quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Branca dos Mortos e os Sete Zumbis

Melhor que os contos de fada 

Genial. Fábio Yabu é, simplesmente, genial. "Branca dos Mortos e os Sete Zumbis", ao contrário do que parece, não é para crianças. Não porque os contos de terror são completamente macabros e sanguinários - se espremer o livro, sai sangue; é sério -, mas porque cada estória tem uma moral, uma lição subentendida.

 "Quando bem contadas, essas alegorias nos fazem entender a natureza humana de forma mais ampla, como na cena de "O Mágico de Oz" em que Dorothy pergunta ao Espantalho como ele é capaz de falar se não tem um cérebro. A resposta é brilhante: 'Muitas pessoas sem cérebro falam um bocado, não acha?'"

 O livro é composto por doze contos, a maioria deles baseados nas histórias de contos de fada que todos nós conhecemos, como: Branca de Neve, João e Maria, Cinderela, Bela Adormecida, Rapunzel e outros. Há semelhanças com o original, mas o autor conseguiu produzir o efeito que desejava - fazer os leitores rirem e pensar que os contos macabros fazem mais sentido que os contados pela Disney. Se duvidam do que digo, darei exemplos. 

 Em primeiro lugar, usarei "Cinderela"; é mais conveniente - do feitio do ser humano - a gata borralheira perdoar a madrasta e suas filhas perversas ou vingar-se delas? 

 Em segundo lugar, "Rapunzel"; se um príncipe encontra uma bela donzela, morando no alto de uma torre escondida no meio de uma floresta, SOZINHA, é mais provável que ele faça o quê? Proponha casamento ou se aproveite da situação enquanto pode?

 Em terceiro lugar, "João e Maria"; se duas crianças são abandonadas no meio de uma floresta, no frio, cheia de criaturas malignas, quais são as chances de sobrevivência e quais são as chances de que elas sucumbam à morte? 

 "Branca dos Mortos e os Sete Zumbis" são contos fictícios - é óbvio - porém são mais próximos da realidade que os originais. Somos provas vivas de que, no mundo em que vivemos, existem finais felizes e finas trágicos; monstros - pessoas ruins - e fadas madrinhas - pessoas boas; amor e ódio; inveja e traição. Se pararmos para olhar com mais cuidado e com maior atenção, vamos perceber que a nossa vida é um genuíno conto de fadas. O livro de Fábio Yabu é de leitura simples e altamente agradável. É possível ler as palavras contidas nas poucas páginas, em poucas horas. Poucas horas bem empregadas, e que podem acrescentar à nossos seres mais do que, talvez, em meses de vivência.

Autor: Fábio Yabu
Título: Branca dos Mortos e Os Sete Zumbis e Outros Contos Macabros
Editora: Globo Livros
Número de páginas: 200
Nota da leitora: 5 estrelas/ favorito

5 comentários:

  1. Oii
    Não conhecia o livro e achei super interessante! O autor teve uma ótima sacada. Adorei a dica e fiquei curiosa para ler!

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, Gabriela! É maravilhoso. As ideias dele são coisa de outro mundo!
      Beijos

      Excluir
  2. É interessante lembrar como as histórias tem ligações entre si, e de como isso tudo é incrivelmente como pequenas peças de uma única máquina.

    Sem falar spoilers, o final foi excelente. Passou uma régua em tudo com uma sutil mas muito incrível chave de ouro. O "gran finale".

    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo, de como isso tudo é incrivelmente INTERLIGADO como pequenas peças (...)

      Excluir
    2. Simmm, uma historia completa a outra! E o final é realmente excelente. Juro que não sei de onde ele tirou tanta imaginação para escrever aquilo!
      Beijos

      Excluir