quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Maybe Someday, Colleen Hoover

Indescritível, inexplicável

Coleen é uma autora, simplesmente, maravilhosa. Ao mesmo tempo em que suas palavras me machucaram, elas me tornaram mais fortes e me deram forças para continuar.

Maybe Someday nos conta a história de Sydney, estudante de música, que mora com sua melhor amiga, Tori, e namora Hunter, até que tudo muda do dia de seu vigésimo segundo aniversário, quando ela descobre que Tori e Hunter tem um caso. Essa descoberta faz com que a vida de Sydney vire de cabeça para baixo, sem ter para onde ir, e no meio de uma tempestade, ela é acolhida por Bridgette que a leva até a casa de Ridge, um menino que toca violão em sua varanda e encanta Sydney e que se torna amigo dela, quando começam uma troca de SMS. 

Ridge é músico e escreve músicas para a banda do irmão, namora Maggie há 5 anos, uma mulher que faz muito bem para ele e que ele ama com todas as forças. Até conhecer Sydney, a garota que fica em sua varando vendo-o tocar todos os dias, Ridge encontra-se em um terrível bloqueio: ele não consegue mais escrever músicas. Apesar de ele ser surdo, isso não é um empecilho pra ele, pois é tudo o que ele conhece e não sente necessidade de ouvir, até ver Sydney cantar.

“Never in all my life and in all my years of living in a world of silence have I wanted to hear something as much as I want to hear her sing right now. I want to hear her so bad it physically hurts.”

Warren é o melhor amigo de Ridge e companheiro de quarto e ele é muito engraçado, a amizade dos dois é maravilhosa, eles levam as brincadeiras numa boa e curtem como realmente são. Warren namora Bridgette, a garçonete que resgata Sydney após um pedido de Rigde, mas o romance deles não vai muito bem, pois se resume apenas em dormir juntos.

Com Sydney sem ter aonde ir e Ridge sentindo-se responsável, ele faz uma proposta à Sydney desde que ela o ajude a escrever as músicas, ela pode morar com eles. Mas, isso estava longe de ser o realmente aconteceria. A proximidade entre os dois cresce a cada dia e começa a surgir um sentimento entre os dois.

Quando surge esse sentimento instala-se um triângulo amoroso e sempre que isso acontece em algum livro escolho aquele que acho que fica melhor, mas era praticamente impossível decidir entre Sydney e Maggie. O ponto marcante de Maybe Someday, em minha opinião, foi essa incerteza, pois a Colleen criou algo novo e surpreendente e, quando eu imaginava uma ou outra indo embora, eu me via chorando compulsivamente e não conseguia pensar no que fazer depois.

O sentimento que surgiu entre Ridge e Sydney foi inevitável e eles não conseguiam controla-lo, mas o mais bonito dessa história é que eles não queriam trair Maggie, Sydney já havia sofrido e sabia o quanto era difícil e por gostar tanto de Maggie não queria que ela passasse por isso, mas estava ficando impossível evitar que o sentimento entre eles crescesse a cada dia.

“Despite how hard we tried to fight it, all of those things happened between us because our feelings for each other are becoming so much stronger than our desire. Desire is easy to fight. Especially when the only weapon desire possesses is attraction. It’s not so easy when you’re trying to win a war against the heart.” 

Tive um medo terrível de terminar esse livro e ver que o final seria algo triste ou que me magoaria e me fizesse não querer ler mais nada da autora, mas eu estava redondamente enganada. A Colleen me conquistou a cada palavra, seus capítulos alternados entre Sydney e Ridge me fizeram saber exatamente o que se passava na cabeça de cada um e isso foi fascinante.

O livro é ainda mais fascinante, ele tem uma trilha sonora de verdade (ouça aqui). A autora fez uma parceria com Griffin Peterson, que escreveu as músicas que, por sinal, enquadram-se perfeitamente na história. As músicas e o livro são perfeitos, recomendo ler e ouvir as músicas no momento em que surgem no livro.

Para finalizar, preciso apenas confessar que escrever essa resenha foi muito difícil pra mim, pois nunca imaginei que teria a experiência que tive ao ler esse livro. Eu não conseguia parar de chorar a partir de um determinado ponto da história e quando eu terminei o livro fiquei com a sensação de vazio, me senti presa na história e quis reler assim que a última página de virou. Esse livro foi real pra mim e muito marcante, para quem gosta de um romance e de música ele é o livro perfeito.


