro. Muito obrigada, Bruna! 

2. Qual seu gênero literário favorito?

- Acredita que não tenho um favorito? Eu leio de tudo! Brinco que sou leitora desde embalagem de achocolatado até bula de remédio (realmente leio uma inteira antes de tomar algum medicamento. rsrs)
Então, não tenho um gênero favorito, leio de tudo mesmo... amo literatura com todas as minhas forças. Só não costumo ler muito livros de auto-ajuda, mas não tenho nenhum preconceito.

3. Você tem algum autor(a) favorito?

- Tenho muitos autores favoritos! Dentre os que mais leio posso citar: James Patterson, Nicholas Sparks, Lucinda Riley, Gabriel García Márquez, Lissa Price, Maurício Gomyde, Márcia Albuq, Sheila Ribeiro Mendonça e muitos outros.

4. Há algum autor(a) que te inspira? Se sim, quem e porque?

- Tenho muitas inspirações, mas especificamente para escrever Poesias que Sangram, me inspirei em alguns voltados para esse gênero. Posso citar Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Augusto dos Anjos, Charles Baudelaire, Clarice Lispector e Vinicius de Morais. Me inspiram porque são ótimos naquilo que buscaram construir, muito me anima ler obras no estilo desses escritores. E principalmente o Álvares de Azevedo, cujo os poemas leio desde os tempos de ensino médio.

5. Escrever poesia pra você é... 

- Foi o meu treinamento inicial como escritora. srsr Porém, de forma geral é como uma válvula de escape para as mazelas da vida. Só que procuro trazer algum tipo de reflexão também através do eu lírico.

6. Eu vi na sinopse que o livro promete diversos sentimentos (alegria, drama, dor, amor, infelicidade), foram esses sentimentos que teve ao escrever o livro?

- Alguns deles. Pode parecer até um pouco estranho, mas algumas poesias são inspiradas em sentimentos de outras pessoas e não somente nos meus. Em Poesias que sangram o leitor encontra muito de mim, mas também um bocado de outros tantos. E não são necessariamente pessoas que conheço, muitas personagens de outras histórias ou que eu mesmo inventei.

7. Conte-nos seu maior medo e seu maior sonho...

- Meu maior medo é não conseguir escrever todos os livros que tenho em mente. Meu maior sonho atualmente é consegui acordar todos os dias repleta de inspiração. Falo isso porque é algo que ás vezes se perde da minha pessoa e ai fico sem consegui escrever por dias, quiçá, meses. É complicado...


Agora, vamos conhecer um pouco mais de sua obra:

Poesia. Uma palavra composta por seis letras e milhares de sentimentos. Difícil traduzir em significado, mas que pode aliviar, enfatizar ou fazer com que o poeta transforme-se através da arte da escrita. Uma coleção delas? Mais que um livro... um pedaço da alma de quem escreve. Por isso, são mágicas e especiais. Poesias que Sangram presenteia o leitor com alegria, drama, dor, amor, infelicidade e outras caixinhas de elementos abstratos que somente podem ser entendidos por almas melancólicas e sensíveis. A prova de que as palavras podem de alguma forma transformar pessoas e o mundo. Escrito em aproximadamente três meses, foi confeccionado através de várias inspirações, entre elas as escritas de grandes poetas como Vinicius de Moraes, Charles Baudelaire, Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu, Renato Russo, Cazuza e tantos outros. Um livro que promete mexer com os sentimentos e a sensibilidade do leitor de maneira ímpar.

Gostaram do livro e da autora? Estou muito ansiosa para ler. Afinal, ela se inspirou em Cazuza e Renato Russo, duas pessoas que amo de paixão ♥

Beijos

5 comentários:

  1. acompanho algumas postagens da Paloma, mas não sabia que ela era escritora, bacana a entrevista!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thaila,
      É sempre uma surpresa não?
      Fico feliz que tenha gostado :D
      Beijos

      Excluir
  2. Olá florzita! Muito obrigada pela força na divulgação. Fiquei muito feliz em abrir meu e-mail, acessar o link e ver minha entrevista publicada.
    Vou ajudar na divulgação.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paloma!
      Fico muito feliz que tenha gostado :)
      Obrigada pelo carinho

      Excluir
  3. As respostas foram muito agradáveis, a autora parece ser muito simpática e pelo seu livro, muito talentosa. Me identifiquei com algumas respostas, como por exemplo, não ter um gênero literário favorito. Acho que eu nunca vou realmente ter um! hahaha.
    Desejo muito sucesso a Paloma em sua carreira de escritora.
    Beijos - Tão doce e tão amarga.


    ResponderExcluir