Informações adicionais:
Título: Maybe Someday
Autora: Colleen Hoover
Editora: Atria Books
Páginas: 320
Nota da Leitora: 5 estrelas/ favorito

12 comentários:

  1. Eu amo livros com trilha sonora.Pelo que vc descreveu é bem intenso. Vc leu em Inglês?
    Beijos

    http://coisasdajuuh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juliana,
      Esse livro é, simplesmente, fantástico.
      Eu li em Português e depois adquiri minha versão em Inglês, da Atria Books, infelizmente o livro ainda não foi lançado no Brasil :(
      Beijos

      Excluir
  2. Parece um livro surpreendente. Confesso que nunca li nada de Colleen Hoover e fiquei fascinada com sua resenha sobre esse livro. Um livro intenso e indescritível. Adorei

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher e 2 ganhadores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Esse livro é maravilhoso, vale muito à pena ler.
      E Um Caso Perdido, da mesma autora, também é muito bom :D
      Beijos

      Excluir
  3. Olá sua linda, tudo bem?
    Poxa vejo tantas pessoas lerem algo da autora Colleen que realmente estou com muita curiosidade em ler algum livro dela.
    Esse livro parece ser realmente muito bom, mas é uma tristeza imensa ver triangulo amoroso, principalmente quando os dois amores são maravilhosas, então aja lagrimas em? kkkkk, imagino o que você sentiu, por que eu senti mesmo lendo Trono de Vidro, alias eu indico :p kkkkk.
    Amei sua resenha, e fiquei bem curiosa para ler. Sabe me disser se tem edição em português?
    Alias tenho muita curiosidade de ler Um caso perdido.
    Enfim, parabéns pela resenha, soube maravilhosamente bem transmitir o que você sentiu.
    Beijos e sucesso.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida! Tudo bem e você?
      Comigo já era ao contrário, li tantas pessoas falando que Métrica não é bom, que a autora foi totalmente clichê, que não gostaram etc, dar uma chance à esse livro foi a melhor coisa que fiz!
      Esse livro é fantástico, não há outra palavra que possa descrevê-lo. Sério? Estou lendo O Trono de Vidro e já percebi onde será o triângulo - principalmente agora depois de sua 'dica' rs. Estou gostando muito de Trono de Vidro, espero ter ótimas surpresas *-*
      Obrigada pelo carinho. Então, com certeza deve ter alguma versão rolando na internet, dê uma pesquisada ;)
      Um Caso Perdido é muito legal também, vou fazer resenha em breve.
      Muitíssimo obrigada por seu carinho :)
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Bruna,
    Ainda não conhecia a autora desse livro, mas vou procurá-la, pois suas palavras praticamente me obrigaram a isso, rs.
    Me parece que o livro passou a ser algo muito importante pra você, isso fez a sua resenha ficar maravilhosa. A história me parece interessantíssima, adorei tudo.
    Beijos
    thamirisdondossola.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamiris,
      As palavras que compõem essa resenha saíram do fundo de minha alma para o papel. Foi uma prova eu ser capaz de escrevê-la, esse livro foi fascinante pra mim e mudou muito em minha vida e se tornou um livro que irei indicar sempre.
      Obrigada pelo seu carinho!
      Beijos

      Excluir
  5. Oi Bruna! <3
    Nossa, depois dessa resenha eu PRECISO ler o livro. Li Um Caso Perdido e amei, coisa que não tinha acontecido com Métrica. Será que esse vai ser tão bom quanto o primeiro? Espero que sim <3

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luara!
      Também gostei muito de Um Caso Perdido, mas ainda não li Métrica, estou receosa de ler, muitas pessoas não gostam dele.
      Acho que Maybe Someday é melhor que Um Caso Perdido, na verdade, os dois tem suas peculiaridades, mas o primeiro me marcou mais.
      Beijos

      Excluir
  6. Oie! Amei!!! Nossa preciso desse livro!!!
    Bjs, tem promoção no blog http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/promocao-de-aniversario-do-amor.html
    se puder comentar nesse post ajudará muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/08/linhagens.html
    Nay =D

    ResponderExcluir
  7. Ain, miga! Que resenha mais amorzinho. Me fez lembrar a época que li e chorei muito quando descobri que o Ridge era surto. Esse livro não toca apenas nosso coração, mas a nossa alma. De verdade, eu sou apaixonada por esse casal. E o modo como tudo aconteceu entre eles.

    ResponderExcluir